Bandidos fazem moradores reféns e roubam agência bancária no Maranhão

Por Luís Pablo Polícia
 

Bandidos fortemente armados invadiram na noite de domingo (9) a cidade de Arame, a 476 km de São Luís, fizeram moradores reféns e roubaram a agência do Bradesco.

Segundo as primeiras informações, os bandidos fecharam principais as ruas que dão acesso à entrada da cidade e começaram a atirar.

Durante o percurso até o banco, os criminosos pegaram alguns moradores como reféns e os fizeram como escudo.

Os bandidos explodiram o banco, atearam fogo na delegacia de Arame e após realizar o assalto eles fugiram com alguns moradores, que foram liberados horas depois. Os bandidos fugiram sem deixar pistas.

Assalto a banco no interior do estado

Este já é o terceiro assalto a banco no estado do Maranhão em menos de 20 dias. No último dia 25 de novembro uma ação criminosa assustou os moradores de Bacabal.

Além do assalto ao banco, os bandidos incendiaram viaturas e atacaram a sede do 15º Batalhão da Polícia Militar e a Delegacia Regional de Polícia Civil. Na ocasião, três integrantes da quadrilha foram mortos no confronto com a polícia e um suspeito foi preso.

Já na madrugada da quinta-feira (6) passada, criminosos atacaram a agência do Banco do Brasil da cidade de Humberto de Campos. Os caixas eletrônicos foram destruídos, assim como boa parte do prédio, mas o cofre da agência não foi levado.

Ninguém foi preso até o momento. Assim como em ataques a agências em outras cidades, a sede da 5ª Cia. da Polícia Militar foi atacada pelos bandidos.

Ladrão surdo-mudo anuncia assalto com bilhete, mas acaba preso

Por Luís Pablo Brasil
 

Site Metrópoles

Uma tentativa de assalto inusitada a um posto de combustível de Curitiba (PR) deixou a polícia do estado em alerta. Um homem surdo entrou no estabelecimento e anunciou o roubo com um bilhete, que foi entregue ao caixa.

O pedaço de papel dizia: “Fique quieto. Não mexe. Eu tenho uma arma aqui na cintura. Passa dinheiro rápido. Eu não quero mostra arma. Quieto (sic)”.

A atendente ficou assustada e se afastou do rapaz para chamar do gerente. Outros funcionários do local conseguiram imobilizar o assaltante e chamaram a polícia.

Ao ser pego pelos policiais militares, constatou-se que o rapaz não estava armado. Na delegacia, segundo a Tribuna do Paraná, foi preciso uma intérprete para entender o ladrão. O homem já conseguiu assaltar outros três locais com a mesma tática.

Deputado eleito Júnior Lourenço já cumpre agenda política em Brasília

Por Luís Pablo Política
 
Deputado federal eleito Júnior Lourenço ao lado do presidente eleito Jair Bolsonaro

Deputado federal eleito Júnior Lourenço ao lado do presidente eleito Jair Bolsonaro

A bancada do PR na Câmara Federal se reuniu no Centro Cultural Banco do Brasil, em Brasília, com o presidente eleito Jair Bolsonaro(PSL). Foi uma reunião de apoio do Partido da República ao novo governo.

O deputado federal eleito pelo Maranhão, Junior Lourenço esteve presente e foi abraçado por Bolsonaro, agradecendo o apoio da bancada republicana aos projetos a partir do ano que vem.

“Estamos prontos para somar com o presidente, que se mostra dedicado aos problemas do Brasil, precisamos nos unir para levar ao povo brasileiro a esperança de dias melhores. Nossa reunião foi bastante produtiva e nossa bancada está a disposição para que possamos dar esse apoio ,e que medidas sejam implementadas na transformação de um País cada vez melhor”, frisou Junior Lourenço.

Lourenço cumprimentando Bolsonaro

Lourenço cumprimentando Bolsonaro

A posse dos deputados está marcada para fevereiro, mas, Junior Lourenço já cumpri agenda em Brasília, desde que foi eleito, pois as comissões já estão sendo montadas e o parlamentar deve integrar pelo menos três delas.

O PR elegeu 33 deputados, mas espera chegar até 40 com a adesão de parlamentares de partidos que não atingiram a cláusula de barreira. Quatro deputados já acertaram a transferência para a sigla.

Durante a reunião com os membro do PR, Bolsonaro destacou a importância do partido no parlamento e disse que quer criar diálogo com vários partidos que queiram ajudar o país. “O Brasil das últimas décadas conheceu algo muito triste que foi o toma lá dá cá, que destruiu as relações políticas e abriu espaço para a corrupção, temos que construir uma nova forma de fazer a relação, entre o parlamento e o executivo”, destacou o presidente eleito.

Agência do Banco do Brasil de Humberto de Campos é atacada por bando criminoso

Por Luís Pablo Polícia
 
Agência do Banco do Brasil atacada por bandidos em Humberto de Campos

Agência do Banco do Brasil atacada por bandidos em Humberto de Campos

A agência do Banco do Brasil da cidade de Humberto de Campos, distante 92 km de São Luís, foi atacada por bandidos na madrugada desta quinta-feira (6), por volta das 2h30.

O caixas eletrônicos foram destruídos, assim como boa parte do prédio, mas o cofre da agência não foi levado.

Ninguém foi preso até o momento e mesmo com os tiros disprados pelos bandidos, não há informações de pessoas feridas. A quantia levada também não foi informada ainda.

Assim como em ataques a agências em outras cidades, a sede da 5ª Cia. da Polícia Militar foi atacada pelos bandidos. As paredes da fachada e o portão ficaram com marcas dos disparos das armas de fogo utilizadas pelos assaltantes.

As primeiras informações policiais dão conta de que o assaltantes se dividiram em três grupos. Um ficou na entrada da cidade, outro foi para frente da 5ª Cia. da PM e abriu fogo contra o quartel. O terceiro grupo foi para a agência bancária.

Humberto de Campos faz parte da região dos Lençõis Maranhenses e a agência da cidade atende também clientes de municípios vizinhos.

Ataques seguidos

Este arrombamento em Humberto de Campos é o ataque seguinte ao que aconteceu em outra agência do Banco do Brasil, em Bacabal, na noite do dia 25 de novembro. Lá, cerca de 30 bandidos invadiram a cidade, explodiram uma agência de distribuição e levaram algo em torno de R$ 100 milhões, como estimam pessoas ligadas à investigação.

Até o momento, foram recuperados R$ 45 milhões em uma abordagem a um caminhão-baú, em Santa Luzia do Paruá, na noite de segunda-feira (3), e ainda aproximadante R$ 3,7 milhões que estavam com moradores da cidade, que aproveitaram o ataque e foram a agência recolher o dinheiro que ficou pelo chão. Alguns foram flagrados pelos policiais e outros resolveram ir à delegacia para devolver as cédulas.

Do bando que atacou a agência em Bacabal, três morreram no dia do assalto em confronto com a polícia, outros três morreram ao reagirem a abordagem ao caminhão em Santa Luzia do Paruá, e nesta mesma ocorrência, dez foram presos, ouvidos inicialmente em Zé Doca e depois transferidos para São Luís.

Neste caso de Bacabal, no dia do assalto, um morador também foi atingido por dispardos de arma de fogo e morreu. Outra vítima foi encaminhada ao hospital e se recuperou. (Com informações do G1MA)

Assembleia aprova projeto de autoria do governo que aumenta impostos

Por Luís Pablo Política
 
Plenário da Assembleia Legislativa do Maranhão

Plenário da Assembleia Legislativa do Maranhão

A Assembleia Legislativa do Maranhão (Alema) aprovou nesta quarta-feira (5) o Projeto de Lei n° 239/18, de autoria do governador Flávio Dino.

A proposta é alterar a Lei nº 7.799, de 19 de dezembro de 2002, que dispõe sobre o Sistema Tributário do Estado do Maranhão e inclui novos itens e valores de cobrança no Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

A maioria dos deputados rejeitou um pedido do deputado Adriano Sarney (PV) para que a votação fosse nominal. O placar final teve 24 votos aprovando o projeto, 7 contra e uma abstenção. Confira os votos de cada deputado:

Votaram a favor

Antonio Pereira (DEM)
Bira do Pindaré (PSB)
Cabo Campos (PEN)
Edivaldo Holanda (PTC)
Edson Araújo (PSB)
Fábio Macedo (PDT)
Franscisca Primo (PCdoB)
Glalbert Cutrim (PDT)
Hemetério Weba (PP)
Júnior Verde (PRB)
Levi Pontes (PCdoB)
Marco Aurélio (PCdoB)
Marcos Caldas (PTB)
Neto Evangelista (DEM)
Paulo Neto (DEM)
Rafael Leitoa (PDT)
Raimundo Cutrim (PCdoB)
Ricardo Rios (SD)
Rogério Cafeteira (DEM)
Sérgio Frota (PR)
Stênio Rezende (DEM)
Valéria Macedo (PDT)
Vinícius Louro (PR)
Zé Inácio (PT)

Votaram contra:

Adriano Sarney (PV)
César Pires (PV),
Léo Cunha (PSC)
Max Barros (PMB)
Nina Melo (MDB)
Roberto Costa (MDB),
Wellington do Curso (PSDB)

Abstenção:

Eduardo Braide (PMN)

Projeto de Lei n° 239/18

O Projeto de Lei assinado por Flávio Dino altera alguns itens da Lei nº 7.799:

1 – Inclui o inciso II-A do Artigo 23, que passa a instituir a alíquota de 16,5% nas operações internas e de importação do exterior realizadas com óleo diesel e biodiesel.

2 – Acrescenta o item 5 na alínea “a” do inciso IV, que inclui refrigerantes na lista de itens que possuem cobrança de 25% na alíquota do ICMS.

3 – Inclui a alínea “c” ao inciso I do Artigo 88. De acordo com o projeto, também será cobrado o valor de 1% em alíquotas de IPVA a veículos automotores adquiridos por locadora de veículos para uso exclusivo na sua atividade empresarial.

4 – Acrescenta o inciso VII no Artigo 23. Nesse inciso, o projeto de lei institui a cobrança de 28,5% de ICMS nas operações internas e de importação do exterior realizadas com os seguintes produtos:

Armas e munições

Bebidas alcoólicas, cervejas e chopes

Bebidas isotônicas

Bebidas energéticas

Embarcações de esporte e de recreação, inclusive esquis aquáticos, kites e jets ski

Rodas esportivas para automóveis

Veículos aéreos não tripulados ou remotamente pilotados, tipo drones

Outras aeronaves de uso civil;

Gasolina

Joias de metais preciosos ou de metais folheados ou chapeados, de metais preciosos e de pérolas naturais ou cultivadas, de pedras preciosas ou semipreciosas, pedras sintéticas ou reconstituídas

CGU divulga relatório que aponta indícios de desvio de recursos na Prefeitura de Turiaçu

Por Luís Pablo Política
 
Auditor encontra grande quantidade de carteiras velhas em escola que deveria ter mais de 200 carteiras novas em Turiaçu

Auditor encontra grande quantidade de carteiras velhas em escola que deveria ter mais de 200 carteiras novas em Turiaçu

A Controladoria Geral da União (CGU) divulgou um relatório nesta terça-feira (4) que apresenta contratos e movimentações financeiras suspeitas na Prefeitura de Turiaçu, a 154 km de São Luís. O documento deve ser encaminhado para órgãos de controle do estado.

“O resultado de nosso trabalho pode ser tanto o a devolução dos recursos, quanto a penação dos responsáveis por toda a situação que ocorreu em Turiaçu”, declarou Leandro Fonseca, representante do Tribunal de Contas da União.

Os técnicos da CGU auditaram R$ 122 milhões de verbas federais recebidas pelo município entre os anos de 2016 e 2017. Segundo a Controladoria, há fortes indícios de irregularidades nas áreas de saúde e educação.

Um dos itens que chamou a atenção dos auditores foi o valor destinado para a reforma das escolas, no qual 90% dos quase R$ 9 milhões em recursos não teriam sido aplicados.

“Fora isso a gente tem a questão da má aplicação em outros programas. A gente tem na merenda escolar, nos recursos destinados à saúde… que a gente também não conseguiu comprovar a aplicação desses recursos”, afirmou o chefe do Núcleo de Ações de Controle da CGU, José Costa Miranda Júnior.

Na escola municipal Ieda Viana Ribeiro, um auditor federal gravou um vídeo que mostra problemas estruturais na unidade. Ele também procura por 200 carteiras que o município declarou ter comprado para a escola. No entanto, ele encontra várias carteiras deterioradas e as novas não chegam a 15.

Para o CGU, a empresa que venceu a licitação deveria fornecer 2.200 carteiras para as escolas do município por meio de um investimento de R$ 398.960,00 oriundos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação.

O contrato foi firmado entre o prefeito Joaquim Umbelino Ribeiro e um empresário, que não teve o nome divulgado. O homem é carpinteiro, servente de obras, pedreiro e inscrito no Cadastro Único para programas sociais do Governo Federal, que é voltado para pessoas de baixa renda.

Os documentos apontam que 41 escolas foram reformadas. Das nove empresas que realizaram os serviços, todas tem sócios vinculados ao Bolsa Família, são de ‘fachada’ e já foram citadas em outros relatórios da CGU.

O relatório também mostra indícios de irregularidades na contratação de empresas para transporte e merenda escolar. Na área da saúde, uma empresa vencedora de licitação no valor de R$ 1,6 milhão não tinha medicamentos no estoque e nem faziam compras. Por isso, emitiam notas fraudulentas, de acordo com o CGU.

Ainda segundo o relatório, uma Unidade Básica de Saúde funcionava em um cômodo de casa de família e não tinha atendimento constante. Há também informações de médicos que atendiam apenas uma vez por semana ou por mês, apesar de serem contratados para cumprir jornada de 44 horas semanais.

“Além das contas anuais que serão apreciadas, a gente vai fazer com que esse relatório seja encaminhado ao Tribunal de Contas para que as responsabilizações sejam feitas. Nós pediremos também as suspensões cautelares, caso essas contratações ainda permaneçam sendo realizadas pelo município”, contou Flávia Gonzalez, procuradora do Ministério Público de Contas junto ao TCE.

Em nota, a Prefeitura de Turiaçu disse que ainda não foi notificada oficialmente sobre o resultado do relatório da CGU. Diz ainda que o prefeito Umbelino Ribeiro está à disposição para colaborar com todas as informações necessárias.

Mais de R$ 39 milhões roubados de agência de Bacabal foram recuperados pela polícia, diz secretário

Por Luís Pablo Polícia
 

G1MA

Parte do dinheiro recuperado pela Polícia e que estava nas mãos da população após assalto a banco em Bacabal

Parte do dinheiro recuperado pela Polícia e que estava nas mãos da população após assalto a banco em Bacabal

Mais de R$ 39 milhões foram recuperados pela Polícia Militar (PM-MA) em ação na noite desta segunda-feira (3) em Santa Luzia do Paruá, a 164 km de São Luís.

Segundo a polícia, 13 assaltantes fortemente armados foram flagrados em um caminhão com parte do dinheiro roubado do Banco do Brasil de Bacabal, no dia 25 de novembro. Após confronto, três homens morreram e outros três ficaram feridos.

De acordo com a polícia, os presos têm relação direta com o bando que assaltou a agência em Bacabal. As investigações apontam que eles estariam no Maranhão para dar suporte aos outros membros da quadrilha para sair do estado com o dinheiro do assalto.

O secretário de Segurança Pública do Maranhão, Jefferson Portela, disse que houve reação por parte dos bandidos durante a ação policial. “O melhor que todos eles fizeram foi se entregar.

Os três primeiros, que quiseram testar a polícia do Maranhão, receberam o atendimento adequado dentro da lei. No Maranhão, ou o bandido se entrega ou ele tomba”.

No levantamento feito pela Secretaria de Segurança do Estado, o grupo tem 72 integrantes do Nordeste já identificados, que tem ligações com bandidos de São Paulo e Paraná. Participaram do assalto em Bacabal cerca de 30 destes assaltantes.

O secretário Jefferson Portela confirmou durante entrevista coletiva a participação de pessoas de Bacabal durante a ação. “Sem dúvida nenhuma, eles têm o apoio de pessoas do local. Nosso centro de inteligência está monitorando e todos serão presos”.

O cerco policial continua em Bacabal e em cidades que a polícia acredita que podem servir de esconderijo aos bandidos.

Antes desta ação, a polícia já havia recuperado cerca de R$ 3,7 milhões com moradores da região, que recolheram o dinheiro da agência depois da ação criminosa.

Polícia prende bandidos envolvidos em assalto em agência bancária em Bacabal

Por Luís Pablo Polícia
 
Polícia prende em Santa Luzia do Paruá bandidos envolvidos em assalto em agência bancária em Bacabal

Polícia prende em Santa Luzia do Paruá bandidos envolvidos em assalto em agência bancária em Bacabal

A Polícia Militar prendeu, na noite de segunda-feira (3), treze homens suspeitos de envolvimento com a quadrilha que assaltou o Banco do Brasil em 25 de novembro em Bacabal. Ainda segundo a polícia, três suspeitos morreram e três ficaram feridos durante a ação policial no município de Santa Luzia do Paruá, a 370 km de São Luís.

De acordo com a polícia, os suspeitos estavam em uma carreta com parte do dinheiro roubado do banco de Bacabal e seguiam para Santa Luzia do Paruá, onde foram abordados pelos policiais. Inicialmente o motorista era tratado como vítima, mas após depoimento dos assaltantes, os policiais o colocaram como integrante do grupo criminoso.

Ainda segundo a polícia, houve troca de tiros na ação e os suspeitos afirmaram que iriam resgatar parte do bando que participou do ataque em Bacabal.

Polícia apreendeu armas e munições que estavam em poder dos bandidos

Polícia apreendeu armas e munições que estavam em poder dos bandidos

Durante a prisão, a polícia apreendeu armas e munições que estavam em poder dos criminosos, além de malotes com cédulas que os policiais acreditam pertencer à agência do Bando do Brasil de Bacabal. Não foi divulgado o valor recuperado.

Foram apreendidas 11 fuzis, duas metralhadoras calibre .50 (artilharia anti-aérea), duas pistolas e coletes. Os policiais acreditam que este arsenal é alugado de outros bandidos.

Os presos foram encaminhados para a Delegacia Regional de Zé Doca, a 302 km de São Luís. Eles serão transferidos ainda nesta terça-feira (4) para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, na capital.

Assalto em Bacabal

No último dia 25 de novembro uma quadrilha assaltou uma agência bancária na cidade de Bacabal. Na ocasião, a quadrilha trocou tiros com policiais, incendiou viaturas e pode ter conseguido roubar cerca de R$ 100 milhões do local.

A Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA) acredita que o grupo criminoso que invadiu a cidade era composto por, pelo menos, 30 integrantes, e que alguns assaltantes ainda estão escondidos na região. A polícia segue com bloqueios em Bacabal e cidades vizinhas.

Ainda de acordo com a polícia, desse montante, R$ 3, 7 milhões já foram recuperados. Entre os presos por furto por terem recolhido dinheiro após a explosão da agência estão o policial militar do Piauí, André dos Anjos de Sousa, e um bombeiro militar da própria cidade de Bacabal, Luís Gustavo Lima Mendes. Na tarde do dia 27 de novembro, após prestar esclarecimentos o policial militar foi liberado e vai responder em liberdade.

Na ação, quatro pessoas morreram: três assaltantes e um morador da cidade. Outro morador também foi atingido por disparos, mas se recuperou no hospital da cidade.

A polícia disse que o chefe do grupo criminoso é o baiano Zé do Lessa, que monitorou o assalto de fora do país. Não há informação ainda se ele estava neste comboio de resgate interceptado pela polícia em Santa Luzia do Paruá.

(Com informações do G1MA)

Show beneficente para restauração da paróquia em Senador Alexandre Costa

Por Luís Pablo Maranhão
 

A comunidade do município de Senador Alexandre Costa-MA, sob a liderança do produtor Márcio Maranhão, em favor da restauração da Igreja Matriz da Paróquia do Divino Espírito Santo, apresenta neste domingo, dia 9, um show beneficente com o mensageiro do evangelho, padre Juarez de Castro, a revelação da música católica.

Na mesma oportunidade, o cantor popular Daniel Costa se apresentará partilhando também sua contribuição. Todos os fundos angariados na portaria do Clube Deputado Luciano Moreira serão integralmente revestidos para a reforma da Igreja Matriz.

Os ingressos antecipados estão sendo vendidos por R$ 20,00.

Thuany Costa é eleita presidente da Câmara de São João dos Patos

Por Luís Pablo Política
 

Presidente eleita Thuany Costa (PSL)

Presidente eleita Thuany Costa (PSL)

A advogada e vereadora Thuany Costa (PSL) foi eleita ao comando da Presidência da Câmara Municipal de São João dos Patos-MA para o biênio 2019-2020.

A vitória da vereadora foi uma grande derrota para prefeita Gilvana Evangelista de Souza, a Gilvana do Zé Mário. A parlamentar faz oposição ferrenha a atual administração.

Thuany Costa está no seu primeiro mandato e se destacou nos últimos dois anos pelos duros discursos contra a gestão de Gilvana, que é esposa do ex-prefeito Zé Mário.

A nova presidente da Casa Legislativa é esposa do médico ortopedista Alexandre, que foi candidato a prefeito nas últimas eleições de 2016.