Helicóptero da polícia do MA está parado há dois anos por falta de manutenção

Por Luís Pablo Política
 
Helicóptero da polícia do Maranhão está parado há 2 anos

Helicóptero da polícia do Maranhão está parado há 2 anos

Um helicóptero da polícia, de última geração, que custou R$ 15 milhões, está parado há dois anos por falta de manutenção. Enquanto isso, o governo do Maranhão paga aluguel de outras aeronaves.

A aeronave está quebrada há mais de dois anos e desde o ano passado está desmontada numa oficina em São Paulo. O helicóptero foi pago a metade pelo Governo do Estado e a outra veio de um convênio com o Governo Federal.

A aquisição foi em 2010, e o EC-145 era considerado o mais moderno na área de segurança pública. A polícia maranhense foi a primeira da América Latina a adquirir uma aeronave como essa.

O EC-145 tem capacidade para voos noturnos, pode levar até 12 policiais em operações e chega a 300 quilômetros por hora. Ele é capaz de percorrer um canto a outro do Maranhão sem reabastecimento e tem capacidade para socorrer até duas pessoas, funcionando como UTI móvel. Daí a importância do helicóptero para a segurança pública.

Desde que o helicóptero sumiu dos céus maranhenses, o Governo do Estado mantém alugados outros três helicópteros, que estão atuando na área da segurança pública.

São aeronaves bem menores, com menos capacidade de operação e que já custaram aos cofres públicos quase 32 milhões de reais em aluguéis, desde 2018. Ou seja, em 2 anos, já se gastou o dobro do valor que o EC-145 custou ao governo.

O EC-145 está num hangar em Osasco, na região metropolitana de São Paulo, que pertence a HBR Aviação, empresa de manutenção de helicópteros.

O governo do Maranhão chegou a empenhar R$ 670 mil, ou seja, reservou esse valor para pagar o conserto da aeronave entre 2018 e 2019, mas só pagou R$ 237 mil à empresa no ano passado. Mas o helicóptero continuou parado. Neste ano, nenhum pagamento foi registrado no Portal da Transparência do governo estadual.

Para o tenente-coronel Josilei Albino, que é consultor em aeronaves usadas por forças policiais, deixar um helicóptero como este parado por tanto tempo é um desperdício.

Por meio de nota, a Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP) informou que o helicóptero, de propriedade do Estado do Maranhão, foi adquirido através de convênio com o Governo Federal no ano de 2010 e passou a apresentar problemas de funcionamento ainda no ano de 2012, após ser submetido à manutenção.

A SSP afirmou que foi realizada uma inversão na posição dos motores, problemas esses que perduraram nos anos subsequentes e que ocasionaram grande indisponibilidade operacional da aeronave em questão.

Ainda segundo a Secretaria de Segurança Pública, na atual gestão foram envidados esforços para que o problema fosse resolvido e a aeronave disponibilizada para voos sem restrições, tendo sido encaminhada para empresa de manutenção sediada em Osasco-SP, no dia 21 de janeiro de 2019.

“Foram então iniciados serviços de manutenção preventiva e corretiva, que não haviam sido concluídos em virtude da impossibilidade de pagamento da totalidade das faturas, haja vista crise orçamentária que afetou todos os estados da federação. Cabe lembrar que mesmo com a brusca elevação das cotações do dólar, moeda na qual são estabelecidos os valores praticados na manutenção aeronáutica, a Secretaria de Segurança Pública tem cumprido cronograma de pagamento dos débitos relacionados ao EC 145, que tem previsão de retorno às operações no início do mês de outubro do ano em curso”, alegou a Secretaria de Segurança Pública.

Em relação aos gastos com locação de helicópteros, que poderiam ser reduzidos com a utilização do EC145, a SSP afirmou que as três aeronaves locadas, modelo AS350B2 (Esquilo), que estão distribuídas nas bases de São Luís, Imperatriz e Presidente Dutra, são os helicópteros monomotor de pequeno porte mais utilizados em missões de segurança pública e defesa civil no mundo.

“Pela sua versatilidade e agilidade, o que é comprovado pelos excelentes resultados obtidos no nosso estado. No entanto, os Esquilos são aeronaves que operam apenas em condições visuais de voo e,portanto, são destinadas a atividades distintas do EC145, que é uma aeronave de médio porte, bimotor, que voa por instrumentos em condições críticas de visibilidade e que tem maior capacidade de transporte, tendo naturalmente custo operacional maior e realizando missões para as quais os Esquilos não são adequadamente equipados e homologados”, declarou a Secretaria.

A SSP finalizou dizendo que os dois tipos de aeronave devem ser empregados de forma complementar.

(Com informações do G1MA)

PESQUISA TABAJARA! Justiça diz que resultado apontando vitória de Enoque Mota em Pastos Bons é irregular

 
Pesquisa Tabajara aponta vitória de Enoque Mota

Pesquisa Tabajara aponta vitória de Enoque Mota

A juíza Lyanne Pompeu de Sousa Brasil, da 17ª zona eleitoral determinou a imediata suspensão de divulgação de pesquisa que apontou a liderança e vitória de Enoque Mota em Pastos Bons-MA.

De acordo com a juíza, trata-se de pesquisa irregular, o que já havia sido revelado em parecer do Ministério Público.

A empresa que fez a pesquisa deverá suspender qualquer divulgação dos dados, caso contrário poderá ser penalizada com multa diária no valor de R$ 5 mil reais.

O Blog do Maramais havia alertado para a suspeita de fraude na pesquisa. Além desta pesquisa, outra contratada pelo Posto Eduarda e que mostra Enoque na frente também deverá ser impugnada na Justiça.

Com a decisão, que considerou irregular o resultado em Pastos Bons, o eleitor da cidade passou a olhar com desconfiança os números espalhados por aliados de Enoque.

(Com informações do Maramais)

Investigações envolvendo Fred Campos seguem em sigilo

Por Luís Pablo Política
 

Fred Campos na mira da Justiça

Fred Campos na mira da Justiça

A apuração sobre suposta prática de lavagem de dinheiro e corrupção eleitoral envolvendo o empresário Fred Campos (PL), pré-candidato a prefeito de Paço do Lumiar, segue em sigilo.

O Ministério Público alegou que a medida foi decretada para garantir a eficácia das investigações.

O caso em questão é referente a vantagens que o pré-candidato estaria oferecendo de um posto de combustível a moradores de um condomínio, localizado em Paço do Lumiar.

As mensagens suspeitas trocadas com o síndico do condomínio chegaram ao conhecimento do Ministério Público, que deu início à apuração (REVEJA).

O procedimento tramita na 93ª Zona Eleitoral do Maranhão, desde o dia 19 de agosto, sob o comando da promotora Nadja Veloso Cerqueira. Vamos aguardar o desdobramento desse caso.

Pré-candidato Jadeco tem envolvimento com fraudes em licitações e contratos

Por Luís Pablo Política
 
Jadeco é proprietário da R&J Empreendimentos

Jadeco é proprietário da R&J Empreendimentos

Apoiado pelo prefeito de Apicum-Açu, Cláudio Cunha, o pré-candidato Jadeco, segue os mesmos passos do seu apoiador quando o assunto é uso indevido de dinheiro público.

No período de 2018 a 2019, a empresa R&J Empreendimentos Ltda da qual Jadeco é proprietário foi privilegiada pela prefeitura com contratos no valor total de R$ 3.238.063,22 em obras de engenharia prestadas para as Secretarias de Educação, Saúde, de Governo e Câmara de Vereadores.

Concursado pela Secretaria de Educação do Município, Jadeco atuou como motorista até 2018, ano em que a sua empresa foi escolhida para realizar as obras que não se sabe se ocorreram, ou se estavam condizentes com os gastos apresentados.

Levanta-se a questão para onde esse dinheiro das obras está efetivamente sendo investido, tendo visto que a campanha eleitoral de Jadeco está em andamento.

O caso já chegou ao conhecimento do Ministério Público que vai averiguar e tomas as devidas providências quanto as irregularidades nos processos licitatórios e execução de obras.

O prefeito Cláudio Cunha está com 08 Ações Civil Pública apresentada pelo Ministério Público na Comarca de Bacuri por diversas irregularidades na sua gestão municipal.

Veja o documento com os contratos firmados em 2019 com a empresa R&J Empreendimentos

Veja o documento com os contratos firmados em 2019 com a empresa R&J Empreendimentos

Veja o documento com os contratos firmados em 2019 com a empresa R&J Empreendimentos

Veja o documento com os contratos firmados em 2019 com a empresa R&J Empreendimentos

Veja o documento listando os processos licitatórios

Veja o documento listando os processos licitatórios

Prefeito de Itinga é multado em mais de R$ 1 milhão por propaganda antecipada e descumprimento de normas sanitárias

Por Luís Pablo Política
 

Prefeito Lúcio Flávio

Prefeito Lúcio Flávio

O prefeito de Itinga do Maranhão, Lúcio Flávio Araújo Oliveira, foi denunciado por propaganda eleitoral antecipada e pelo descumprimento às normas sanitárias de enfrentamento ao novo coronavírus, ao promover aglomeração de pessoas durante uma caravana política na Zona Rural do município, realizada no dia 15 de agosto.

Diante da denúncia, o Ministério Público do Maranhão ajuizou, na última sexta-feira (4), uma Ação Civil Pública (ACP) por improbidade administrativa contra o prefeito. A Promotoria compreendeu que, além do descumprimento às normas da Justiça Eleitoral, o prefeito também desobedeceu aos princípios da Administração Pública.

“Atentou contra o princípio da moralidade, da impessoalidade e da honestidade, porque agiu desta forma em benefício próprio e exclusivo, visando à sua reeleição, arregimentando correligionários políticos e aglomerando a população em torno de si, em comunidade carente, indiferente ao interesse público maior, que é a vida das pessoas, as quais de há muito também estão privadas de diversas atividades, inclusive profissionais, em razão da pandemia”, disse o promotor de justiça Tiago Quintanilha Nogueira.

Em decorrência das infrações, o prefeito deve arcar com uma multa de até cem vezes o valor do seu salário, que atualmente é R$16.592,00. Lúcio Flávio pode pagar até R$ 1.659.200, 00 de multa; além das despesas processuais. Para ser assegurado o pagamento da multa, o Ministério Público pediu a indisponibilidade de todos os bens que estejam em nome do gestor municipal.

O prefeito confirmou a participação no evento, mas negou que tenha pedido votos durante a caravana. Após notificação pela Promotoria, o Ministério Público Eleitoral encaminhou o caso à 98ª Zona Eleitoral do Estado do Maranhão.

Bruno Silva dialoga com pré-candidatos em Coelho Neto

Por Luís Pablo Política
 

A poucos dias de oficializar a candidatura à prefeitura de Coelho Neto, Bruno Silva (PP) esteve reunido com pré-candidatos a vereadores aliados, a fim de alinhar os últimos detalhes para a realização da convenção partidária.

O evento está previsto para acontecer no próximo sábado (12), às 18h, no Espaço Monalisa. A assessoria jurídica da campanha do grupo de Bruno Silva participou da reunião e esclareceu as dúvidas dos pré-candidatos, além de orientá-los acerca da documentação necessária para formalização das candidaturas.

Na oportunidade, Bruno agradeceu a presença de todos, e rememorou a trajetória percorrida até aqui, como pré-candidato à prefeitura de Coelho Neto.

VÍDEO! Delegado fala detalhes sobre a morte do dono da pizzaria Tio Tomate

Por Luís Pablo Polícia
 
Médico veterinário Daniel Leite Cardoso autor dos disparos contra o empresário José Eduardo Viegas Costa

Médico veterinário Daniel Leite Cardoso autor dos disparos contra o empresário José Eduardo Viegas Costa

O delegado George Marques, da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), contou com detalhes em entrevista à TV Mirante como ocorreu a morte do empresário José Eduardo Viegas Costa, dono da pizzaria Tio Tomate.

O crime aconteceu na noite de ontem (9), por volta das 19h40. O suspeito de praticar o homicídio é um médico veterinário Daniel Leite Cardoso, que matou o empresário dentro da Prontoclínica Veterinária, localizada no bairro do Monte Castelo, em São Luís-MA.

Segundo o delegado, a motivação do crime foi por causa do valor do procedimento feito no gato de estimação da vítima e também sobre o pedido de uma nota fiscal.

CLIQUE E VEJA:

Dono da pizzaria Tio Tomate é morto a tiros dentro de clínica veterinária; suspeito está foragido

Por Luís Pablo Crime
 
Empresário Eduardo Viégas, dono da pizzaria Tio Tomate

Empresário Eduardo Viégas, dono da pizzaria Tio Tomate

Na noite de ontem, dia 9, uma discussão terminou em tragédia na Prontoclínica Veterinária, localizada no bairro do Monte Castelo, em São Luís-MA.

Segundo informação da polícia, o médico veterinário identificado como Daniel Leite, responsável pela clínica, efetuou oito disparos de arma de fogo contra o empresário José Eduardo Viegas Costa, de 39 anos, que é proprietário da conhecida pizzaria Tio Tomate, no bairro do São Francisco.

Ainda de acordo com a polícia, a briga começou após o dono da pizzaria reclamar do preço do tratamento do seu animal.

Após uma discussão com troca de agressões, o médico veterinário pegou uma arma e atirou contra o cliente. A vítima ainda foi socorrida por uma equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), mas não resistiu e morreu no local.

O médico veterinário Daniel está foragido.

Em nota de esclarecimento, a Prontoclínica Veterinária informou que os proprietários não estavam no local na hora do crime.

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Com rejeição em alta, prefeito de Codó desiste da reeleição

Por Luís Pablo Política
 

O prefeito de Codó, Francisco Nagib (PDT), desistiu de disputar a reeleição. O anúncio foi feito na terça-feira (8). O motivo é o alto índice de rejeição apresentado pelo prefeito nas pesquisas realizadas no município. Com medo da derrota, os aliados decidiram por fim à candidatura de Nagib e investir em Zito Rolim (PDT), deputado estadual e ex-prefeito de Codó.

A mudança foi proposta pelo líder do PDT no estado, senador Weverton Rocha. Nagib concordou em desistir do pleito, mas anunciou que vai coordenar a campanha de Zito Rolim, o que não é visto com bons olhos pelos aliados. O apoio poderia atrapalhar a candidatura de Rolim, que teria sua imagem associada à desastrosa administração de Nagib.

Segundo dados divulgados pela Escutec, em pesquisa realizada entre os dias 4 e 6 de julho, Nagib apresenta 26% de rejeição dos codoenses, uma das maiores registradas pelos prefeitos da cidade. Com medo da derrota, os pedetistas acharam melhor a troca de nomes para tentar continuar no poder. Nagib é filho de um dos maiores empresários maranhenses, Francisco Oliveira, dono do grupo industrial FC Oliveira. Mesmo assim, não conseguiu alavancar em Codó.

Com medo da Justiça, Neto Evangelista desiste de convenção itinerante

Por Luís Pablo Política
 

O pré-candidato a prefeito de São Luís e deputado estadual Neto Evangelista (DEM) tentou inovar no lançamento da sua candidatura, mas foi frustrado pelo Ministério Público Eleitoral.

Neto pretendia realizar uma convenção itinerante, com a participação dos partidos PDT, PTB, PSL e DEM. A ideia do democrata era percorrer vários bairros de São Luís com a comitiva. No entanto, o Ministério Público Eleitoral abriu uma investigação para apurar se o feito configura propaganda eleitoral antecipada.

Com medo do veredito, o candidato de Roseana Sarney (MDB) recuou, e desistiu da convenção itinerante. A oficialização da candidatura de Neto Evangelista está agendada para o próximo sábado (12), sem grandes poupas.