Ociléia Paraíba lidera pesquisa no município de Raposa

Por Luís Pablo Política
 

Candidata Ociléia Paraíba

Candidata Ociléia Paraíba

Em Raposa, a candidata a prefeita Ocileia Paraíba (PSDB) lidera as intenções de voto. Foi o que apontou a pesquisa da Escutec, divulgada nesta quarta-feira (7). A candidata aparece em primeiro lugar em todos os cenários.

No cenário estimulado, onde são apresentados os nomes dos candidatos, Ocileia aparece com 33%; Eudes com 27%; e Andrea da Colônia com 18% das intenções de voto.

Vale destacar que Eudes Barros teve a maior rejeição entre os candidatos, 38%. Dos entrevistados, 10% disseram não votar em nenhum dos candidatos apresentados e 12% não souberam ou não responderam.

O levantamento ouviu 400 eleitores nos dias 26 e 27 de setembro. O índice de confiança é de 90%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral com a numeração MA-05122/2020.

Gráfico da Pesquisa Escutec das intenções de voto para prefeito

Gráfico da Pesquisa Escutec de rejeição de voto para prefeito

Com forte atuação social, Beto deve se reeleger à Câmara de Mirinzal

Por Luís Pablo Política
 

Candidato a vereador de Mirinzal, Beto

O candidato a vereador de Mirinzal, Beto, vem conquistando sua reeleição com forte apoio do município.

O trabalho social que vem sendo feito com os moradores tem sido destaque pelo compromisso e competência do vereador.

Com total apoio do ex-prefeito e candidato Amaury, o vereador pretende contribuir no parlamento defendendo a proposta de campanha do seu apoiador.

Uma delas é a construção de um porto no Povoado Graça de Deus, que irá trazer benefício aos pescadores da região.

As propostas e iniciativas de Beto garantem cada vez mais uma reeleição apoiada pelo povo.

Madeira anuncia desistência da disputa eleitoral à Prefeitura de São Luís

Por Luís Pablo Eleições 2020
 
Ex-juiz Carlos Madeira desiste da disputa à Prefeitura de São Luís

Ex-juiz Carlos Madeira desiste da disputa à Prefeitura de São Luís

O ex-juiz federal Carlos Madeira não é mais candidato a prefeito de São Luís-MA.

Madeira anunciou, ainda há pouco, a desistência da disputa eleitoral em razão da sua saúde.

O (agora) ex-candidato apresentou complicações respiratórias em consequência do novo coronavírus (Covid-19).

Abaixo a nota do ex-juiz:

CARTA AO POVO DE SÃO LUÍS

A convite de amigos, e por sugestão de pessoas simples, representantes da periferia e da zona rural, decidi aceitar o desafio de concorrer à Prefeitura de São Luís nas eleições de 2020. Trouxe comigo as minhas origens, a história de vida, a minha biografia e o desejo de trabalhar ainda mais pela nossa cidade.

Os caminhos que percorri nesses meses de pré-campanha e os primeiros dias de candidatura oficializada não foram fáceis, porque, ao lado de um time de pessoas sérias, éticas, combativas e independentes, compreendi que a luta só valeria a pena se todos abraçassem um projeto de mudança efetiva para São Luís, com uma arrojada pauta de justiça social para todas as áreas da administração municipal.

A pré-campanha foi interrompida ainda no início, por quase três meses, com as restrições decorrentes da pandemia. E no meio do caminho, antes mesmo da nossa convenção partidária, fui alcançado pela Covid-19.

Fiquei por duas semanas em isolamento, cumprindo a quarentena até receber a confirmação de que a carga viral estava zerada. Perdi cerca de oito quilos em 12 dias de hospital. Mesmo frágil físicamente, tomei a decisão de retomar os compromissos de campanha em respeito ao povo, ao partido Solidariedade e à nossa militância.

Não sabia que o pior ainda estava por vir. Dia após dia a fadiga foi me consumindo e comprometendo a minha fala e o meu raciocínio. Só depois fui informado pelo médico que acompanha o meu caso, Dr. Serafim Gomes de Sá, de que a minha dificuldade respiratória era apenas mais uma das muitas consequências possíveis do coronavírus, aquilo que a ciência está chamando agora de Síndrome pós-Covid.

Quem conhece a minha história sabe que jamais me esquivei de responsabilidades. Mas, aconselhado pela minha esposa, pelos meus filhos e por médicos que acompanham o meu caso clínico, e em nome da minha saúde, tive que tomar uma das decisões mais difíceis da minha vida: abrir mão de um projeto que hoje reputo coletivo, porque não é mais do Madeira, mas de tantas e tantas pessoas espalhadas pelos bairros e pela zona rural dessa cidade que tanto amo.

Informo, portanto, que hoje retiro a minha candidatura a prefeito de São Luís, por não ter condições físicas de dar continuidade à intensa agenda de compromissos que eu, antes de qualquer outro candidato, fiz questão de não apenas assumir, mas de registrar publicamente em cartório.

Chego até aqui sem qualquer decepção ou mágoa, mas com muita gratidão aos meus familiares e tantos amigos. Agradeço o apoio de todos que trabalharam comigo até agora – equipe de coordenação, militância e candidatos a vereador. Agradeço a compreensão dos nossos eleitores, sobretudo. Agradeço ao Capitão Jeremias, meu companheiro de chapa, pela caminhada leal e destemida.

Agradeço ao meu partido, o Solidariedade, pela acolhida e pelas trincheiras de luta que conseguimos erguer, juntos, em tão pouco tempo. Continuarei na política, como presidente do diretório municipal de São Luís, e no momento oportuno reiniciarei minha jornada partidária na busca permanente por dias melhores para o nosso povo. Porque, como Martin Luther King, continuo acreditando que “pior que o grito dos maus é o silêncio dos bons”.

Como aprendizado, levo para a vida a lição de que, para recuar de uma batalha, é preciso antes de tudo ter humildade e sabedoria para reconhecer os riscos. Faço opção por cuidar da minha saúde. E, se puder oferecer apenas um conselho, direi a todos: cuidem-se! O vírus ainda está no nosso meio e as sequelas da Covid-19 são imprevisíveis. Que Deus nos proteja!

São Luís, 7 de outubro de 2020.

José Carlos do Vale Madeira.

Márcio Jerry deixa claro que Braide será atacado: “ele tem muito o que explicar”

 
Deputados federais Márcio Jerry e Eduardo Braide

Deputados federais Márcio Jerry e Eduardo Braide

O deputado federal Márcio Jerry (PCdoB), “candidato interino a prefeito” de Rubens Júnior (PCdoB), deixou claro que o seu grupo vai atacar o candidato a prefeito Eduardo Braide (Podemos)

Em entrevista à Rádio Difusora, Jerry disse que Braide “tem muito o que explicar”, insinuando que o candidato do Podemos tem telhado de vidro.

A declaração de Márcio Jerry deu a entender que denúncias deverão surgir contra Eduardo Braide.

O jogo do bate-bate vai começar. Podem anotar!

Ação social da CUFA beneficia famílias no município de Cedral

Por Luís Pablo Política
 

A CUFA é uma organização brasileira reconhecida nacionalmente

A Central Única das Favelas (CUFA) marcou presença no município de Cedral nos dias 26 e 27 de setembro. Na ocasião, 500 famílias receberam cestas básicas, peixe, álcool gel e máscaras. No Maranhão, o responsável pela CUFA é Charles Adaga.

O projeto é viável graças a parcerias com importantes empresas engajadas com causas sociais. Contribuíram as empresas: IC Fish do Maranhão, que doou uma tonelada de peixe ao projeto; rede Assaí, que doou as cestas básicas; O Boticário, que doou frascos de álcool gel; e Riachuelo, com a doação das máscaras.

500 famílias receberam cestas básicas, álcool gel e máscaras

A CUFA é uma organização brasileira reconhecida nacionalmente nos âmbitos político, social, esportivo e cultural. Foi criada a partir da união entre jovens de várias favelas, principalmente negros, que buscavam espaços para expressarem suas atitudes, questionamentos ou simplesmente sua vontade de viver.

Foi criada a partir da união entre jovens de várias favelas

“É reconfortante saber que empresas 100% maranhenses se interessam e estão engajadas em fazer o bem para o Maranhão. Muito mais ainda precisa ser feito e por isso está sendo discutida a implantação da CUFA em Cedral. Agradeço o empenho de todos os envolvidos e reafirmo meu compromisso de continuar esse trabalho que tem feito tanto bem à população maranhense”, pontuou Charles Adaga.

O projeto é viável graças a parcerias com importantes empresas

Empresário Ilson Mateus pode responder por morte de funcionária

Por Luís Pablo Polícia
 
Empresário Ilson Mateus e a jovem Elane Rodrigues, que morreu no desabamento de prateleira do supermercado

Empresário Ilson Mateus e a jovem Elane Rodrigues, que morreu no desabamento de prateleira do supermercado

O empresário Ilson Mateus pode responder criminalmente pelo acidente que matou a jovem Elane Rodrigues e que deixou oito feridos, na última sexta-feira (2), no Mix Atacarejo do Vinhais. O caso está sendo investigado pela Superintendência Estadual de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP).

A Polícia Civil vai ouvir testemunhas, analisar os relatórios das perícias realizadas no local do acidente e concluir o inquérito, que ainda não tem prazo para ser finalizado.

Ao final das investigações, a Polícia deve apontar os culpados pela tragédia, que devem ser denunciados pelo Ministério Público à Justiça.

O MP também está apurando o caso na esfera civil, no que tange às indenizações. Com relação à tragédia ocorrida no supermercado Mateus, a promotora de Defesa do Consumidor, Lítia Cavalcante, frisou que tudo aponta para negligência ou imprudência.

Mesmo que Ilson Mateus tente voltar à rotina dos negócios como se nada tivesse acontecido, o episódio lamentável não vai ficar impune. Ele vai ter que arcar com as consequências da tragédia que tirou a vida de uma funcionária e deixou outros feridos.

PL tenta barrar candidatura de Bruno Silva em Coelho Neto

Por Luís Pablo Política
 

Coligação do candidato Antônio Pires (PL) ingressou com duas ações na justiça

O favoritismo do candidato a prefeito Bruno Silva (PP) tem incomodado a oposição, em Coelho Neto. Prova disso são duas ações que a coligação do candidato Antônio Pires (PL) ingressou na justiça para tentar impugnar a candidatura de Bruno.

Uma é Ação de Investigação Judicial Eleitoral e a outra trata-se de uma Ação de Impugnação do Registro de Candidatura. Em relação à primeira ação, o grupo de Antônio Pires questiona a distribuição de kits entregues no período da pandemia.

Em relação à segunda, alegam a não apresentação de documentos obrigatórios no ato do registro da candidatura, e a apresentação de dois registros diferentes ao cargo de prefeito. O partido de Maranhãozinho tem apelado feio para tentar desbancar o favorito ao cargo de prefeito de Coelho Neto.

Enquanto eles tramam, Bruno Silva continua na disputa com jogo limpo e compromisso com os coelhonetenses.

Julinho recebe forte apoio da população em São José de Ribamar

Por Luís Pablo Política
 

O evento grandioso mostrou a força de Julinho

O primeiro ato de campanha de rua do candidato Julinho (PL), em São José de Ribamar, foi marcado pela forte presença dos ribamarenses. O povo foi às ruas acreditando na mudança que o município precisa. O evento foi denominado pelo povo como a “passeata da libertação”.

A passeata aconteceu no último domingo (4). O evento grandioso mostrou a força de Julinho e o desejo de mudança dos ribamarenses. A caminhada terminou com um grande comício, em frente à praça do cemitério do município.

O evento foi denominado pelo povo como a “passeata da libertação”

Estiveram presentes: o vice da chapa, Júnior Lago (Avante); o presidente do diretório municipal do PL, Júlio Filho; os deputados federais Josimar de Maranhãozinho e Marreca Filho (Patriota); a deputada estadual Helena Duailibe (SD); e demais aliados.

ABSURDO! Grupo Mateus diz a investidores que tragédia foi caso isolado

Por Luís Pablo Brasil
 
Tragédia não mudou o cronograma de investimentos do Grupo Mateus

Tragédia não mudou o cronograma de investimentos do Grupo Mateus

A ganância do Grupo Mateus não tem preço. A tragédia ocorrida no Mix Atacarejo do Vinhais, na última sexta-feira (3), que resultou na morte da jovem Elane de Oliveira Rodrigues, parece que já caiu no esquecimento do empresário Ilson Mateus, que integra a lista dos 10 bilionários do Brasil.

Enquanto a família, amigos e colegas de trabalho sofrem com o luto, Mateus já deu ordem para seguir. Afinal de contas, tempo é dinheiro. O medo do Grupo é perder dinheiro com o reflexo da tragédia.

Prova disso é que o Grupo Mateus chegou a consultar a Comissão de Valores Mobiliários para ver se seria preciso adiar sua oferta pública inicial de ações (IPO). O entendimento, no entanto, é que o acidente foi um caso isolado e não interfere nas condições econômicas do grupo.

A tragédia não mudou o cronograma de investimentos do Grupo Mateus. De acordo com a matéria publicada no Valor PRO, serviço de informações e notícias em tempo real do Valor Econômico, até houve questionamento dos investidores sobre o acidente, mas a empresa defendeu que foi um caso isolado e que está apurando as causas.

O Grupo Mateus deixa bem claro que os negócios financeiros são mais importantes que a vida da jovem Elane e das demais vítimas que ficaram feridas na tragédia. É lamentável!

Candidato Lino Viegas inova e compõe próprio jingle para as eleições de Viana

Por Luís Pablo Política
 

Lino Viegas ao lado da cantora Geyne Borges, o produtor musical Júnior Sanfoneiro e cantor maranhense Wandim Rey

O candidato a vereador, Lino Viegas, inova nas eleições do município de Viana ao compor e gravar seu próprio jingle político.

O candidato compôs a sua própria paródia de campanha e na gravação houve as participações de artistas vianense, como a cantora Geyne Borges e o produtor musical Júnior Sanfoneiro.

O segundo jingle do candidato é interpretado pelo cantor maranhense Wandim Rey.

O dinamismo e irreverência de Lino Viegas é um incentivo aos jovens que não tem oportunidade na cultura local, nem espaço de mostrar seus dons artísticos.

Lino afirma que seu principal foco é gerar oportunidades para que jovens artistas se destaquem, promovendo visibilidade para a cultura do município.

O candidato vem para somar com a política de Viana, legislando em favor das minorias, com justiça e igualdade para uma qualidade de vida para a população.

CLIQUE E VEJA: