Assim Flávio morre! Ministro vem ao Maranhão e faz visita a Roseana e Sarney

Por Luís Pablo Política
 
Ministro Maurício Quintella com Roseana e José Sarney

Ministro Maurício Quintella com Roseana e José Sarney

O governador Flávio Dino (PCdoB) tenta ser o único centro das atenções no Estado pelo cargo que ocupa. Ocorre, que quando se trata da família Sarney, o holofote do comunista parece apagar.

Prova disso foi a vinda do ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella Lessa, ao Maranhão. Antes de cumprir agenda governamental a assinatura da ordem de serviço para pavimentação, Quintella fez uma visita de cortesia a ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) e o ex-presidente José Sarney (PMDB).

O ministro foi ao apartamento da ex-governadora, no edifício Murano, na Península da Ponta D’areia, em São Luís. Na ocasião, estavam presentes o senador João Alberto (PMDB) e os deputados federais João Marcelo (PMDB), André Fufuca (PP) e Juscelino Filho (DEM).

Durante o encontro, Maurício Quintella falou ao grupo Sarney sobre os investimentos que o presidente Michel Temer fará no Estado e da ordem de serviço e autorizado a duplicação do trecho de 32,1 quilômetros da BR-135.

Roseana com o ministro Maurício Quintella em sua residência

Roseana com o ministro Maurício Quintella em sua residência

Em entrevista ao o Estado, o ministro disse que “não poderia vir ao Maranhão para vistoriar obras tão importantes e dar ordens de serviços para novos trechos de duplicação da BR-135 e pavimentação da BR-226, sem vir fazer uma visita ao presidente José Sarney e a ex-governadora Roseana Sarney e ao seu grupo político, deputados federais da bancada e senadores”.

Assim Flávio Dino morre do coração!

Ministro Maurício Quintella em reunião na casa de Roseana

Ministro Maurício Quintella em reunião na casa de Roseana

Ministro reunido com o grupo Sarney

Ministro reunido com o grupo Sarney

Continuar duplicação da BR-135 é prioridade, garante Ministro

Por Luís Pablo Maranhão
 

A continuação das obras de extensão da rodovia BR-135 e do asfaltamento da BR-226 tiveram suas ordens de serviços assinadas nesta quinta-feira (05), em visita do ministro dos Transportes, Portos e Aviações, Maurício Quintela, a São Luís.

O ministro ressaltou que a BR-135 é a principal obra do Estado, do ponto de vista viário, que estava paralisada, porém o Governo Federal decidiu priorizar, devido as reivindicação da bancada federal do Maranhão e do próprio Governo do Estado. O prazo de conclusão é até o segundo semestre deste ano.

Para continuidade das obras estão garantidos 180 milhões de reais, originados parte de emenda parlamentar, parte da União que integram o pacote dos trechos Estiva-Bacabeira e Outeiro-Miranda, cuja ordem de serviço foi assinada durante a agenda de vistorias das obras. O contrato para duplicação que vai de Entroncamento a Miranda está orçado em R$ 66,4 milhões.

“Estamos assegurando para que possamos concluir essa rodovia. Vamos enfrentar um período de chuvas, o ritmo da obra tende a diminuir e devemos ter todo o cuidado com um projeto desta natureza. É melhor fazer um trabalho bem feito e definitivo para que não venha a ser um problema no futuro”, explicou o ministro Quintella.

O ministro lembrou que a BR-135 é o único e principal acesso à capital do Estado e uma rodovia importante de escoamento de produção para o Brasil.

“Por isso, essa obra foi priorizada e com a duplicação concluída vai mudar a característica de toda essa região do Estado”, garantiu Quintella.

Complementando o cronograma da obra, o ministro disse também que está licitado o trecho Bacabeira-Outeiro. Sobre outro ponto que está sob demanda judicial, Quintella diz aguardar o desfecho. “Esperamos que essa demanda seja vencida rapidamente para que possamos operar em toda a rodovia. É uma rodovia que está com o recurso garantido”, frisou Quintella.

Obras da ponte Marcelino Machado e da BR-226

A visita do ministro Maurício Quintella também rendeu a autorização para a reforma total da ponte Marcelino Machado, sobre o Estreito dos Mosquitos, que liga a grande ilha ao continente. A ponte está localizada no km 24,30 da BR-135 e tem cerca de 450 metros de comprimento.

