Empresa que ganhou licitação da prefeitura de Chapadinha não termina obra no povoado

Por Luís Pablo Política
 

A empresa Operaria Construção Civil Ltda, localizada na Cidade Operária, em São Luis, ganhou a licitação para fazer a construção do sistema de abastecimento de água no povoado de Pitombeira II. A licitação da obra foi em R$ 122.165,94 (cento e vinte e dois mil, cento e sessenta e cinco reais e noventa e quatro centavos), mas nada foi feito.

No local começaram a fazer um buraco, mas colocaram um cano de PVC que teve sua ponta amassada. A empresa nem verificou se estava dando água ou não. O serviço ficou incompleto.

Os moradores do povoado animados com a ideia de ter água limpa e saudável, se decepcionaram com o trabalho mal feito.

Enfim, a obra foi abandonada e a prefeita Danúbia Carneiro até agora não tomou as devidas providências, que há anos o povoado necessita.

Professores em greve realizam passeata

Por Luís Pablo Política
 

O Sindicato dos professores do Maranhão (Sinproesemma), informou que será realizada hoje, uma passeata até a Secretaria de Estado da Educação (SEDUC), localizada no bairro do Monte Castelo, com concentração na Praça Deodoro, a partir das 15h.

O objetivo da passeata é fazer o Governo mudar sua posição e viabilizar um acordo definitivo com a categoria.

O Sinproesemma em Imperatriz fará uma reunião na sede do sindicato, hoje a partir das 08:00 da manhã. A reunião tem como objetivo avaliar o movimento e atualizar a categoria sobre as negociações e o andamento da greve em todo o Estado para definir as próximas ações. Após a reunião, os professores deverão fazer um ato público pelas ruas da cidade.

As regionais de Caxias, Barra do Corda, Timon, Presidente Dutra, Balsas entre outras, também se manifestarão para pressionar o governo a negociar.

Em todo o Maranhão, o dia 15 de março será de grandes mobilizações e protestos dos professores que lutam por uma educação de qualidade e por melhores salários.

Lava-Pratos 2011 foi o melhor e maior da história de São José de Ribamar

Por Luís Pablo Maranhão / Política
 

Prefeito Gil Cutrim fez questão de participar dos dois dias de festa.

Considerado como o primeiro Carnaval fora de época do país, o tradicional Lava-Pratos de São José de Ribamar, realizado neste último fim-de-semana pela administração do prefeito Gil Cutrim (PMDB), foi um grande sucesso e foi considerado pelos milhares de foliões como a melhor e maior festa carnavalesca que o município já experimentou.

O evento promovido no sábado (12) e domingo (13) nas dependências do Parque Municipal do Folclore Therezinha Jansen, localizado na orla marítima da Sede da cidade, reuniu mais de 150 mil pessoas que brincaram com segurança ao som de bandas maranhenses e de grupos de renome nacional, como Araketu e Chicabana.

A exemplo dos cinco dias do Carnaval tradicional de Ribamar, também organizado pela administração Gil Cutrim, no Lava-Pratos 2011 não foram registradas ocorrências graves, segundo informações do Comando de Policiamento Metropolitano. Isso foi fruto do excelente esquema de segurança organizado pela Polícia Militar e que contou com o total apoio da Prefeitura.

“Os policiais militares estavam em peso na cidade. Outro ponto positivo foi a presença dos seguranças privados contratados pela Prefeitura. Nós, foliões, tivemos a oportunidade de brincar com segurança, aproveitando uma programação cultural maravilhosa”, afirmou a funcionária pública estadual Maria do Rosário Lima.

Para a estudante Aline Rodrigues, moradora de São José de Ribamar, o município se encheu de alegria ao receber milhares de foliões oriundos de todas as partes do Maranhão e do Brasil. “Nunca tinha visto tanta gente aqui no Lava-Pratos de Ribamar. Como brincante e moradora da cidade, fiquei muito feliz em constatar que a festa transcorreu de maneira tranqüila. O Lava-Pratos tem que ser sempre assim: somente alegria e paz”, disse.

A presença de foliões de outros estados também foi outra marca registrada do Lava-Pratos 2011. O mineiro Fábio Lacerda, além de conhecer os pontos turísticos de São José de Ribamar, aproveitou para se esbaldar na folia juntamente com a família. “A festa foi linda e muito segura. Pode ter certeza que recomendarei o Lava-Pratos a toda Minas Gerais”.

Presente nos dois dias do evento, o prefeito Gil Cutrim ficou satisfeito com o resultado do Lava-Pratos 2011. “Foi uma festa tranqüila, na qual todos puderam extravasar somente alegria. Estou extremamente satisfeito com o resultado do evento, que é feito pelo povo e para o povo”.

Representando a governadora Roseana Sarney na festa, o ex-prefeito e atual secretário-chefe da Casa Civil do Governo do Estado, Luis Fernando Silva, não poupou elogios ao prefeito Gil Cutrim que, segundo ele, está realizando um governo popular e que fará ainda muito mais pelos ribamarenses. “O Lava-Pratos é apenas um exemplo da administração eficiente que o prefeito Gil vem executando. Ele está trabalhando em todos os setores do município levando mais benefícios para o povo. O Gil é um gestor competente e que, sem dúvida nenhuma, fará a melhor administração que esta cidade já presenciou”.

(Da assessoria)

Alexandre Almeida é indicado para integrar o Conselho do Fundeb

Por Luís Pablo Política
 

O deputado estadual Alexandre Almeida (PTdoB) foi indicado como membro titular do Conselho de Acompanhamento, Controle Social, Comprovação e Fiscalização do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (FUNDEB).

O Conselho Estadual do Fundeb foi criado através da Lei Estadual nº 8.606, de 10 de maio de 2007, com o objetivo de acompanhar e analisar a aplicação dos recursos do Fundo no Maranhão. As reuniões são mensais e no fim de cada ano, um relatório é enviado ao Ministério da Educação.

Fazem parte do Conselho 18 titulares e respectivos suplentes, para um mandato de dois anos. Os conselheiros representam o Poder Executivo, Estadual e Municipal; Conselho Estadual de Educação; Undime; CNTE; Sintep; Sindicatos dos Estabelecimentos de Ensino; pais de alunos e estudantes, totalizando 13 instituições.

O Conselho do Fundeb regimentalmente tem 11 atribuições. Dentre elas, acompanhar e controlar a distribuição, transferência e aplicação dos recursos do fundo. Também, supervisionar a realização do Censo Escolar e emitir pareceres sobre as prestações de contas dos recursos.

O Fundeb atende toda a Educação Básica. Ele substituiu o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef), que financiou a Educação Pública de 1997 a 2006, mas sem incluir a Educação Infantil e o Ensino Médio. O Fundeb está em vigor desde janeiro de 2007.

Alexandre Almeida considera a atuação dos Conselhos de grande responsabilidade. “Desejamos e esperamos participar ativamente das atividades do Conselho, pois entendemos que a atuação dos mesmos é fundamental para a transparência dos repasses públicos”, declarou.

(Agência Assembleia)

Estimativa do FPM para Pindaré Mirim em 2011 é de mais de 1 milhão; onde vão investir?

Por Luís Pablo Política
 

A Secretaria do Tesouro Nacional disponibilizou em sua página na Internet a estimativa de repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) para o ano de 2011. O valor global estimado é de R$ 55.926.322.089,00, calculado à base de 23,5%, sendo deduzidos 20% dos valores a serem repassados, exceto no caso do adicional de 1% do FPM.

Os cálculos individualizados por município, tomam por base o valor global de repasse do FPM, estimado pela Secretaria do Tesouro Nacional, cuja distribuição dos coeficientes constantes da Decisão Normativa nº 109, de 29 de novembro de 2010, foi elaborada pelo Tribunal de Contas da União (TCU), que se baseou na estimativa de população para os Municípios, em 01/08/2010, preparada pelo IBGE.

Conforme esses dados, o município de Pindaré Mirim receberá neste ano de 2011 a quantia de R$ 1.346.887,91 (Hum milhão, trezentos e quarenta seis reais, oitocentos e oitenta e sete e noventa e um centavos). Agora, cabe à população acompanhar e fiscalizar onde e como a prefeitura vai investir este recurso.

Abaixo a previsão de recursos do FPM para Pindaré Mirim em 2011:

Acorda, Bia Venâncio! Olha como está um descaso a tua administração

Por Luís Pablo Política
 

No Maiobão, a população anda revoltada com a péssima administração que a prefeita Bia Venâncio vem fazendo. Os moradores sofrem por falta de infraestrutura, as ruas do bairro sofrem um verdadeiro descaso com buraqueiras, crateras e a falta de saneamento básico.

