Vitorino Freire vai torrar R$ 30 mil só em uma hora de apresentação no São João

Por Luís Pablo Política
 

Programação começa nesta quarta-feira (29)

A Prefeitura de Vitorino Freire-MA, comandada pela prefeita Luanna Rezende, vai gastar uma fortuna com o São João na cidade, que vai acontecer entre os dias 29 de maio e 2 de junho.

Só em uma hora de apresentação do Boi de Morros, a Prefeitura vai pagar R$ 30 mil. Curioso, que o Governo do Estado pagou apenas R$ 7 mil para o grupo.

A contratação foi feita com dispensa de licitação, igualmente como os contratos de Manin Vaqueiro e Klessinha, que custaram R$ 120 mil e R$ 80 mil, respectivamente, aos cofres públicos.

A programação conta ainda com a participação de Henry Freitas, Zé Vaqueiro, Jotavê, Boi de Nina Rodrigues e atrações locais. Até a manhã desta quarta-feira (29), essas atrações não tinham entrado na prestação de contas da Prefeitura.

“Não sou contra manifestações culturais, pelo contrário, reconheço a importância do fomento econômico para nossos conterrâneos. Sou contra o rastro de corrupção que uma festa pode deixar, afetando diretamente a estrutura administrativa do município”, denunciou o vereador Cyreno Rezende.

Zé Renato cresce em Mirador e ameaça reeleição de Domingas Cabral

Por Luís Pablo Política
 

Zé Renato e Domingas Cabral

Uma pesquisa realizada no município de Mirador, entre os dias 18 e 20 maio, mostra o crescimento do pré-candidato Zé Renato, que aparece empatado tecnicamente com a prefeita Domingas Cabral.

Em um cenário estimulado com a atual prefeita, Zé Renato obteve 40,24% das intenções de voto, a atual gestora teve 47,06%. Indecisos somam 7,53% e os que não sabem ou não opinaram são 5,17%.

Em outro cenário estimulado com o nome do médico Joacy, Zé Renato aparece com 35,53%, Domingas Cabral com 44,47%, e Joacy com 7,29%. Indecisos somam 8% e os que não sabem ou não opinaram 4,71%.

Quando questionados em quem não votariam de jeito nenhum, 33,41% dos entrevistados responderam em Domingas Cabral; 31,77% preferiram não opinar.

A pesquisa foi realizada pelo Instituto Agilize e encomendada pela TV Mirador. Foi registrada junto ao sistema da Justiça Eleitoral sob número de identificação 05996/2024.

O levantamento foi feito na zona urbana e na zona rural de Mirador. Ao todo foram entrevistados 425 eleitores. O nível de confiança estimado é de 95% e a margem de erro é de 4,70 pontos percentuais para mais ou para menos.

Vereadores de São Luís recorrem ao TJ-MA para garantir pacificação com a Prefeitura

Por Luís Pablo Política
 

Encontro interinstitucional discutiu harmonia e diálogo entre os poderes municipais

O presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Paulo Victor, esteve com uma comitiva de vereadores no Tribunal de Justiça do Maranhão, nessa terça-feira (28). No encontro, os parlamentares solicitaram mediação interinstitucional entre a Câmara de Vereadores e a Prefeitura de São Luís.

Os vereadores foram recebidos pelo presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA), desembargador Froz Sobrinho; e pelos desembargadores Raimundo Bogéa (1º vice-presidente) e Ricardo Duailibe.

“Sabemos das dificuldades da população, e a visita dos representantes da Câmara de Vereadores eleva a nossa responsabilidade. O prestígio é da Justiça, estamos representando os 37 colegas do Tribunal, e todos têm a mesma sensibilidade. A Justiça moderna faz um empenho muito grande de ser um instrumento de conciliação, de tentar resolver as situações sem necessidade de demandar uma ação”, comentou o presidente do TJ-MA.

Froz Sobrinho também afirmou que o Judiciário vai se empenhar para ser o elo de conciliação das demandas entre os poderes Legislativo e Executivo. “Estamos prontos para solucionar essas demandas”, finalizou o magistrado.

O presidente da Câmara de São Luís ressaltou a satisfação de ser recebido pelos membros da Mesa Diretora do TJ. “Hoje, a Câmara Municipal de São Luís se faz presente para mostrar os projetos em favor da cidade, e pedir, sobretudo, uma colaboração institucional à Presidência do TJ, para que a harmonia entre os Poderes Municipais seja aprimorada. A nossa busca pela harmonia, essa pacificação política, é pela cidade de São Luís, em respeito à população”, pontuou o vereador Paulo Victor, que disse também acreditar que o Tribunal de Justiça sempre foi uma balança muito positiva em favor da cidade de São Luís, contribuindo com a harmonia e independência de todos os poderes.

Durante a reunião, os vereadores Raimundo Penha, Marquinhos e Beto Castro agradeceram ao presidente do TJ-MA pela consideração e por conduzir esse entendimento entre os Poderes Executivo e Legislativo Municipal.

“Primeiro-damo” de Bom Lugar é suspeito de usar recursos públicos

Por Luís Pablo Política
 

Marcos Miranda e a esposa, Marlene Miranda

O marido da prefeita de Bom Lugar-MA, Marcos Miranda, é alvo de uma investigação do Ministério Público por, supostamente, ter utilizado verbas públicas para a aquisição de cestas básicas e peixes, que foram distribuídos no Município de Bacabal.

Uma Notícia de Fato chegou a ser autuada, em 17 de abril de 2023, mediante o recebimento de demanda sigilosa apresentada na Ouvidoria Geral do Ministério Público.

A denúncia informava possível promoção pessoal em vídeos e imagens
em redes sociais de Antônio Miranda, após participar de ação semelhante promovida pela Prefeitura de Bom Lugar, comandada pela prefeita Marlene Miranda.

Diante da necessidade da apuração do fato, a promotora Klycia Luiza Castro de Menezes converteu a Notícia de Fato em Procedimento Administrativo.

Marcos Miranda é ex-prefeito de Bom Lugar e possível candidato à Prefeitura de Bacabal.

DE NOVO! Prefeito de Senador La Rocque na mira do MP

Por Luís Pablo Política
 

Prefeito Bartolomeu Gomes Alves

O Ministério Público Estadual abriu mais uma investigação contra o prefeito de Senador La Rocque-MA, Bartolomeu Gomes Alves.

Desta vez, o gestor municipal e a secretária de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Francisquinha Menes da Silva Miranda, realizaram contratação direta fora da legislação.

O Procedimento Investigatório Criminal foi instaurado pelo promotor de justiça José Carlos Faria Filho, por delegação do procurador-geral de justiça.

O procedimento tem prazo de 90 dias para conclusão. Bartolomeu já é alvo de outra investigação do MP, instaurada, em setembro do ano passado, pelo descumprimento de requisição ministerial.

Prefeitura de Milagres esclarece decisão do TCE sobre medida cautelar

Por Luís Pablo Política
 

Screenshot

A Prefeitura de Milagres do Maranhão se pronunciou a respeito da decisão do Tribunal de Contas do Estado (TCE), que determinou a suspensão de um contrato decorrente do Pregão Eletrônico nº 008/2023 para a aquisição de portais com detectores de metais para a Rede Municipal de Educação.

Em resposta, o Município disse que o processo licitatório foi realizado pela CPL sem nenhuma requisição da Secretaria de Educação. Disse ainda que não existe nenhum contrato assinado.

“Após notícia chegar ao conhecimento da administração na data de hoje, imediatamente foi instaurado sindicância para apurar de quem partiu a iniciativa para realizar tal certame e se foi feita adesão da ata para algum município. Referente essa licitação não existe contrato nem tão pouco foi realizado qualquer pagamento”, disse a prefeitura.

Agora a Prefeitura de Milagres aguarda a notificação do TCE para prestar os devidos esclarecimentos.

Secretário de Obras tenta intimidar vereador em Vitorino Freire

Por Luís Pablo Política
 

Cyreno Rezende (de azul) e Beleza

O vereador Cyreno Rezende, do Município de Vitorino Freire-MA, foi surpreendido pelo secretário municipal de Obras, enquanto gravava um vídeo denunciando a queda de uma caixa d’água.

Cyreno frisa que o incidente não foi por falta de aviso e culpa a gestão municipal, incluindo o titular da pasta de Obras, Orlando de Oliveira, conhecido como Beleza, pelo problema.

Com a queda da caixa d’água, mais de 200 famílias do bairro Novo foram prejudicadas com o abastecimento de água.

Segundo o vereador, a prefeita Luanna Rezende está realizando uma licitação de quase R$ 7 milhões, e só a manutenção de poços artesianos já custou mais de R$ 1 milhão.

Diante da denúncia, o secretário de Obras tentou atrapalhar a denúncia do vereador e iniciou uma bate-boca. “Tentando intimidar, mas não me intimida. O troco vem nas urnas”, frisou Cyreno.

Beleza está à frente da pasta de Obras, mas no Portal da Transparência do Município ainda aparece como vigia, lotado na Secretaria Municipal de Infraestrutura e Logística, com salário de R$ 2.824,00.

Investigações contra Paulo Victor continuam suspensas

Por Luís Pablo Política
 


O Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA) indeferiu um mandado de segurança com pedido de liminar do Ministério Público contra decisão que suspendeu investigações em desfavor do vereador Paulo Victor.

O despacho foi assinado pelo desembargador Raimundo Barros. Com o indeferimento do recurso, continuam suspensos um pedido de prisão preventiva, uma investigação e um pedido de busca e apreensão contra o presidente da Câmara Municipal de São Luís.

“Ocorre que, ainda em juízo de cognição sumária, o manejo do presente mandado de segurança para tal desiderato, a meu ver, implica no desvirtuamento da finalidade das garantias constitucionais, que, em princípio, visam resguardar o indivíduo frente ao arbítrio do Estado e não o contrário”,
citou o desembargador.

Os procedimentos estão suspensos desde o fim do ano passado, por determinação do desembargador José Joaquim Figueiredo dos Anjos, da 1ª Câmara Criminal do TJ-MA.

Veja a íntegra da decisão Aqui.

Prefeito diz que deputada vive mudando o título conforme interesse próprio

Por Luís Pablo Política
 

Daniella e Raimundo da Audiolar

O prefeito de Presidente Dutra, Raimundinho da Audiolar, criticou a deputada estadual Daniella durante uma entrevista.

Raimundinho mencionou que Daniella, que é pré-candidata a prefeita de Presidente Dutra, vive mudando o título conforme interesse próprio e deixa a população decepcionada.

“Você vê o que aconteceu lá em Tuntum. Em 2018, ela tirou 6486 votos. Em quatro anos, ela tirou 125 votos. O que quer dizer isso, ela decepcionou o povo de Tuntum”, frisou o prefeito.

Raimundinho ainda atribuiu a queda do prestígio do prefeito de Caxias, Fábio Gentil, namorado de Daniella, à parlamentar.

“Olha como tava a política lá em Caxias. 62 mil eleitores, em 2020, o prefeito atual tirou 52 mil. A oposição tinha 10 mil. Os comentários que constam hoje é que tá meio a meio. Em dois anos que ela está lá, já decepcionou o povo de Caxias”, alfinetou Raimundinho.

Inelegível, Maurício Fernandes afronta a Democracia e a Justiça

Por Luís Pablo Política
 

Maurício Fernandes

O ex-prefeito de São Benedito do Rio Preto-MA, Maurício Fernandes (PT), enfrenta um cenário desafiador, após ter seus direitos políticos cassados por improbidade administrativa, durante seu mandato. Recentemente, em entrevista, ele afirmou que nem a própria Justiça tira o direito dele de se candidatar novamente. Essa postura é um verdadeiro afronte à democracia e à integridade das instituições.

Em 19 de abril de 2024, a Câmara Municipal de São Benedito do Rio Preto-MA acolheu o parecer do Tribunal de Contas do Estado (TCE) e manteve a decisão de reprovar as contas de Maurício Fernandes referentes ao Exercício Financeiro de 2015. Por 7 votos a 4, os vereadores confirmaram sua inelegibilidade por oito anos. Essa reprovação é resultado de irregularidades detectadas nas finanças municipais durante sua gestão.

Além disso, o Ministério Público Federal (MPF) também entrou com uma ação civil na Justiça Federal contra o ex-prefeito, suspeitando de desvio de recursos federais no valor de R$ 261,7 mil, destinados ao combate à pandemia da COVID-19. Essa acusação reforça a gravidade das infrações cometidas por Maurício Fernandes.

Afronta à Democracia e à Justiça:

Ao declarar que nem a justiça o impedirá de se candidatar novamente, Maurício Fernandes demonstra uma postura soberba, desafiadora e desrespeitosa. A democracia pressupõe a obediência às leis e o respeito às decisões judiciais. Ignorar a inelegibilidade imposta pelo TCE e acatada pela Câmara Municipal é uma tentativa de sobrepor-se às instituições e minar a confiança da população no sistema democrático.

Como resposta, é fundamental que a sociedade e os veículos de comunicação denunciem essa atitude. A imprensa deve destacar a gravidade das infrações cometidas por Maurício Fernandes, reforçando que ninguém está acima da lei. Além disso, é importante que os eleitores estejam cientes da inelegibilidade do ex-prefeito e não permitam que ele subverta o processo democrático.

A Democracia e a Justiça são pilares fundamentais de nossa sociedade. A postura de Maurício Fernandes representa uma ameaça a esses valores e uma enganação aos seus antigos eleitores. Cabe a todos nós, como cidadãos, defender a integridade das instituições e garantir que a lei seja aplicada de forma igualitária para todos.