Já em visita a Timon, o ministro Maurício Quintella assinou ordem de serviço que possibilitará o asfaltamento de 100 km da BR-226. A obra inclui, ainda, a construção de um contorno rodoviário. O orçamento total da obra é de R$ 88,5 milhões, sendo que R$ 37 milhões são recursos de emenda da bancada maranhense na Câmara Federal.

(Com informações do Imparcial)

Governo vai gastar R$ 80 mil com colônia de férias para filhos de servidores

Por Luís Pablo Política
 

O governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Gestão e Previdência (Segep), irá realizar, entre os dias 09 e 13 de janeiro, uma colônia de férias para os filhos de servidores públicos do Estado.

Até aí, nada de errado. Porém, o governo vai gastar R$ 80 mil dos cofres públicos por apenas cinco dias de atividades.

De acordo com o extrato publicado no Diário Oficial do Estado dia 29 de dezembro de 2016, a empresa que embolsará o dinheiro é a Orienta Comércio e Serviços. Localizada no bairro do Renascença, a empresa tem como sócios Fernando Tajra Vasconcelos e Sergio Tajra Vasconcelos.

O contrato foi assinado dia 23 de dezembro pela secretária da Gestão e Previdência, Lílian Régia Gonçalves Guimarães.

No site da Segep, é informado que a colônia de férias ocorrerá das 8 às 11h e também que caberá aos pais a responsabilidade de providenciar a alimentação de suas respectivas crianças, durante todo o período do evento. Ou seja, todo o dinheiro será apenas para a empresa providenciar as atividades de recreação e os profissionais durante cinco dias.

Novo tremor de terra é registrado no Maranhão

Por Luís Pablo Maranhão
 

Como os especialistas já haviam previsto, mais um tremor de terra foi registrado no Maranhão. Na manhã desta quinta-feira (03), um tremor de magnitude 3 na escala Richter ocorreu em Vargem Grande.

As informações são do Observatório de Sismologia da Universidade de Brasília (UnB). Vargem Grande também foi o epicentro do tremor da última terça-feira (03), que atingiu diversas cidades do Maranhão e o Piauí.

Com o novo caso, equipes do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil do Maranhão seguem nas cidades do interior do Maranhão, onde os tremores foram sentidos com mais força.

Em Belágua, por exemplo, algumas casas construídas de tijolo de adobe apresentaram rachaduras após o tremor.

Rachaduras em casa na cidade de Belágua

Márcio Jerry e Roberto Rocha voltam a bater boca nas redes sociais

Por Luís Pablo Política
 

Não foi a primeira e, ao que parece, não será a última. O secretário de Articulação Política e Comunicação ( Secap), Márcio Jerry, e o senador Roberto Rocha protagonizaram mais um round da briga pública que vêm travando nas redes sociais.

Tudo começou quando Jerry publicou em seu twitter falando sobre a Polícia Militar. “Houve um tempo no Maranhão, de triste memória, em que até área da Polícia Militar foi ocupada para se transformar em negócio privado”, disse.

A mensagem foi o suficiente para Roberto Rocha rebater o comunista. “Sob pena de reforçar sua fama de comunista patife”, detonou.

O clima esquentou e Jerry, sem citar nomes, voltou a cutucar dizendo que alguém se assumiu suspeito. “Eu falei genericamente, aí veio alguém e se assumiu como suspeito. É aquele caso: “atirar no que vê e acertar o não vê”. Cada carapuça…”

Rocha não deixou barato e, diferente do secretário, foi direto. ” @marciojerry Rapaz, você que exerce na prática o cargo de governador, está desafiado a colocar os órgãos do estado para apurar sua declaração”.

Em tempo: antes da confusão com Jerry, o senador já havia se manifestado sobre a recente polêmica envolvendo a Funac e chegou a dizer que só no Maranhão o comunismo defende a propriedade privada, mas dos próprios comunistas.

Até 2018, muitos barracos entre os ex-aliados ainda devem rolar…

ABSURDO! Flávio Dino quer municipalizar os hospitais no interior

Por Luís Pablo Política
 
Flávio Dino quer ver o hospital fechar as portas

Flávio Dino quer ver o hospital fechar as portas

O governador Flávio Dino (PCdoB) perdeu as condições de governar o Estado do Maranhão. Flávio agora quer municipalizar os hospitais que fazem parte do programa Saúde é Vida, feito no governo Roseana Sarney.

O primeiro deles é o Hospital Geral de Peritoró. O prefeito da cidade, Padre Jozias, já se reuniu com a direção da unidade para iniciar o processo de transição entre o estado e a prefeitura.

Um verdadeiro absurdo!

A notícia da municipalização do hospital, que atende toda região do Médio Mearim, deixou a população revoltada e aterrorizada com a falta de responsabilidade do governador.

Os servidores do Hospital Geral de Peritoró estão organizando um protesto contra a municipalização. O ato está marcado para às 8h00 do próximo dia 14.

A decisão irresponsável de Flávio Dino vai fazer o hospital fechar as portas.

O que Tavares, Othelino, Bira, Simplicio e Rubens Jr. têm a dizer sobre o imóvel que o governo alugou de um aliado?

Por Luís Pablo Política
 
Eles deram um "show" na época e agora o que vão fazer?

Eles deram um “show” na época e agora o que vão fazer?

Após a bomba estourar sobre o governador Flávio Dino (PCdoB) ter alugado um imóvel de um membro do seu partido sem funcionar nada no local, a população fica se perguntando o que o secretário Marcelo Tavares (Casa Civil), os deputados estaduais Othelino Neto e Bira do Pindaré, o secretário Simplicio Araújo (Indústria e Comércio) e o deputado federal Rubens Pereira Júnior tem a dizer sobre esse escândalo?

Os cincos – na época Tavares era deputado estadual, protagonizaram um verdadeiro espetáculo em 2014, para denunciar o governo Roseana Sarney por alugar o prédio do então senador Edinho Lobão, que era para funcionar um Centro Ambulatorial de tratamento para pacientes com câncer.

Na época, todos oposição, esbravejavam o discurso de moralidade. Marcelo Tavares chegou a dizer em entrevista que era um ato desumano o que o governo Roseana estava fazendo.

E agora, que ato seria o que o governo do qual ele faz parte está fazendo, ao alugar um prédio de um comunista?

O que Roseana Sarney fez é condenável, assim como também o que Flávio Dino vem fazendo desde o ano passado, pagando um aluguel para seu aliado político sem funcionar nada no local.

Após pagar um bom tempo de aluguel, Flávio decidiu instalar no imóvel a unidade da Fundação da Criança e do Adolescente (Funac) no bairro da Aurora, que tem sido questionado por moradores.

A ex-vereadora Rose Sales tem apoio os moradores para que a unidade não seja instalada, mas o governador tem insistido para instalar a Funac justamente para favorecer seu amigo comunista.

É lamentável! Sai um governo acusado de corrupção e entra outro.

Clique e veja:

Primeiras Medidas da gestão de Luis Fernando são aprovadas na Câmara

Por Luís Pablo Política
 

A Câmara Municipal de São José de Ribamar aprovou em sessão extraordinária na tarde desta terça-feira, dia 03, matérias do Executivo Municipal. Nas duas sessões realizadas, segunda e terça-feira, atendendo à convocação feita pelo prefeito Luis Fernando Silva (PSDB), os vereadores ribamarenses aprovaram por unanimidade os cinco projetos encaminhados.

As matérias aprovadas pela Câmara são parte do conjunto de dez medidas anunciadas pelo prefeito no primeiro dia da sua gestão. As cinco mensagens dispõem respectivamente sobre a reinstituição do Projeto Meninos do Santuário, sobre a instituição do Projeto Voluntariado Municipal, dispõe sobre o Programa de Recuperação de Créditos Fiscais (PREFIS), fixa novo salário mínimo para os servidores públicos e reorganiza a estrutura da administração direta do Município.

Na nova gestão o Executivo funcionará com as seguintes pastas: Secretaria Municipal de Planejamento, Administração e Finanças (SEMPAF), Secretaria Municipal da Receita e Fiscalização Urbanística (SEMREC), Secretaria Municipal de Transporte Coletivo, Trânsito e Defesa Social (SEMTRANS), Secretaria Municipal de Educação (SEMED), Secretaria Municipal de Saúde (SEMUS), Secretaria Municipal de Assistência Social, Trabalho e Renda (SEMAS), Secretaria Municipal do Ambiente (SEMAM), Secretaria Municipal de Turismo, Cultura, Esporte e Lazer (SEMTUR), Secretaria Municipal da Juventude (SEMJUV), Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (SEMAGRI), Secretaria Municipal de Regularização Fundiária e Cidadania (SEMREF), Secretaria Municipal de Obras, Habitação, Serviços Públicos e Urbanismo (SEMOSP), Secretaria Municipal de Recuperação e Manutenção da Malha Viária, Prédios e Logradouros Públicos (SEMMAV).