A situação da área rural de Paço do Lumiar de Tendal, Mojó, Iguaíba, Cururuca entre outros povoados é caótica e lamentável.

No município não existe fiscalização no trânsito, porque não tem guardas municipais, ninguém fiscaliza as ações dos motoristas e quem sofre é o povo com frequentes acidentes de trânsito que acabam em mortes.

Cadê os vereadores que não fiscalizam as ações da Prefeita Bia Venâncio?

Veja abaixo o resultado de um voto errado. Imagens das ruas do Maiobão:

Rua 143; os moradores não tem mais acesso por conta do mato que invadiu.

Rua 112; o lixão já está tomando conta da rua

Av. 07; o carro vermelho fica atolado no buraco

Rua 01; aqui o acesso de carros é quase impossível

Av. 01; o acesso é precário

Irmão de prefeito está querendo deixar “Salgado” a situação do blog

Por Luís Pablo Política
 

Só para recordar os fatos:

O irmão do prefeito perto de Santa Inês não para de falar no titular deste blog pelos cantos. Liga dia e noite pra se reclamar porque o blog está denúnciando as falcatruas de seu irmão prefeito.

Pensa ele que o blog vai se corromper por um preço “Salgado”, como já é de costume fazer procurando as pessoas. Pois está muito enganado com isso!

As denúncias só começaram.

Valor da cesta básica em São Luís aumentou em fevereiro

Por Luís Pablo Cidade
 

O valor da Cesta Básica volta a subir em São Luís em fevereiro deste ano. Segundo cálculos do Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (Imesc), órgão da estrutura da Secretaria de Estado de Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplan), a cesta atingiu o valor de R$ 192,01. Comparando com o mês anterior (jan de 2011), a Cesta Básica apresentou um acréscimo de R$3,12, ou seja, uma variação de 1,6%.

O presidente do Imesc, Fernando Barreto, revelou que entre os doze produtos que compõem a cesta, oito apresentaram acréscimos em seus preços médios: banana (8,4%), tomate (5,6%), farinha (5,3%), óleo (5,1%), carne (2,8%), leite (1,7%), café (1,5%) e açúcar (1,2%), sendo que a banana, o tomate, o óleo, o leite e o açúcar continuam com a tendência de aumento.

Quanto aos quatro demais itens, o feijão (-5,4%); a manteiga (-4,9%), o pão (-1,6%) e o arroz (-0,7%), apresentaram uma queda em seus respectivos preços, com destaque para o feijão, que sofreu uma forte redução pelo segundo mês consecutivo, visto que no mês anterior havia registrado uma variação de (-9,5%)?, contabilizou Barreto.

Dessa forma, o trabalhador que ganha um salário mínimo comprometeu 37,6% da sua renda e tomando por base uma jornada mensal de trabalho de 220 horas por mês, ele precisou laborar 82 horas e 49 para adquirir esses produtos, restando, portanto 62,4% para outras despesas como habitação, vestuário, transporte, higiene e lazer.

Comparativo – Já nas 17 capitais em que o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE) calcula mensalmente a Cesta Básica, o valor auferido para o mês de fevereiro de 2011 foi de São Paulo (R$261,18), Porto Alegre (R$256,51), Manaus (R$252,75), Brasília (R$250,48), Rio de Janeiro (R$249,02), Belo Horizonte (R$246,63), Vitória (R$246,31), Curitiba (R$245,15), Goiânia (R$241,53), Florianópolis (R$241,47), Belém (R$228,94), Natal (R$221,15), Fortaleza (R$213,75), Recife (R$211,40), Salvador (R$210,44), João Pessoa (R$203,26) e Aracaju (R$190,66).

Dessas capitais, nove apresentaram redução em seus preços, Florianópolis (-2,07%), Brasília (-2,02%), Vitória (-1,58%), Natal (-1,53%), Rio de Janeiro (-1,28%), Fortaleza (-1,25%), Manaus (-1,19%), São Paulo (-0,03%) e Goiânia (-0,02%) e oito capitais sofreram aumento, com destaque para Aracaju, Curitiba e Recife, com variações de 4,32%, 3,36% e 3,20%, respectivamente.