DOIS PESOS E DUAS MEDIDAS! Governo inicia vacinação contra Covid-19, mas não acaba com aglomeração em shows

Por Luís Pablo Política
 
Show promete aglomeração em São Luís

Show promete aglomeração em São Luís

É, no mínimo, contraditório a realização de shows em São Luís nesse momento que todos os esforços estão voltados para a vacinação contra a Covid-19. Na última segunda-feira (18), o Governo do Estado recebeu o primeiro lote das doses da Coronavac, e logo em seguida iniciou a imunização dos primeiros maranhenses.

Mesmo diante desse cenário, está programado um show em São Luís para o próximo sábado (23), com a participação de Tarcísio do Acordeon e Pisadinha de Luxo. A divulgação está sendo realizada pelas redes sociais.

Se não houver uma intervenção por parte do Ministério Público Estadual, o show deve acontecer normalmente, e reunir um número grande de pessoas; o que é um risco enorme diante da pandemia da Covid-19 que ainda enfrentamos.

São Luís tem uma população de mais de um milhão e cem mil pessoas, mas apenas 18.266 pessoas devem ser imunizadas nessa primeira etapa. Uma parcela mínima vai ser vacinada, o que nos faz refletir que as recomendações sanitárias ainda devem ser obedecidas, a fim de evitar o alastramento da doença, que vem registrando aumento de casos em todo o mundo.

Diante da gravidade do cenário atual, promover festinhas é um ato irresponsável e perigoso. O distanciamento social ainda é uma das maneiras mais eficazes de coibir o contágio da Covid-19. Lamentável a autorização desse evento em São Luís.

Show de Vitor Fernandes pode ser cancelado em Imperatriz

Por Luís Pablo Política
 

O show do cantor Vitor Fernandes agendado para o próximo dia 28, no município de Imperatriz, pode ser cancelado. Isso porque o Ministério Público encaminhou uma Recomendação à prefeitura do referido município e ao sócio da produtora do evento pedindo o cancelamento do evento.

O Ministério Público quer evitar aglomerações durante o período em que vigorar a situação emergencial de calamidade pública decorrente da pandemia da Covid-19. O documento foi assinado pelo promotor de Justiça, Thiago de Oliveira Costa Pires.

A princípio, o show estava previsto para acontecer no município de João Lisboa, mas foi impedido. Com isso, foi transferido para a cidade de Imperatriz. O evento está sendo organizado pela empresa TLX Produções Artísticas, que tem como sócio Tiago Lima da Silva.

O MP afirmou que não há protocolo que permita a realização do referido evento artístico promovido pela empresa em Imperatriz, o qual se enquadra como evento de grande porte, com público superior a 150 pessoas.

O promotor de Justiça pediu ainda que o prefeito de Imperatriz, Assis Ramos, suspenda qualquer programação que gere aglomeração de pessoas no município, e que suspenda a emissão de alvarás autorizando tais eventos.

Cinco pessoas são presas por estupro em Pinheiro; dentre elas a mãe da vítima

Por Luís Pablo Política
 

A mãe da vítima era a principal agenciadora

Cinco pessoas foram presas nessa terça-feira (19) por estupro de vulnerável, no município de Pinheiro. Entre elas, a mãe da vítima. De acordo com a Polícia Civil, a vítima é uma menina de 12 anos, que era abusada sexualmente desde os 10 anos.

A mãe da menina era quem autorizava os abusos em troca de dinheiro. Quatro homens suspeitos foram presos por terem mantido relações sexuais com a criança. Os abusos aconteciam nos povoados Bom Viver e São Luizinho da Chapada, localizados na zona rural de Pinheiro.

A operação foi deflagrada pela Delegacia Regional de Pinheiro, Delegacia Especial da Mulher, com apoio do Grupo de Pronto Emprego (GPE) e Delegacia de Polícia Civil de Santa Helena.

Durante a operação, os policiais apreenderam duas armas de fogo, sendo um revólver calibre 38 e uma espingarda de fabricação caseira.

Covid-19: Maranhão reservou R$ 50 milhões para compra de doses da vacina no exterior, diz secretário

Por Luís Pablo Saúde
 

G1MA

Carlos Lula, secretário de Saúde do Maranhão

Carlos Lula, secretário de Saúde do Maranhão

O secretário de Saúde do Maranhão, Carlos Lula, disse, em entrevista na manhã desta quarta-feira (20), que o estado tem uma reserva de R$ 50 milhões para a compra de doses de vacinas contra o novo coronavírus (Covid-19) no exterior.

No entanto, ressaltou que a importação depende do relacionamento do Brasil com países fabricantes da vacina, como a Índia.

Ainda de acordo com Carlos Lula, a vacinação é uma estratégia coletiva. “A gente tem que começar vacinando quem é mais frágil e não quem é mais rico. A vacinação privada existe, se você não quiser vacinar seu filho em um posto, você pode comprar a vacina no laboratório privado, mas ele é complementar ao sistema”, conta.

O secretário ressalta que vai chegar o momento dos laboratórios oferecerem a vacina, mas não por agora, visto que estaria competindo com o Ministério da Saúde. Ele complementa afirmando que a segunda dose já está garantida e daqui há duas semanas, haverá a distribuição.

Saiba quantos maranhenses serão vacinados em cada município

Por Luís Pablo Política
 

As doses começaram a ser distribuídas nesta terça-feira aos municípios maranhenses

Na primeira etapa de vacinação contra a Covid-19, 78.223 maranhenses serão imunizados. O imunizante chegou na noite de ontem (18) no Maranhão, e logo foram vacinados os primeiros maranhenses. Os demais municípios começaram a receber o primeiro lote da Coronavac já nesta terça-feira.

Essa primeira etapa da Fase 1 do Plano Estadual de Vacinação é destinada a população indígena aldeada em terra demarcada, pessoas com mais de 60 anos e com deficiência institucionalizadas, além de profissionais da saúde.

Cada pessoa deverá tomar duas doses. Nesse momento está prevista a aplicação somente da primeira dose. O reforço deve ser aplicado até o 28º dia após a aplicação da primeira dose. A previsão de entrega da segunda dose é de três semanas, a contar da primeira distribuição.

A meta do governo do estado é que até esta quarta-feira (20) todos os municípios já estejam prontos para iniciar a vacinação. “Nós preparamos tudo para atender aquilo que compete ao estado, o SUS é tripartite, União, representada pelo Governo Federal, Estados e Municípios. Temos toda a logística traçada para a distribuição segura dessas vacinas”, afirmou o governador Flávio Dino.

O secretário estadual de Saúde, Carlos Lula, disse que mais grupos devem ser alcançados nas próximas etapas de vacinação. “Ao longo das próximas fases, outros grupos prioritários serão contemplados, mas por conta da quantidade pequena de doses que cada estado está recebendo, é muito provável que a partir do início da vacinação as doses venham a se esgotar em poucos dias. Com o envio de mais doses pelo Ministério da Saúde daremos continuidade às próximas fases da campanha de vacinação”, destacou o secretário.

Veja a Tabela de pessoas a serem imunizadas por município no Maranhão

Vacinação contra Covid-19 começa nesta quarta-feira em Pinheiro

Por Luís Pablo Política
 

O município recebeu nesta terça-feira as doses da Coronavac

O prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio, comemorou a chegada do primeiro lote da vacina contra a Covid-19 no município, nesta terça-feira (19). A vacinação começa amanhã (20).

Nas redes sociais, o prefeito postou a foto com o material recebido, e informou que nessa etapa serão imunizados os profissionais da saúde que estão na linha de frente contra o vírus, pessoas acamadas, idosos, quilombolas e ribeirinhos com 75 anos ou mais, conforme o Plano de Vacinação do Município.

“Que felicidade compartilhar com vocês que o primeiro lote das vacinas contra o Coronavírus já chegou em Pinheiro! Nossas equipes de saúde já estão preparadas para iniciar a imunização dos pinheirenses a partir de amanhã (20)”, comemorou Luciano.

Rigo Teles acompanha início da vacinação contra a Covid-19 em Barra do Corda

Por Luís Pablo Política
 

As três primeiras pessoas vacinadas foram profissionais da saúde

O prefeito de Barra do Corda, Rigo Teles, acompanhou o início da vacinação contra a Covid-19 no município, na manhã desta terça-feira (19). As vacinas chegaram por volta das 8:30h no aeroporto da cidade.

Ao todo, foram enviadas 3098 doses da Coronavac para o município de Barra do Corda. Dessas, 518 serão aplicadas nos profissionais de saúde. As demais serão destinadas à população indígena e às pessoas pertencentes ao grupo de risco.

As três primeiras pessoas imunizadas no município foram profissionais da saúde. Foram: Fabrícia Marques de Macedo, técnica de enfermagem do Materno Infantil; Aline Sobrinho, enfermeira do Materno infantil; e Lucimar Alves Silva de Souza, técnica de enfermagem com 27 anos de vacinação.

Estiveram presentes no ato, a secretária municipal de Saúde, Vanessa Ferry; o gestor regional de Saúde, Dilamar Filho; e demais profissionais da saúde.

Ação penal contra Mazinho Leite é encaminhada para a primeira instância

Por Luís Pablo Política
 

Mazinho é alvo da Justiça em decorrência da contratação com uma casa lotérica

Com a perda do foro por prerrogativa de função, a ação penal contra o ex-prefeito de Cândido Mendes, Mazinho Leite, passou para a primeira instância. A determinação foi do desembargador Vicente de Paula Gomes de Castro, da Segunda Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Maranhão. A decisão foi assinada no último dia 15.

Mazinho é alvo da Justiça em decorrência da contratação da casa lotérica Caiteuara Empreendimentos, localizada em Turiaçu, por meio de licitações direcionadas, para aquisição de material de limpeza, pelos valores de R$ 2,1 milhões e R$ 1,2 milhão. A lotérica também ganhou uma licitação de R$ 787 mil para aquisição de material de expediente. Essas contratações ocorreram no primeiro mandato de Mazinho Leite.

A denúncia foi aceita pela Segunda Câmara Criminal do TJ-MA, por unanimidade, em agosto do ano passado. Também são réus na mesma ação: a então secretária municipal de Administração e Finanças, Vanda Maria de Araújo Lopes; o pregoeiro, Agnaldo Silva Gonçalves; e os empresários Maria Lêda de Jesus Souza, Diana Borges de Santana e Flávio Alves Feitosa. O grupo deve responder por fraude em licitação e desvio de verbas públicas.

Maranhão poderá ficar sem Carnaval por recomendação do Ministério Público

Por Luís Pablo Política
 

MP enviou a Recomendação a todos os municípios maranhenses

Festividades que possam ocasionar qualquer tipo aglomeração não devem ser promovidos no Maranhão. Essa foi a Recomendação do Ministério Público enviada a todos os municípios maranhenses, a fim de evitar a proliferação da Covid-19 durante o período do carnaval, e enquanto perdurar a pandemia.

A Recomendação foi enviada também à Polícia Militar, Polícia Civil e organizadores de festas. Os secretários municipais também devem receber a orientação, especialmente o gestor da área de Saúde. O documento foi assinado pelo procurador-geral de justiça, Eduardo Nicolau, nessa segunda-feira (18).

O Ministério Público orientou que sejam negadas licenças e autorizações para realização de festas e eventos privados que possam gerar aglomeração. A Recomedação levou em consideração os dados epidemiológicos que sinalizaram para uma possível segunda onda de alastramento do novo coronavírus no país, o recente surgimento de uma variante mais contagiosa do vírus, e o boletim de monitoramento semanal Infogripe, da Fiocruz, apontando uma tendência de aumento de casos de síndrome respiratória aguda grave (SRAG) em todo o país.

No MA, técnica de enfermagem foi a primeira a receber vacina contra covid-19

Por Luís Pablo Saúde
 
Governador Flávio Dino ao lado da técnica de enfermagem que recebeu a vacina contra a Covid-19

Governador Flávio Dino ao lado da técnica de enfermagem que recebeu a vacina contra a Covid-19

Durante uma cerimônia realizada no Palácio dos Leões, cinco pessoas do maranhão receberam as primeiras doses da Coronavac.

A primeira foi a técnica de enfermagem do Carlos Macieira, Egle Maia Sousa.

Após a técnica, outras quatro pessoas também foram vacinadas ontem Fabiana Guajajara – Indígena da aldeia Arariboia, Conceição de Azevedo – Médica infectologista do Hospital Presidente Vargas, Henrique Novaes Sobrinho – Fisioterapeuta do Hospital Dr. Carlos Macieira e Sônia de Matos – Enfermeira do Hospital Genésio Rêgo.