Para o prefeito Luis Fernando, a aprovação dos projetos foi de suma importância para o funcionamento das políticas públicas na nova administração. “Além da reforma administrativa aprovada, imprescindível para o bom funcionamento da gestão, os projetos da área social (Voluntariado Municipal e Meninos do Santuário) influenciam diretamente no resgate da autoestima do ribamarense. São projetos que dignificam as pessoas e valorizam os esforços de reconstruirmos uma cidade melhor para todos”, disse.

Na mesma linha de raciocínio avaliou o presidente da Câmara, Beto das Vilas: “A aprovação dessas medidas é essencial para que o prefeito possa iniciar imediatamente o trabalho no município. A população espera por melhorias em todas as áreas. A volta de projetos importantes como Meninos do Santuário e Voluntariado mostram o interesse da nova administração em colocar o município no rumo do desenvolvimento”.

“Por outro lado, o projeto que fixa o novo salário mínimo e o que dispõe sobre PREFIS contribuem diretamente para a recuperação da nossa economia, ajudando no enfrentamento à crise econômica que o país vive atualmente”, complementou o prefeito Luis Fernando.

EM PRIMEIRA MÃO! Secretário de Meio Ambiente diz que não autoriza festa do Bloco da Devassa no Mirante da Lagoa

Por Luís Pablo Diversão
 

Secretário Marcelo Coelho

Secretário Marcelo Coelho

O secretário de Estado do Meio Ambiente, Marcelo Coelho, acabou de falar com o titular do Blog do Luis Pablo por telefone sobre a questão do bloco de pré-carnaval ‘Devassa’ fazer a festa no Mirante da Lagoa, área proibida pela Justiça.

Marcelo disse que fez uma reunião com seus auxiliares, na tarde hoje (4), para tratar o caso e foi informado que há uma solicitação dos organizadores do evento para realizar a festa no local.

Prontamente, o secretário negou a autorização por causa da decisão do juiz Manoel Matos de Araújo Chaves, que retornou o local a condição de Parque Ecológico da Lagoa da Jansen.

“Não emitimos nenhuma autorização. O que existe é apenas uma solicitação, que não foi atendida e nem vai ser. Eu não autorizo”, disse Marcelo Coelho ao Blog.

A decisão proibindo a realização de festa no Mirante da Lagoa foi em 2014 e o Estado na época não recorreu. Portanto, o evento do Bloco da Devassa não tem a menor condição de ser realizado na Lagoa.

A não ser que os organizadores da festa passem por cima da Justiça.

Flávio Dino comete a mesma bandalheira que acusava o governo Roseana; veja

Por Luís Pablo Política
 
Governador Flávio Dino

Governador Flávio Dino

Caiu como uma bomba a descoberta de que o governo do Estado alugou um imóvel de um membro do PCdoB para funcionar a polêmica unidade da Fundação da Criança e do Adolescente (Funac) no bairro da Aurora.

O contrato de R$ 12 mil mensal celebrado com o comunista Jean Carlos Oliveira foi revelado com exclusividade pelo jornalista Daniel Matos, nesta quarta-feira (04).

O valor, inclusive, já é pago desde junho do ano passado mesmo ainda não funcionando nada no local.

Após tanto criticar o governo Roseana Sarney que alugou um imóvel do senador Edinho Lobão para funcionamento do Hospital do Câncer no fim do mandato, Flávio Dino faz exatamente o mesmo ao contratar sem licitação o prédio do companheiro de legenda.

Avesso aos pedidos da população que tem repudiado a instalação da Fundação no bairro com medo do aumento da insegurança, Flávio e sua equipe, no entanto, parecem não se importar em beneficiar seus aliados. Em dois anos de governo, vale lembrar, este não foi o primeiro e nem deverá ser o último caso semelhante.

O episódio mostra a verdadeira face da atual gestão, que tanto condenou seus opositores, mas hoje faz o mesmo. Como diz o ditado: faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço!