Josilda lidera pesquisa no município de Bom Jesus das Selvas

Por Luís Pablo Política
 

Blog do Décio

Josilda do Padre

A candidata Josilda do Padre (PMDB) lidera as intenções de voto para a Prefeitura de Bom Jesus das Selvas, segundo levantamento feito pelo instituto Opinião, de Imperatriz. O instituto ouviu 342 pessoas no último dia 29.

No levantamento espontâneo, quando não é mostrado o nome dos candidatos ao entrevistado, Josilda aparece com 18,71% das intenções de votos contra 16,96% do atual prefeito Luiz Sabry Azar (DEM).

Na sequência surgem os candidatos Adalberto Filho (7,02%), o vice-prefeito Cinei (2,34%), a ex-prefeita Maria Lira (2,05%), Teide (1,46%) e Mozinho (0,29%). O percentual das pessoas que não souberam ou não quiseram responder chegou a 51,17%.

Já na pesquisa estimulada, quando é mostrado o nome dos candidatos aos entrevistados, Josilda aparece com 24,85% das intenções de votos contra 20,47% de Sabry.

O prefeito tem também a maior rejeição entre todos os candidatos: 57,60% contra 8,77% de Josilda, 8,48% de Teide, e 7,89% de Abdalla Filho. Nesse quesito, os entrevistados responderam a pergunta “para quem você não daria o seu voto de forma alguma?”.

Já a administração de Sabry foi desaprovada por 71,64% da população. Esse número corresponde ao percentual das pessoas que classificaram a gestão do democrata de “péssima”, “ruim” e “regular negativo”.

Após inúmeras denúncias, MP pedirá afastamento de toda diretoria da FMF

Por Luís Pablo Esporte
 

Na manhã de hoje, 31, o presidente da Liga Imperatrizense de Futebol, Esmeraldo Batista Sousa Júnior e o presidente do JV Lideral, Walter dos Santos Lira, prestaram depoimentos na 8ª Promotoria de Justiça Especializada no Consumidor, dentro do Inquérito Civil Público instaurado para apurar indícios de irregularidades na Federação Maranhense de Futebol (FMF).

Presidente Alberto Ferreira

Nos depoimentos, ouvidos pela segunda Promotora de Justiça de Defesa do Consumir, Lítia Cavalcante, que está concluindo o inquérito civil público, comprometem a gestão da Federação a desfavor de Alberto Ferreira.

Os dois presidentes (Esmeraldo Júnior e Walter Lira) confirmaram todas as inúmeras irregularidades da FMF cometidas pelo presidente Alberto Ferreira.

O inquérito será emitido a Justiça ainda nesta semana e a promotora vai pedir o afastamento de toda Diretoria da Federação. Aguardem!

Governo envia ao Congresso proposta com salário mínimo de R$ 619,21

Por Luís Pablo Política
 

Do Ucho.Info

A ministra do Planejamento, Miriam Belchior, entregou nesta manhã ao Congresso o projeto de Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2012. Após o ato de entrega, no gabinete da Presidência do Senado, a ministra anunciou que o valor previsto para o salário mínimo no ano que vem é R$ 619,21.

Esse valor corresponde a um reajuste de 13,6% em relação ao salário mínimo atual, de R$ 545.

O projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2012, aprovado pelo Congresso em julho, previu salário mínimo de R$ 616,34 para 2012.

Essa previsão foi baseada na regra em vigor desde 2007, que determina o reajuste do mínimo pela reposição da inflação pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) e aumento real pela taxa do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos anteriores.

Acompanharam a cerimônia de entrega de hoje o presidente da Câmara, Marco Maia; o presidente do Senado, José Sarney; e o relator da proposta de Orçamento de 2012, deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP). As informações são das agências “Senado” e “Câmara”.

Deputado Antonio Pereira é o novo comandante do DEM de Imperatriz

Por Luís Pablo Política
 

Cláudio Brito
Agência Assembleia

O deputado Antonio Pereira (DEM) é o novo comandante dos democratas de Imperatriz e da Região Tocantina. O anúncio foi feito no domingo (30), pelo vice-presidente regional do DEM, Ricardo Guterres, durante o encontro do partido, realizado na Câmara Municipal de Imperatriz.

Deputado Antonio Pereira

Para Ricardo Guterres, Antonio Pereira merece a confiança dos democratas de Imperatriz e da Região Tocantina. Recentemente, o deputado Antonio Pereira transferiu novamente seu domicílio eleitoral para Imperatriz, seu principal reduto político.

Antônio Pereira elogiou o trabalho desenvolvido pela direção anterior do partido, e reafirmou o compromisso de apresentar um novo DEM, mais forte e em condições de brigar por todos os cargos nas eleições de 2012.

O parlamentar prometeu continuar trabalhando pro todos. “Quero trabalhar para que possamos eleger o prefeito, o vice-prefeito e a maioria dos vereadores. Se nosso partido forte, eu também serei forte. este é o meu propósito”, disse Antonio Pereira.

CANDIDATA

O democrata destacou a pré-candidatura da secretária de saúde do município de São Mateus, Rosângela Curado, a prefeita de Imperatriz. O lançamento da candidatura acontecerá em outro grande ato político. Está prevista uma grande festa popular em Imperatriz.

Durante o encontro, foi apresentada a Comissão Provisória do partido. O encontro reuniu pré-candidatos a prefeito do DEM e de outros partidos, como Miguel Marconi (Amarante), Francisco Nunes (Senador La Rocque), Julimar (Davinópolis) e Nelson Castilho (Montes Altos).

Orçamento do 'Minha Casa, Minha Vida' será menor em 2012

Por Luís Pablo Política
 

LORENNA RODRIGUES
DE BRASÍLIA

O projeto de lei orçamentária de 2012, enviado pelo governo nesta quarta-feira ao Congresso Nacional, destina um montante menor para o programa “Minha Casa, Minha Vida” do que o previsto neste ano.

De acordo com o projeto, o orçamento do programa será de R$ 11 bilhões no próximo ano, contra R$ 12,7 bilhões da dotação de 2011.

Apesar de o orçamento total do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) ter aumentado, houve redução nos valores destinados para vários segmentos do programa, como habitação, adequação e construção de rodovias, portos, hidrovias e eclusas e estudos para o setor de energia e petróleo.

No caso das rodovias, por exemplo, o orçamento passou de R$ 6,8 bilhões para R$ 6,7 bilhões.

PETROBRAS

O projeto prevê ainda que os investimentos da Petrobras serão quase R$ 1 bilhão menor em 2012. O montante previsto para investimento da estatal no país passou de R$ 78,7 bilhões neste ano para R$ 77,9 bilhões no próximo.

Já os investimentos da Eletrobras aumentaram, passando para R$ 10,1 bilhões – era de R$ 8 bilhões em 2011.

SINDSALEM: nota a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Maranhão

Por Luís Pablo Política
 

Recebi um e-mail do Sindicato dos Servidores da Assembléia Legislativa – SINDSALEM pedindo para publicar sua pauta de reivindicação para Mesa Diretora da Casa e publicarei na integra. Veja abaixo:

Os Servidores da Assembléia Legislativa, organizados através do Sindicato dos Servidores da Assembléia Legislativa-SINDSALEM, decidiram, em Assembléia Geral, reiterar sua pauta de reivindicação junto à Direção da Assembléia Legislativa do Maranhão – ALEMA, no sentido de garantir os direitos que possam melhorar suas condições salariais. Fazem parte desta pauta o imediato aumento do ticket alimentação, congelado há quatro anos, de R$ 200,00 para R$ 500,00; a aplicação do artigo 25A do atual Plano de Cargos, Carreira e Vencimento – PCCV referente ao Adicional de Qualificação; a aprovação de três resoluções que versam sobre Plano de Saúde, Ticket Alimentação e Auxilio Transportes; a retificação do atual reajuste de 5,9% do PCCV; e por último, uma nova reforma do atual PCCV com vista à sua aplicação em maio de 2012. Entendemos que essas demandas restritas a, aproximadamente, 483 servidores efetivos e estáveis, está longe de ser um entrave para o equilíbrio da Lei de Responsabilidade Fiscal.

Ao contrário achamos que o desequilíbrio se encontra é no inchaço de funcionários comissionados. Se não, vejamos: dos 2.050 funcionários da casa, aproximadamente, 483 são efetivos e estáveis, incluindo aí apenas 19 concursados. Dos 42 deputados cada um tem direito a 19 assessores que resulta num total de 798. Sobram então 775 em cargos de comissão, cargos técnicos dos setores de comunicação, Procuradoria, Recursos Humanos, Manutenção, etc., que deveriam ser ocupados por concurso público ou por servidores permanentes da Casa.

Da proposta orçamentária anual (2011) da ALEMA (R$ 199.888.203) a maioria é gasta com pessoal (R$ 121.305.590) e deste valor, grande parte (R$ 64.221.973), só com gabinetes dos deputados.

Dito isto, esperamos que nos próximos dias a Mesa Diretora da ALEMA receba a Direção do SINDSALEM, junto com uma comissão de base da categoria, e apresente algo de concreto que venha atender às nossas demandas e assim evitar processos judiciais e mobilizações internas e externas com formam de fazermos valer nossos direitos.

ASSINA
SINDSALEM

Após a nomeação de Olga na SECT, PT poderá romper com o governo

Por Luís Pablo Política
 

Secretária Olga Simão

A governadora Roseana Sarney (PMDB) nomeou ontem, 30, a auxiliar Olga Simão na Secretaria de Ciência e Tecnologia – SECT.

Mesmo sem entender absolutamente nada sobre o setor, Olga Simão segue no governo como uma verdadeira piada.

A decisão da governadora de colocar Olga na SECT pode custar muito caro. Tudo porque, alguns petistas não ficaram conformados com a nomeação da auxiliar em uma Pasta na qual não tem a mínima noção.

Após a saída de João Bernardo Bringel da Ciência e Tecnologia para Educação, o partido (PT) brigava pela SECT e defendia o nome do professor universitário Dimas Salustiano para ocupar a vaga.

Frustrados e arrependidos com a aliança que fez com o PMDB de Roseana, em 2010, o grupo (PT) ligado ao vice-governador, Washington Luiz Oliveira, poderá não fazer o mesmo em 2012, na sucessão dos principais municípios, como em São Luís, por exemplo.

Em conversar com um petista ontem, 30, antes da publicação da nomeação de Olga, perguntei se a pasta não fosse entregue para o partido qual seria a posição dos petistas. Com muita clareza o petista respondeu “se não for do PT, o partido caminhará para o rompimento” afirmou.

Só resta aguardar!

Que orgulho: Bumba-meu-boi é Patrimônio Cultural do Brasil

Por Luís Pablo Maranhão
 

O bumba-meu-boi do Maranhão é o mais novo Patrimônio Cultural do Brasil. O registro foi aprovado pelo Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural nesta terça-feira (30) durante reunião na sede do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), em Brasília.

A reunião foi no Salão de Atos do Palácio dos Leões, em São Luís, por meio de teleconferência que contou com a participação de cantadores de boi, pesquisadores da cultura, produtores culturais, secretários de Estado e integrantes dessa festa tradicional maranhense que reúne várias manifestações culturais tendo o boi como centro do universo místico-religioso.

A ministra da Cultura, Ana de Hollanda, presente na reunião em Brasília, foi quem anunciou o resultado da votação e disse que, como admiradora da cultura maranhense, estava muito feliz com o título dado à expressão do folclore do estado.

“Pelo que foi destacado aqui está é uma manifestação única e parabenizo pelo trabalho brilhante apresentado”, destacou a ministra. O projeto apresentado ao conselho teve como relator Luiz Phelipe Andrés, conselheiro Integrante da Câmara Imaterial.

O trabalho apresentado pela comissão maranhense foi elogiado pelo presidente do Iphan, Luiz Fernando de Almeida.

A pesquisadora e folclorista Zelinda Lima acompanhou a votação e declarou ser esse é um momento de grande alegria para a cultura maranhense. Ela se lembrou o inicio da história do bumba-meu-boi e dos tempos em que havia discriminação aos integrantes.

O presidente da Liga Independente de Bumba Meu Boi, José Lobato, amo do Boi de Morros, disse que essa é uma grande vitória para a cultura do estado. “A gente sabe que um povo sem cultura e sem história não existe e esse título é um reconhecimento dessa festa maranhense e que será ainda mais perpetuada para as futuras gerações”, disse.

A pesquisadora Ester Marques observou que o registro é o primeiro momento para que se possa parar e discutir os sotaques de bumba-meu-boi que se tem hoje.

“Há uma grande discussão em todos os níveis porque tantas transformações e mudanças no bumba-meu-boi, mas nunca tivemos um fórum onde a gente pudesse discutir o que realmente está acontecendo. Então, o registro é o primeiro momento para a gente organizar uma comissão de salvaguarda do boi”, destacou.

Jaqueline Roriz escapa da cassação em votação secreta na Câmara

Por Luís Pablo Brasil
 

O plenário da Câmara dos Deputados livrou a deputada Jaqueline Roriz (PMN-DF) no processo que a acusava de quebra de decoro parlamentar por vídeo em que aparecia recebendo dinheiro do pivô do “mensalão do DEM”, Durval Barbosa. 265 deputados votaram pela absolvição da deputada, enquanto 166 votaram pela cassação e 20 se abstiveram. Ao todo, votaram 451 deputados.

Preocupado em garantir que os votos fossem secretos, o presidente da Câmara, Marco Maia, chegou a pedir que a imprensa deixasse o plenário durante a votação, mas voltou atrás. Partidos como o PSOL, o PPS, o PV e o PSDB, anunciaram ter orientado suas bancadas a votar pela cassação da deputada.

Deputada Jaqueline Roriz

O relator do processo, deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP), foi ao púlpito para defender a cassação de Jaqueline. Ele argumentou que a própria Constituição prevê a percepção da vantagem indevida como ato indecoroso, sem restrição temporal ou vinculação com ato ilícito. Por sua vez, o advogado de defesa, José Eduardo Alckmin, disse que o julgamento devia basear-se em caso anterior, envolvendo o ex-ministro Raul Jungmann, que foi arquivado. “É defesa que se faz em relação a todos os mandatos”, disse.

Ao tomar a palavra no plenário, Jaqueline Roriz fez um discurso pautado pela tentativa de comover os colegas e eleitores.

A deputada criticou a mídia, da qual disse ser vítima: “Infelizmente, vivemos em tempos em que parcela da mídia saí destruindo. O que é importante é a execração pública.” No discurso, ela embargou a voz e citou doença do filho, sem qualquer relação aparente com o processo. Durante sua fala, jovens realizaram um protesto, dando as costas para a tribuna.

Nas costas de suas camisetas, apelos pela cassação. Jaqueline deixou o plenário antes da divulgação do resultado.

Caso. Durante a campanha eleitoral de 2006, a deputada Jaqueline Roriz e seu marido, Manuel Neto, foram flagrados recebendo um maço de dinheiro das mãos do ex-secretário de Relações Institucionais do DF e do delator do mensalão, Durval Barbosa. O vídeo, divulgado com exclusividade pelo portal estadão.com.br, foi gravado na sala de Barbosa. O esquema foi desmantelado pela operação Caixa de Pandora, da Polícia Federal, e acabou derrubando o governador José Roberto Arruda.

Embora tenha admitido que o dinheiro era de propina, a defesa da deputada sustenta o argumento de que ela não poderia ser julgada pela Câmara por não ser ainda deputada em 2006, quando recebeu o dinheiro. A deputada teve a cassação recomendada pelo Conselho de Ética por 11 votos a 3.

Mais cedo, cerca de 50 pessoas fizeram uma manifestação na via que dá acesso ao Congresso Nacional pedindo a cassação de Jaqueline. Os manifestantes trouxeram água e sabão e fazem uma “limpeza” da rua. Eles seguraram faixas pedindo a cassação da parlamentar. Faixas também foram espalhadas por Brasília pedindo a cassação, mas algumas delas já foram retiradas. Restaram inscrições feitas com tinta no chão das ruas. (Do Estadão).

Contrato entre a PMR e a Assembleia Legislativa foi assinado por um militar

Por Luís Pablo Política
 

Presidente Arnaldo Melo

Despertou interesse entre os deputados estaduais o contrato assinado pela Assembleia Legislativa e a PMR Táxi Aéreo ao valor de quase meio milhão de reais. Um contrato estranho.

O primeiro-secretário da Mesa Diretora, deputado Hélio Soares, garantiu hoje ao blog que não tem certeza se assinou o contrato. Pelo regimento interno da Casa, o primeiro-secretário assina todos os contratos junto com o presidente. Soares se mostrou surpreso com o valor e com a empresa contratada.

Além de ter participado sozinha do pregão presencial, a PMR não explica quantas horas de voo serão estipuladas e o valor de cada uma.

Sem contar que o contrato foi assinado por um capital da polícia militar do Estado de Pernambuco, Adauto José de Souza Lima Júnior, representando a PMR. Desde quando um oficial da PM pode fazer negócios com o Poder Público? Como a Assembleia Legislativa se permite negociar valores altíssimos com um militar? Só mesmo no Maranhão.

O oficial da PM, que no contrato representa a PMR, encontra-se licenciado para pilotar as aeronaves do GTA. Mas, pelo visto, o militar atua mesmo é como dono ou representante da empresa.

A PMR é uma empresa que aluga aeronaves para os governos do Maranhão e Amapá, ambos sob a influência do senador José Sarney. Nos contratos com os dois estados, o secretário de Segurança Pública, Aluísio Mendes, atuou de forma decisiva.

A empresa foi citada pela imprensa nacional por suspeita de contratos superfaturados e, por isso, passa por investigação federal.

Abaixo a publicação do contrato do diário oficial do dia 22/08/2011: