Polícia Federal intercepta telefonema que compromete secretário de São Luís

Por Luís Pablo Política
 
Vereador Ivaldo Rodrigues

Vereador Ivaldo Rodrigues

O vereador licenciado e secretário de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa) da Prefeitura de São Luís, Ivaldo Rodrigues (PDT), entrou na linha da investigação da Operação Pegadores, da Polícia Federal para combater o desvio de recursos da Secretaria de Estado da Saúde.

Os federais interceptaram um telefonema que compromete o secretário no ‘esquemão da saúde’. A ligação é da ex-subsecretária de Saúde, Rosângela Curado, falando com o médico Péricles Silva Filho, sócio do instituto ICN, sobre nomeações para o Hospital da Vila Luizão, em São Luís-MA.

Curado chega a botar no viva-voz a ligação com Péricles para convencer Ivaldo Rodrigues de quem não foi contratado ninguém para aquele unidade hospitalar, que funciona no reduto eleitoral do secretário.

Ex-chefe de gabinete do vereador, Júlio César Oliveira Gonçalves, também é citado no relatório da Polícia Federal como beneficiário do ‘esquemão da saúde’.

VEJA AS PROVAS ABAIXO:

Roseana chama Gastão Vieira de “traidor” em reuniões reservadas

Por Luís Pablo Política
 
Gastão Vieira e Flávio Dino

Gastão Vieira e Flávio Dino

A ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) não engoliu o apoio do ex-ministro do Turismo e presidente do PROS, Gastão Vieira, ao governador Flávio Dino (PCdoB).

Em reuniões reservadas com políticos e empresários, Roseana tem sido direta ao responder sobre o embarque de Gastão ao governo comunista: “é um traidor”.

Fontes do Blog do Luís Pablo informaram que o ex-presidente José Sarney também não gostou do posicionamento de Gastão Vieira. Aos mais próximos, Sarney tem demonstrado sua insatisfação.

APOIO COMUNISTA

Neste final de semana, o ex-ministro Gastão declarou apoio público a Flávio, durante ato político do governo no município de Brejo-MA.

Em discurso, o ex-aliado do grupo Sarney disse que tomou a “decisão certa” em apoiar à reeleição de Dino. E completou: “É por isso que estou aqui hoje. Porque eu acredito na sua capacidade de trabalho, mas acredito muito mais no seu amor pelo Maranhão.”

Quem gosta de Gastão torce para que não tenha o mesmo destino do ex-governador e deputado federal Zé Reinaldo Tavares.

PF encontrou mais de R$ 1 milhão em cheques no cofre do médico Mariano

Por Luís Pablo Política
 

Médico Mariano preso em Pedrinhas

Médico Mariano preso em Pedrinhas

Documentos obtidos pelo Blog do Luís Pablo revelam que a quadrilha que se instalou na Secretaria de Estado da Saúde, no Governo Flávio Dino, roubou dinheiro público muito mais do que se possa imaginar.

Na documentação, a PF diz que ao cumprir os mandados de busca e apreensão em Teresina-PI, na residência do médico Mariano de Castro Silva, foi encontrado um pequeno cofre.

Ao abrir o cofre, a polícia encontrou 30 folhas de cheque da empresa BRASILHOSP, que pertencente ao seu comparsa Luiz Marques Barbosa Júnior. Cada cheque no valor de R$ 10.500,00, com vencimentos mensais, totalizando créditos de R$ 315.000,00.

E não para por aí: no mesmo cofre, a PF também encontrou 59 folhas de cheque no valor de R$ 20.000,00 cada um. Todos em nome da empresa Márcio V.P Santos ME, totalizando créditos de R$ 1.180.000,00, em parcelas mensais.

No total, as 89 folhas de cheques alcançam o valor total de R$ 1.450.000,00 (hum milhão e quatrocentos e cinquenta mil reais) e se estendem até março de 2021.

A Polícia Federal realizou a Operação Pegadores no dia 16 deste mês, mas somente na última quarta-feira, dia 22, que o material apreendido na casa do médico Mariano chegou à sede da PF. Os federais iniciaram a análise do material no dia seguinte, na quinta-feira, dia 23.

Ministério Público pede condenação de Domingos Dutra em Paço do Lumiar

Por Luís Pablo Política
 
Prefeito Domingos Dutra

Prefeito Domingos Dutra

O Ministério Público do Maranhão (MP-MA) ingressou uma Ação Civil Pública contra o prefeito de Paço do Lumiar, Domingos Francisco Dutra Filho. A ação é da 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de Paço do Lumiar referente ao dia 20 de Novembro e pede a condenação do gestor por improbidade administrativa.

Segundo o MP-MA, a ação pode levar à perda da função pública, suspensão dos direitos políticos de 3 a 5 anos, pagamento de multa de até 100 vezes o valor de sua remuneração como prefeito e à proibição de contratar ou receber benefícios do Poder Público pelo prazo de três anos. Também foi pedida a condenação do prefeito ao pagamento de danos morais difusos no valor de R$ 50 mil.

Para a MP-MA, o município descumpre a Lei de Acesso à Informação e não possui Portal da Transparência adequado à exigência legal. Em 27 de janeiro foi encaminhado uma recomendação ao município para a regularização de pendências no Portal de Transparência, com prazo de 60 dias. Em resposta, a Procuradoria do Município sustentou que não haveria prova que demonstrasse a inoperância do site.

Em 27 e 28 de abril de 2017, segundo o Ministério Público, uma avaliação da Assessoria Técnica da Procuradoria Geral de Justiça concluiu pela inadequação do site. Dentre os problemas apontados estão a impossibilidade de acompanhar, em tempo real, a execução orçamentária e financeira da receita e despesa, falta de conteúdo nas seções Pessoal, Prestação de Contas, Licitações e Contratos e Convênios e Patrimônio.

Também não constavam informações sobre a estrutura organizacional do Município; endereços, telefones, e horários de atendimento de unidades; dados para acompanhamento de programas, ações, projetos e obras; além de ferramentas que garantissem o acesso de pessoas com deficiência.

No dia 1° de novembro foi realizada uma nova análise, quando identificou-se a impossibilidade de acompanhamento em tempo real de receitas e despesas, falta de conteúdo na seção Legislação, dentre outras irregularidades no site, segundo o MP-MA.

Júnior Verde recebe título em Balsas

Por Luís Pablo Política
 

Durante uma importante audiência pública sobre Reforma Agrária, realizada na Câmara Municipal de Balsas, o deputado estadual Júnior Verde (PRB) recebeu o título de Cidadão Balsense, concedido pelo vereador Tião Saraiva. Na oportunidade, também receberam o título o deputado Cleber Verde e o assessor parlamentar Bernardo Júnior.

Júnior Verde já trabalhou no município como policial civil e agora, como deputado estadual, tem contribuído com emendas parlamentares para o desenvolvimento econômico e social de Balsas, desde a construção de uma praça no povoado Aldeia até a pavimentação asfáltica de bairros e avenidas, além de sua luta, desde o início do mandato, para a entrega do hospital regional, recentemente inaugurado.

“O nosso compromisso só aumenta a cada dia. Sentia-me cidadão de Balsas de fato, agora de direito, a nossa responsabilidade se consolidou. Vamos continuar a lutar pelas demandas legítimas do povo do Balsas e do povo do Maranhão”, disse Júnior Verde.

A cerimônia contou com a participação do superintendente federal do INCRA, George; do representante do ITERMA, René; e do Instituto Terra Legal, Salé; dos prefeitos de Balsas, Dr. Henrique; de Riachão, Joabi; de Tasso Fragoso, Robert; e de Nova Colinas, Renato; entre outras autoridades.

TUDO EM CASA! Weverton Rocha vira compadre do advogado da JBS

Por Luís Pablo Política
 
Weverton Rocha e Willer Tomaz no batizado

Weverton Rocha e Willer Tomaz no batizado

O deputado Federal Weverton Rocha se tornou compadre do advogado do frigorífico JBS, Willer Tomaz.

Em sua rede social, Rocha fez questão de divulgar imagens do batizado do filho do advogado.

“Eu e Samya nos sentimos honrados em ser os padrinhos de consagração de Tomazinho”, escreveu o parlamentar em seu Instagram.

LAVA JATO

Willer Tomaz foi alvo de operação da Polícia Federal e teve a prisão preventiva decretada em virtude da delação de Joesley Batista, um dos sócios da JBS, que foi divulgada pelo jornal “O Globo”.

Comenta-se que o advogado é sócio do deputado federal na compra da TV Difusora, que tinha como proprietário Edinho Lobão, filho do senador Edison Lobão.

BOMBA! Deputado recebeu doação de investigada na Operação Pegadores

Por Luís Pablo Política
 
Deputado Zé Inácio

Deputado Zé Inácio

O deputado Zé Inácio (PT) recebeu uma doação de campanha de um dos investigados na Operação Pegadores, deflagrada pela Polícia Federal contra uma quadrilha que desviou mais de R$ 18 milhões da Secretaria de Saúde, entre 2015 e 2017 no Governo Flávio Dino.

A equipe de reportagem do Blog do Luís Pablo descobriu que a enfermeira Dália de Sousa Viegas Azoubel fez uma doação de R$ 5 mil para o parlamentar. A doação foi oficial.

O petista recebeu o dinheiro na campanha de 2014, ano em que se elegeu pela primeira vez deputado estadual.

Dália de Sousa não foi presa pela PF, mas teve suas contas bloqueadas pela Justiça Federal no valor de R$ 32 mil. Ela, segundo a polícia, foi funcionária fantasma recebendo salário médio de R$ R$ 2.029,95 do ICN, também recebendo pagamentos extras realizados por empresas de fachada investigadas nestes autos (ORC GESTÃO, ISMC e QUALITY).

Para se ter ideia, a enfermeira – segundo a PF, teve “um excedente de movimentação financeira de R$ 473.684,00 (quatrocentos e setenta e três mil seiscentos e oitenta e quatro reais).”

O titular do Blog procurou o parlamentar Zé Inácio, mas não obteve êxito. O espaço está aberto para divulgar o esclarecimento do deputado.

Abaixo as provas:

Mobilização do PR atrai milhares de partidários e consolida a força do deputado Josimar Maranhãozinho

Por Luís Pablo Política
 
Lideranças do PR no Maranhão

Lideranças do PR no Maranhão

O encontro estadual do PR que teve como tema “Mobilização para o Fortalecimento de Todos”, aconteceu na tarde de ontem, dia 26, no município de Santa Inês, interior do Estado do Maranhão.

O objetivo foi o fortalecimento da legenda visando às próximas eleições e um momento de confraternização entre as lideranças do partido, militantes e simpatizantes.

Nomes de peso da política maranhense prestigiaram o evento como o governador Flávio Dino, o presidente do PR no Maranhão, deputado Josimar Maranhãozinho, a presidente do PR Mulher, ex-prefeita Detinha, o ex-prefeito e pré-candidato a deputado Júnior Lourenço, os deputados Vinicius Louro e Otelino Neto, presidente em exercício da Assembleia Legislativa.

Clique e veja:

CADÊ O MP? Flávio Dino usa helicóptero da segurança pública com aliados

Por Luís Pablo Política
 
Flávio Dino usando helicóptero da segurança pública do MA

Flávio Dino usando helicóptero da segurança pública do MA

O governador Flávio Dino (PCdoB) vem usando o helicóptero do CTA (Centro Tático Aéreo) para fazer política em vários municípios do Maranhão.

O pior é que Flávio faz questão de registrar.

Na imagem acima, o governador chega a sorrir na foto com seus aliados políticos, deputado federal Rubens Pereira Júnior (atrás de Flávio) e o suplente de deputado estadual Marcos Caldas (de camisa azul ao lado do governador), além do secretário Felipe Camarão (Educação).

Os parlamentares fazem política na região do Baixo Parnaíba e foram na aeronave da Secretaria de Segurança Pública para participarem de atos do governo em Brejo, Santana do Maranhão e entre outras cidades maranhenses.

O Ministério Público precisa barrar essas ações abusivas, porque o helicóptero do CTA tem que ser utilizado em prol da segurança do Estado e não para sobrevoar com políticos.

Flávio Dino com a prefeita de Anapurus e lideranças políticas da região

Flávio Dino com a prefeita de Anapurus e lideranças políticas da região

Operação Pegadores: Justiça decreta prisão preventiva de quadrilheiros

Por Luís Pablo Política
 
Médico Mariano e Luiz Júnior

Médico Mariano e Luiz Júnior

A Justiça Federal converteu para prisão preventiva dos responsáveis por desviarem recursos da saúde pública do Maranhão, que foram alvos da Operação Pegadores, da Polícia Federal.

A decisão foi do juiz Márcio, do Juizado Especial, que está respondendo pela juíza substituta da 1ª Vara Criminal Paula Souza Moraes, que se licenciou apenas por alguns dias devido a um conjuntivite. Ela vai retornar na próxima semana.

O decreto da preventiva foi somente para Luiz Marques Barbosa Junior e o médico Mariano de Castro Silva, apontado como o operador do esquema.

A roubalheira na saúde foi detectada em novos contratos a partir do ano de 2015, na gestão do governador Flávio Dino. Os responsáveis pelo esquema eram servidores públicos com cargos de comando na Secretaria Estadual de Saúde (SES).