Grupo Sarney deverá derrotar Flávio Dino em Paço do Lumiar

Por Luís Pablo Política
 
Governador Flávio Dino e seus aliados em Paço do Lumiar

Governador Flávio Dino e seus aliados em Paço do Lumiar

A falta de habilidade de governador Flávio Dino (PCdoB) deverá trazer uma derrota para seu grupo político em um grande colégio eleitoral.

O grupo Sarney pode vencer os candidatos de Flávio no município de Paço do Lumiar. Isso porque o governo não tem o devido suporte para seus aliados na cidade, com encaminhamento de recursos para mudar a realidade do município.

Flávio Dino tem dois pré-candidatos: o atual prefeito professor Josemar e o ex-deputados Domingos Dutra. Ambos estão perdendo para o ex-prefeito Gilberto Aroso, que conta com o apoio dos Sarney.

Sem poder para fazer seus aliados se unirem, o governador Flávio Dino poderá ficar sem um aliado em uma prefeitura importante como Paço do Lumiar.

Em Imperatriz, Rosângela Curado se faz de vítima após ser pega bêbada em blitz

Por Luís Pablo Política
 
O apresentador e o deputado Cabo Campos ao lado de Rosângela Curado se fazendo de vítima

O apresentador e o deputado Cabo Campos ao lado de Rosângela Curado se fazendo de vítima

A suplente de deputada federal Rosângela Curado (PDT) está se fazendo de vítima após ter sido divulgado um vídeo seu bêbada em um blitz na capital maranhense.

O objetivo de Curado é tentar amenizar o estrago que o vídeo fez na sua pré-campanha à Prefeitura de Imperatriz. E para isso, até o nome de Deus tem sido colocado em vão, por ela ser evangélica.

Rosângela Curado com o mesmo cordão

Rosângela Curado com o mesmo cordão

Na presença de algumas lideranças da cidade e querendo passar a imagem de emocionada – como já de costume de todo político que quer chegar ao poder, Rosângela disse que anda na “cidade de cabeça erguida, porque eu confio no Deus que eu sigo.”

Nas redes sociais também circula um vídeo do apresentador do Programa Bandeira 2 de Imperatriz, Raimundo Roma, que se diz indignado por ter sido divulgado o vídeo da pré-candidatura embriagada e toda vomitada.

“Nos estamos vendo ali uma pessoa sendo exposta com o objetivo covarde, com o objetivo de atingir uma pessoa decente, do bem, uma pessoa que todos nos conhecemos. Sabemos da sua idoneidade, da sua responsabilidade, uma mãe de família, uma senhora evangélica, uma pessoa que está com a conduta ilibada e sendo atacada daquela forma”, disse o apresentador.

Rosângela Curado se expõe ao dirigir completamente bêbada e os covardes são as pessoas que divulgaram o vídeo de uma pessoa pública, que não se preocupou com sua imagem.

Até o deputado estadual Cabo Campos, que representa a classe dos policiais militares, foi para Imperatriz participar do encontro político e se solidarizar com a pré-candidata Rosângela Curado.

Quer dizer então que o parlamentar é contra o policial que filmou a pedetista? O policial ao abordar o carro foi recebido com uma carteirada da Câmara Federal, está errado Cabo Campos? Como pode a pessoa encher a cara e o irresponsável é quem deu a notícia?

Infelizmente, na política tem disso: o jogo do vale tudo para chegar ao poder.

Mulher acusada de comandar assaltos a salões de beleza na capital está foragida

Por Luís Pablo Polícia
 

Jessica Lopes está foragida

Jessica Lopes está foragida

A jovem Jéssica Lopes, 26 anos, que foi identificada como chefe de uma quadrilha que tem assaltado vários salões de beleza na capital maranhense, está foragida.

Um mandado de prisão em desfavor da acusada foi expedido, mas a polícia ainda não conseguiu localizá-la.

Segundo informações do delegado do 4º DP do Vinhais, Felipe Cézar, Jéssica e o bando, já agiram em salões nos bairros do Cohatrac, Cohab e Vinhais.

A prática criminosa era feita sempre da mesma forma. Jéssica se passava por cliente do estabelecimento, observava o que tinha no local para em seguida chamar os comparsas. Objetos pessoais das clientes, produtos e dinheiro do salão eram os alvos da quadrilha.

Depois dos roubos, a suspeita publicava fotos ostentando os objetos roubados. Foi também pelas redes sociais que a polícia conseguiu identificar a criminosa.

Até o momento dois suspeitos de fazer parte do esquema chefiado por Jéssica foram presos. David Fernando Coelho Viana e Ruanilson de Jesus Sá Ferreira já estão no Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

Veja abaixo a ação da quadrilhas (vídeos extraídos do Imparcial Online):

Com receio de serem gravados, aliados de Barbosa chamavam dinheiro de “leite”

Por Luís Pablo Política
 

Grampo telefônico (imagem ilustrativa)

Grampo telefônico (imagem ilustrativa)

No relatório da Operação Lilliput, da Polícia Federal, que prendeu nove pessoas por crimes contra a ordem tributária e corrupção, há um dado interessante sobre como a organização criminosa se comunicava para não ser pega pela PF.

Dois aliados do empresário Antônio Barbosa de Alencar, apontado como líder da organização, falavam em código pelo telefone, com receio de estarem sendo gravados pela polícia.

Em uma interceptação telefônica entre o contador Antônio Alves Neto e o auditor fiscal do município de São Luis, Mauro Luís Bayma, que faleceu em fevereiro deste ano, eles chamam dinheiro de “leite”.

O contador diz: “O Barbosa me ligou agora diz que os homens … conseguiram lá (Presidente Dutra/MA) diz que tem duas noticias uma boa e uma ruim, ixe Maria, tu já sabe o que é?”

Em seguida o auditor fiscal fala: “É está tudo ok, é que… tu sabe, imagina o que é né?”

Ai o contador sem saber, pergunta: “o quê?”

O auditor responde, em tom irônico: “O quê que tu imagina? Leite, (risos)”

O contador pergunta novamente: “como?”

E o auditor repete: “Leite, rapaz”

Até que o contador entende e deixa escapar do que se trata o leite: “ah, dindin, mas deu tudo certo lá?”

Como se ver, a organização agia de forma criminosa para não ser pega.

Operação Lilliput - Barbosa da Dimensão

Operação Lilliput - Barbosa da Dimensão

Rosângela Curado se mantém em silêncio

Por Luís Pablo Política
 

Rosângela Curado com o mesmo cordão

Rosângela Curado com o mesmo cordão

A suplente de deputada federal e pré-candidata à Prefeitura de Imperatriz-MA, Rosângela Curado (PDT), preferiu manter o silêncio sobre o vídeo em que foi flagrada completamente embriagada em uma blitz na capital maranhense.

O silêncio de Curado é comprometedor para sua campanha. Isso porque ninguém quer um governante ébrio, e ainda por cima alguém que descumpre a lei, quando deveria fazer cumpri-la.

Com a veracidade do vídeo envolvendo Curado, sua campanha agora sofre um grande prejuízo moral que poderá comprometer de uma vez qualquer chance de vitória, nestas eleições.

A pré-candidata sabe que quem vive no meio público não pode fazer o que fez. Tem que ter postura, principalmente para merecer ser prefeita da segunda maior cidade do Estado.

O estado deplorável em que Curado aparece vomitando na frente do policial, que segura sua carteira de deputada na Câmara Federal, foi classificado por seus aliados como “baixaria” de adversários.

Ora, alguém obrigou Rosângela Curado a beber? Alguém obrigou a pedetista a dirigir alcoolizada? Uma pessoa pública deve seguir uma vida correta para servir de exemplo. E não jogar culpa nos adversários políticos pela sua “bebedeira”.

Isso é fato.

(Um trecho do texto do Blog do Marcelo Vieira)

Família Teles segue derrotada em todas pesquisas em Barra do Corda

Por Luís Pablo Política
 
Prefeito Eric Costa

Prefeito Eric Costa

A família Teles está desesperada em Barra do Corda. Acostumada a está no poder durante anos, hoje os Teles vê tudo isso se desmoronar. Eles tinham como pré-candidata a vereadora Nilda Barbalho, mulher do empresário Pedro Teles, filho de Nenzim. Ela saiu da disputa eleitoral por não alcançar o bom percentual nas pesquisas.

Agora o ex-prefeito Nenzim resolveu colocar o filho Júnior na disputa. Mas o poder político da família está sendo ameaçado pelo atual grupo que comanda a cidade, sob a liderança do prefeito Eric Costa.

Eric, que derrotou o sucessor do ex-prefeito Nenzim nas eleições de 2012, segue para reeleição com folga, é o que aponta as várias pesquisas realizada no município.

Se a eleição em Barra do Corda fosse hoje, o prefeito teria 50,2% contra Júnior do Nenzim 29%. Eric Costa vence também em todos os outros cenários, menos no quesito rejeição.

Júnior do Nenzim é o mais rejeitado e aparece com 23,4%. Já o prefeito Eric aparece com 20% de rejeição.

O levantamento foi feito pelo Instituto Escutec, entre os dias 11 e 13 de julho. A pesquisa foi registrada no TSE sob o nº MA-04107/2016 e entrevistou 500 pessoas, com margem de erro de quatro pontos percentuais para mais ou para menos.

Escutec - Barra do Corda

Escutec - Barra do Corda

Escutec - Barra do Corda

Empresário Luis Serra ameaça poder político de Soliney em Coelho Neto

Por Luís Pablo Política
 
Empresário Luis Serra (PSDB) abraçando uma moradora de Coelho Neto

Empresário Luis Serra (PSDB) abraçando uma moradora de Coelho Neto

Os anos de poder de Soliney Silva em Coelho Neto estão com os dias contatados. Com uma gestão bastante rejeitada pela população, o prefeito não deverá conseguir eleger seu sucessor.

Além do índice alto de rejeição, Soliney conta agora com um adversário de peso e que cresce cada vez mais na cidade.

Trata-se do empresário Luis Serra, que com carisma e boas propostas para melhorar a cidade tem conquistado cada vez mais a afeição da população durante suas caminhadas por bairros e povoados do município.

Pré-candidato a prefeito nestas eleições pelo PSDB, partido do vice-governador Carlos Brandão, o empresário mora há anos em Coelho Neto e realiza um grande trabalho social na região.

Na acima, Luis Serra comprova sua popularidade ao levantar uma senhora idosa em um de seus encontros com moradores da cidade.

E isso tem incomodado bastante o grupo político liderado por Soliney.

Em nota, Corregedoria do MP diz que Lítia Cavalcanti está sendo investigada

Por Luís Pablo Maranhão
 

Nota de Esclarecimento

Promotora Lítia Cavalcanti

Promotora Lítia Cavalcanti

Em razão de declarações da 2a Promotora de Justiça de Defesa do Consumidor de São Luís, Dra. Lítia Cavalcanti, veiculadas na data de ontem através da rede social Twitter e repercutidas em blogs da capital, a Corregedoria Geral do Ministério Público do Estado do Maranhão, a bem da verdade, em respeito à sociedade maranhense e calcada no interesse público, vem esclarecer:

1- Nenhum membro de qualquer ramo do Ministério Público brasileiro, por mais conceituado que seja, interna ou externamente, notadamente em decorrência dos serviços de grande interesse público que já tenha prestado, está, somente por isso, imune à ação fiscalizatória e correicional da Administração Superior da Instituição, como consequência de sua atuação em situações específicas – o que constitui uma exigência da sociedade brasileira quanto a todos os agentes públicos que a servem.

2- O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) determinou à Corregedoria Geral do Ministério Público do Maranhão a realização de sindicâncias, correições e inspeções a respeito de situações específicas envolvendo membros da Instituição, como resultado da fiscalização que a Corregedoria Nacional do Ministério Público realizou no MP do Maranhão em dezembro de 2014, atividade que realiza, por ser de sua obrigação, nas unidades do Ministério Público de todo o país.

3- Como referenciado pela Promotora de Justiça citada, as sindicâncias e inspeções realizadas pela Corregedoria Geral do Ministério Público do Maranhão, que envolvem a atuação pontual da supracitada Promotora, tem o escopo de apurar notícias de fatos de natureza grave. Tais procedimentos são decorrência ou desdobramento dessa decisão do CNMP, à qual devem as instâncias inferiores da instituição guardar respeito e observância.

4- O CNMP/Corregedoria Nacional tem ciência das atividades realizadas nesse sentido pela Corregedoria Geral do MP do Maranhão, acompanhando-as e, inclusive, exigindo a conclusão dos procedimentos ora em curso dentro dos prazos legais.

5- Os citados procedimentos correm sob sigilo, por força da lei, principalmente para preservação da imagem do membro do MP investigado, no caso a Promotora de Justiça Lítia Cavalcanti, não podendo a Corregedoria Geral do MP do Maranhão dar conhecimento público do teor ou dos meandros das apurações, senão quando concluídas e transitadas em julgado as respectivas decisões finais, como exige o interesse público.

6- De modo a resguardar o bom nome do Ministério Público, e em razão do conhecimento público das existências dessas apurações, propiciado pela veiculação das declarações da Promotora de Justiça Lítia Cavalcanti, que acusou injustamente a Administração Superior da instituição de promover assédio moral contra a sua pessoa, foi que se tornaram necessários estes esclarecimentos.

Corregedoria Geral do Ministério Público do Maranhão

Documento comprova que Curado se recusou a fazer o teste do bafômetro

Por Luís Pablo Política
 

Rosângela Curado - bafômetro

O Blog do Luis Pablo teve acesso a um documento que comprova que o vídeo alcoolizada e vomitando, durante uma blitz em São Luís-MA, é realmente da suplente de deputada federal Rosângela Curado (PDT).

A pré-candidata à Prefeitura de Imperatriz foi pega numa blitz na MA-203, conhecida como Estrada da Raposa, que liga São Luís ao município de Raposa.

No documento diz que Rosângela Aparecida da Silva Barros se recusou a fazer o teste do bafômetro. Ela estava em um carro Corola de cor prata e foi autuada no dia 2 de novembro de 2015, às 16:55. Na época, o veículo da pedetista foi apreendido.

Rosângela Curado durante a audiência na Câmara

Rosângela Curado durante a audiência na Câmara

Como se sabe, é comum na abordagem da “Lei Seca” o condutor se recusar a fazer os testes para fugir da comprovação do crime previsto no artigo 306, bem como da penalidade de multa e suspensão de direito de dirigir previsto no artigo 165, ambos do CTB (Código de Trânsito Brasileiro).

É como diz o dito popular: “quem não deve, não teme”, porque aqueles que se recusam a comprovar sua capacidade de conduzir o veículo com segurança, serão considerados incapazes e passíveis de multa gravíssima agravadas em 10x que somam o valor de R$ 1.915,40. Como foi o caso da pré-candidata que foi multada no valor máximo.

No vídeo abaixo, Rosângela Curado aparece vomitando e um policial segurando sua carteira de deputada federal. Clique e veja:

Vaza suposto vídeo de Rosângela Curado bêbada e vomitando em blitz da capital

Por Luís Pablo Política
 

Rosângela Curado com o mesmo cordão

Rosângela Curado com o mesmo cordão

A cena é no mínimo deprimente e vergonhosa. A ex-secretária adjunta de Saúde do governo Flávio Dino, Rosângela Curado (PDT) foi flagrada em uma blitz só de calcinha e sutiã, bêbada e ainda vomitando em plena tarde na capital do Maranhão.

Segundo informações, o fato aconteceu quando ela exercia o mandato de deputada federal, logo após ter sido demitida sumariamente em meio a denúncias de propina na Subsecretaria de Saúde.

O Blog do Luis Pablo apurou que a ex-parlamentar se recusou a fazer o bafômetro e foi multada.

Rosângela é candidata a prefeita na cidade de Imperatriz, onde até recentemente teve adesão de vários pastores, inclusive do Pastor Porto. Como fica a situação dos religiosos depois desse vídeo?

Clique e veja: