Ministério Público do DF suspeita que Flávio Dino esteja envolvido em denúncia falsa contra desembargador

Por Luís Pablo Política
 

Flávio Dino

O governador Flávio Dino aparece, mais uma vez, citado em um caso polêmico com a Justiça.

Segundo a reportagem publicada pelo Correio Braziliense, o comunista aparece como suspeito pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) de ter participado de uma trama para se vingar do desembargador do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios, Diaulas Costa Ribeiro.

O desembargador foi alvo de uma denúncia falsa. O advogado Willer Tomaz de Souza foi denunciado pelo MPDFT pelo crime de “denunciação caluniosa praticada por meio de nome suposto”. Com o intuito de prejudicá-lo, o advogado usou, em 2013, as prerrogativas de presidente da Comissão de Erro Médico da Ordem dos Advogados do Brasil no Distrito Federal (OAB/DF) para fazer uma representação contra Diaulas, que era promotor de Justiça e estava prestes a ser promovido ao cargo de procurador de Justiça.

Advogado Willer Tomaz de Souza

Willer utilizou um e-mail se passando por Haeckel Cabral Moraes, médico denunciado pelo promotor de Justiça que respondia pela PRÓ-Vida, para conseguir que Diaulas fosse investigado por crime de concussão. O médico negou a autoria da representação e que tenha sofrido suborno.

É justamente esse e-mail que liga Flávio Dino ao caso. O governador do Maranhão foi um dos destinatários das seis únicas mensagens enviadas do e-mail criado por Willer.

Em razão disso, existe a suspeita levantada pelo MPDFT de que a operação pode ter sido motivada por vingança.

O desembargador Diaulas se tornou inimigo de Flávio Dino desde que ele decidiu não denunciar a médica responsável pelo atendimento de Marcelo Dino, filho do governador que morreu, no Hospital Santa Lúcia, após uma crise de asma.

Embora tenha sido apontado na ação, o governador não responderá pelo caso, pois teve uma representação arquivada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Dois pedidos de HC negados para Carlos Lula fortalece a PF em pedir sua prisão

Por Luís Pablo Política
 
Secretário Carlos Lula

Secretário Carlos Lula

O secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, está na mira da Polícia Federal. Ele é investigado pelos federais por suposta participação em esquema de fraude em licitação para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Chapadinha-MA.

Lula já protocolou dois pedidos de habeas corpus no Superior Tribunal de Justiça (STJ) para trancar o inquérito da PF. Todos os pedidos do secretário foram negados pelo ministro e relator Ribeiro Dantas, da 5ª turma do STJ. A última decisão negando o HC foi ontem, dia 19.

Com dois pedidos de habeas corpus negados, Carlos Lula ficou frágil e fortaleceu a Polícia Federal em pedir sua prisão na instância superior, já que ele tem foro por prerrogativa de função.

Operação Sermão aos Peixes

As investigações da federal são desdobramentos da “Operação Pegadores”, que apura desvios de recursos públicos federais administrados por meio de organizações que gerenciavam unidades de saúde estaduais.

A “Operação Pegadores” é continuação da “Operação Sermão aos Peixes” e, segundo a PF, durante as investigações conduzidas em 2015 foram coletados indícios de que servidores públicos que exerciam funções de comando na Secretaria de Estado da Saúde naquele ano montaram um esquema de desvio de verbas e fraudes na contratação e pagamento de pessoal.

O montante dos recursos públicos federais desviados por meio das fraudes chegou a R$ 18.345 milhões, segundo a Polícia Federal. Contudo, o dano aos cofres públicos poderia ser ainda maior, pois os desvios continuaram a ser praticados mesmo após a deflagração de outras fases da Operação Sermão aos Peixes.

VÍDEO! Deputados lavam roupa suja na Assembleia Legislativa

Por Luís Pablo Política
 
Deputados Roberto Costa e Carlinhos Florêncio

Deputados Roberto Costa e Carlinhos Florêncio

Foi uma verdadeira lavanderia de roupa suja a sessão de ontem, dia 19, na Assembleia Legislativa do Maranhão. Os deputados Roberto Costa e Carlinhos Florêncio entraram num embate ofensivos e de acusações graves.

A confusão começou porque Florêncio ocupou a tribuna para sair em defesa da gestão do prefeito Zé Vieira, de Bacabal-MA. Roberto Costa havia ocupado antes a tribuna para falar sobre o caos na cidade por conta das enchentes.

Após o discurso de Carlinhos Florêncio, o deputado Roberto voltou à tribuna e detonou. Ele chegou a dizer que Florêncio receber dinheiro da prefeitura de Bacabal pelo aluguel de um prédio onde funciona uma maternidade. Segundo Costa, na maternidade já morreu várias crianças.

O pior e mais grave é que o deputado Carlinhos, além de confirmar a acusação de Roberto Costa, ainda saiu em defesa do contrato com a prefeitura. Florêncio ainda revelou que há um outro contrato de um terreno onde funciona o SAMU. O que é mais grave ainda, isso porque seu filho, Florêncio Neto, é vice-prefeito da cidade.

Diante das acusações, Carlinhos Florêncio ainda chamou Roberto Costa de carregador de mala e citou Detran-MA, órgão que foi comandado por um aliado de Roberto. “Eu não sou carregador de mala”, disse Carlinhos em indireta a Roberto.

Abaixo os discursos na íntegra dos dois deputados:

Roberto Costa:

Carlinhos Florêncio:

Roberto Costa:

Carlinhos Florêncio:

Roberto Costa:

Carlinhos Florêncio:

Grande imprensa diz que Polícia de Flávio Dino espiona lideranças de oposição

Por Luís Pablo Política
 

Um dos maiores da site do país, o Estadão, divulgou uma reportagem sobre um documento polêmico da Secretaria de Segurança Pública que revela o uso da polícia nas eleições deste ano. O documento vazou esta semana e deixou a oposição revoltada com o governador Flávio Dino.

Abaixo a reportagem na íntegra do Estadão:

Polícia de Flávio Dino espiona lideranças da oposição que podem ‘causar embaraços nas eleições’

A Polícia do governo Flávio Dino (PC do B) – candidato à reeleição no Maranhão – emitiu nesta quinta-feira, 19, ordem expressa aos batalhões militares para monitorar opositores políticos durante as eleições de 2018. Documento da Secretaria de Segurança Pública maranhense determina identificação de políticos opositores ‘ao município’ ou ao ‘Estado’ que possam ‘causar embaraços no pleito eleitoral’ e ainda manda transferir policiais envolvidos com política.

A ordem foi emitida pelo Comando de Policiamento do Interior (CPI) aos Batalhões da Polícia Militar e pede um ‘levantamento eleitoral’ das forças de segurança do Estado.

O comandante geral da PM do Maranhão, Jorge Luongo, afirmou que o documento ‘é um equívoco grave e sem precedentes, não autorizado pelo Comando da Instituição Policial Militar’. “Logo que este equívoco foi identificado, tomou medidas imediatas para corrigir tal erro e tornar sem efeito tais medidas, assim como instaurou um procedimento de apuração legal para as devidas providencias que o caso requer”.

Na Assembleia Legislativa, opositores a Dino reagiram com veemência à ofensiva da polícia. “Isso é uma Venezuela, uma Coréia do Norte no Maranhão”, afirmou o deputado Souza Neto (PRP).

Segundo o documento, ‘os comandantes das UPM’s deverão informar as lideranças que fazem oposição ao governo local (ex-prefeito, ex-deputado, ex-vereador) ou ao governo do Estado, em cada cidade, que podem causar embaraços no pleito eleitoral’.

No ‘levantamento eleitoral’ exigido pelo Comando a todas as unidades, há uma tabela com quesitos que devem ser preenchidos, como os nomes dos juízes eleitorais de cada comarca, locais de votação, atuais prefeitos e o delegado regional.

No mesmo documento, em uma ala de ‘informações complementares’, constam outros quesitos, como aquele em que devem ser identificados os opositores, e ainda outro.

“Os comandantes da área deverão informar se existem policiais militares envolvidos com políticas, para que no período eleitoral sejam deslocados para outras cidades, a fim de evitarem transtornos no período eleitoral.”

COM A PALAVRA, O COMANDANTE GERAL DA POLÍCIA MILITAR DO MARANHÃO, JORGE LUONGO

A Polícia Militar do Maranhão vem a público esclarecer que o documento que circula nas redes sociais onde supostamente se determina às Unidades do Interior que identifiquem lideranças antagônicas ao Governo Local e Estadual é um equívoco grave e sem precedentes, não autorizado pelo Comando da Instituição Policial Militar, que na sua gênese procurava tão somente catalogar dados informativos e estatísticos que subsidiassem um banco de dados para a elaboração do planejamento do policiamento das eleições 2018.

Informa que logo que este equívoco foi identificado, tomou medidas imediatas para corrigir tal erro e tornar sem efeito tais medidas, assim como instaurou um procedimento de apuração legal para as devidas providencias que o caso requer.

Definida a chapa de Flávio Dino em encontro no Palácio dos Leões

Por Luís Pablo Política
 
A chapa de Flávio Dino: Carlos Brandão, Weverton Rocha e Eliziane Gama

A chapa de Flávio Dino: Carlos Brandão, Weverton Rocha e Eliziane Gama

O fim da novela acabou. O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), definiu na noite de hoje, dia 19, sua chapa que vai disputar as eleições deste ano.

A definição da chapa de Flávio não é mais novidade para ninguém: o seu vice continua sendo Carlos Brandão e os candidatos ao Senado foram os deputados Weverton Rocha (PDT) e Eliziane Gama (PPS).

Tudo ficou acertado durante encontro no Palácio dos Leões, num jantar que reuniões presidentes de 14 partidos, conforme mostra o Blog do Luís Pablo mostra na imagem abaixo:

A chapa no centro de 14 legendas

A chapa no centro de 14 legendas

Vereadores de Olho d’Água das Cunhãs reprovam Título de Cidadão a Flávio Dino

Por Luís Pablo Política
 

O governador Flávio Dino teve o Titulo de Cidadão rejeitado por vereadores da cidade de Olho d’Água das Cunhãs. A decisão comprova a falta de prestigio que o chefe do Executivo tem enfrentado no Maranhão.

A concessão da honraria foi negada por cinco vereadores. Apenas três votaram a favor da entrega ao governador.

Para garantir o título, é necessário ter de fato prestado serviços relevantes à cidade. Ao que tudo indica, o comunista não contribuiu muito na localidade, na visão dos parlamentares.

Vale lembrar que essa não é a primeira vez que Flávio Dino tem o título negado. As Câmaras de Barra do Corda e Chapadinha também não concederam o título ao gestor (reveja aqui e aqui ).

Exclusivo! Carlos Lula não está recebendo políticos na Secretaria de Saúde

Por Luís Pablo Política
 
Secretário Carlos Lula

Secretário Carlos Lula

O Blog do Luís Pablo foi informado que o secretário de Estado da Saúde, advogado Carlos Lula, não está mais recebendo deputados, prefeitos e lideranças políticas na SES.

Alguns deputados que levaram prefeitos na Secretaria de Saúde para Lula receber, foram barrados e comunicados que o secretário não está mais recebendo ninguém até segunda ordem.

O titular do Blog apurou que Carlos Lula está se reunindo apenas com o setor jurídico, que tem se movimentado para precaver uma possível operação da Polícia Federal.

Os governistas que tem seus interesses em resolver as demandas das bases eleitorais, estão chiando com a decisão do secretário.

A medida de Lula deve atrapalhar a eleição de muito deputado.

Banda Levada do Teco lança DVD acústico; confira

 

DVD Levada do Teco

Nesta quinta-feira (19), a banda maranhense Levada do Teco lançou o DVD acústico que foi gravado em novembro do ano passado.

Em seu canal no Youtube, a banda já disponibilizou a primeira faixa do novo trabalho. Intitulada “Balanço do Mar”, a música tem uma pegada leve e com muito swing, que promete ser sucesso.

De acordo com o vocalista da banca, Guto Ximenes, na próxima semana será lançado o próximo sucesso. “Serão 10 faixas exclusivas postadas semanalmente pra vocês”, disse.

O DVD contou com as participações dos cantores Wesley Dantas, Rafaela Porto, Alex Dourado, Thalles Lessa e Luiza Dam.

Confira a primeira faixa abaixo:

Toca Serra recebe apoio de lideranças para sua pré-candidatura de deputado

Por Luís Pablo Política
 

Faltando seis meses para as eleições, o pré-candidato a deputado estadual Toca Serra segue garantindo apoios importantes. Na terça-feira, 17, durante todo o dia, ele se reuniu com várias lideranças da capital maranhense e região metropolitana.

Lideranças das regiões do Bairro de Fátima, Coroadinho Bom Jesus, Anjo da Guarda, Santa Clara, Liberdade, conjunto Bequimão e de Paço do Lumiar. Todos garantiram apoio ao projeto de Toca Serra.

No começo do mês, ele também já havia fechado o apoio de lideranças do município de Santa Filomena do Maranhão.

Toca Serra disputará o cargo pelo Partido Ecológico Nacional (PEN) no Maranhão, o qual se filiou após sair do Partido Trabalhista Cristão (PTC).