Deputado Leonardo Sá fica conhecido como “Dr. Calote” em Pinheiro

Por Luís Pablo Política
 
Deputado Dr. Leonardo Sá

Deputado Dr. Leonardo Sá

Mais uma pessoa veio a público chamar o médico e deputado estadual Leonardo Sá de caloteiro (veja que foi o primeiro). Desta vez foi o radialista e apresentador do programa “Pinheiro Reggae Show”, Ivanaldison.

Em seu programa na rádio, o comunicador disse que o parlamentar se comprometeu em dar um patrocínio para uma festa no povoado Coco.

O radialista então fez a festa com a garantia da palavra do deputado. Ocorre que Leonardo não repassou o dinheiro do evento.

Segundo Ivanaldison, foi o prefeito da cidade, Luciano Genésio, que lhe ajudou a pagar a divida da festa. Disse ainda que esse débito foi desde julho, quando ocorreu o evento no dia 8.

“Quero agradecer muito ao prefeito de Pinheiro […] Até hoje todas as vezes que vou atrás de Leonardo Sá, ele só diz que está viajando. Por que ele não me falou a verdade? Que não dava para ele me patrocinar, mas ficou foi mentindo para que eu usasse o nome dele para dizer que ele estava patrocinando a festa”, disse o radialista.

Por conta das promessas não cumpridas, o deputado Leonardo Sá está conhecido na cidade de Pinheiro como “Dr. Calote”, segundo publicou o site Diário da Baixada em sua página.

CLIQUE E OUÇA O RELATO DO RADIALISTA:

Secretário de Estado diz que vai processar desembargadora no MA

Por Luís Pablo Judiciário / Política
 
Secretário Jefferson Portela anuncia que vai processar a desembargadora Nelma Sarney

Secretário Jefferson Portela anuncia que vai processar a desembargadora Nelma Sarney

O secretário de Segurança Pública do Maranhão, delegado Jefferson Portela, anunciou que vai processar a desembargadora do Tribunal de Justiça, Nelma Sarney.

O anúncio foi feito em conversar com o jornalista Marco D’Eça, que publicou no seu site.

O motivo de querer entrar com a ação é em razão do caso de espionagem, em que Portela foi acusado pelos delegados Thiago Bardal e Ney Anderson de ter grampeado autoridades (políticos e magistrados) ilegalmente.

Segundo o secretário, foi a desembargadora que espalhou – sem provas – as acusações de suposta espionagem. Ele disse ainda que solicitou ao comando do TJ-MA o encaminhamento dos números telefônicos de desembargadores que teriam sido grampeados.

O site do Luís Pablo tentou entrar em contato com a desembargado Nelma Sarney para comentar a declaração do secretário Jefferson Portela, mas não obteve êxito. Esta página está em aberto para divulgar o direito de resposta da magistrada.

VÍDEO! Vereador Paulo Victor demonstrou preocupação durante discussão de Beto Castro e Honorato

Por Luís Pablo Política
 
Vereador Paulo Victor bota a mão na boca em demonstração de preocupação durante discussão entre Beto Castro e Honorato Fernandes

Vereador Paulo Victor bota a mão na boca em demonstração de preocupação durante discussão entre Beto Castro e Honorato Fernandes

Um detalhe no registro da discussão entre os vereadores Beto Castro (PROS) e Honorato Fernandes (PT) chamou bastante à atenção.

No vídeo, o vereador Paulo Victor Melo Duarte, o Paulo Victor (PROS), demonstra preocupação durante a troca de acusações entre os parlamentares.

Paulo Victor fez diversos gestos de inquietude, botando a mão na boca, levantando e sentando em demonstração de aflição, se aproximando de Beto Castro para encerrar a discussão e apertando o botão do microfone pedindo para o presidente suspender a sessão.

O site do Luís Pablo apurou que antes de se tornar vereador, Paulo Victor prestava (ou ainda presta) serviço para alguns parlamentares na questão das emendas. Antes de começar a mexer com as emendas, ele foi candidato em 2012 e obteve apenas 404 votos.

Após trabalhar com as emendas, Victor deu um “boom” na campanha de 2016 e teve 4.692 votos, numa votação surpreendente para quem não teve nem 500 votos na eleição passada. Mesmo com essa quantidade de votos, ele não conseguiu se eleger e ficou na primeira suplência da coligação “Juntos para seguir em frente”.

Paulo Victor só assumiu o mandato na Câmara de São Luís-MA, porque o vereador Ivaldo Rodrigues saiu para assumir a Secretaria Municipal de Abastecimento e Pesca (Semapa).

Não só Beto Castro e Honorato Fernandes, mas vários parlamentares estão na mira do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas) e da Seccor (Superintendência de Prevenção e Combate à Corrupção).

E quem tiver envolvimento no esquema de desvio de emendas parlamentares vai ter o pedido de prisão à Justiça. Podem anotar!

CLIQUE E VEJA OS VÍDEOS:


(vídeo extraído do Blog do Jhon Cutrim)

TRECHOS DA DISCUSSÃO ENTRE BETO CASTRO E HONORATO FERNANDES:

“Em primeiro lugar, eu quero lhe dizer que eu sou homem em qualquer circunstância, aqui e lá fora. Do jeito que tu quiser. Eu sou homem pra ti aqui e lá fora, do jeito que tu quiser”, disse Beto Castro.

“Eu sou um homem educado”, respondeu Honorato.

“Mas é um bandido”, falou Castro.

“Bandido é Vossa Excelência, que tem três identidades”, disse Honorato.

“Puxa as tuas contas. Mostra o teu patrimônio para comparar com o teu salário. Tu recebeu R$ 1 milhão e porrada aí, rapá. Passou perna em todo mundo com essas emendas aí. Tu sabe do que eu tô falando”, respondeu Beto Castro.

“Prove”, falou Honorato.

“Provo pelo teu instituto. Tu sobe naquela tribuna para dizer que é santo. E fale na minha frente, porque homem faz é assim. Olha no olho e fala. Tu é bandido, rapá. Lava dinheiro com emenda e vem com conversa pra cá rapá. Aqui não tem santo, não”, finalizou Beto Castro.

Acusados de serem mandantes e assassinos de prefeito vão a júri popular

Por Luís Pablo Política
 
Prefeito de Davinópolis (MA), Ivanildo Paiva

Prefeito de Davinópolis (MA), Ivanildo Paiva

A Justiça manteve a prisão preventiva de cinco pessoas por conta da morte do então prefeito de Davinópolis (MA), Ivanildo Paiva, em 11 de novembro de 2018. Todos serão submetidos a júri popular em data a ser marcada. A decisão foi do juiz titular da 2ª Vara Criminal da Comarca de Imperatriz, Marcos Antônio Oliveira.

De acordo com a investigação da Polícia Civil, Ivanildo Paiva foi morto por conta de promessas não cumpridas aos mandantes. Durante o inquérito, oito pessoas chegaram a ser presas, das quais cinco tiveram comprovação na participação do homicídio.

Desta forma, o então vice-prefeito José Rubem Firmo, e o empresário Antônio José Messias foram apontados na investigação como mandantes do crime, enquanto os policiais militares Francisco de Assis Bezerra Soares, (‘Tita’); Willame Nascimento da Silva (‘Mata Índio’), e o mecânico José Benilton Bezerra Feitosa Guimarães (‘Boca Rica’) foram apontados como os executores do crime.

Corpo do prefeito Ivanildo Paiva (PRB) foi sepultado no Cemitério Campo da Saudade em Imperatriz (MA)

Corpo do prefeito Ivanildo Paiva (PRB) foi sepultado no Cemitério Campo da Saudade em Imperatriz (MA)

Morte do prefeito

O prefeito de Davinopólis tinha 57 anos e foi encontrado morto na manhã do dia 11 de novembro de 2018, em uma região de matagal. O corpo foi encontrado cerca de 2 km da sede da sua fazenda, na zona rural do município. O carro de Ivanildo foi encontrado na BR-010, ao lado da mata do 50 BIS, em Imperatriz.

Segundo delegado Praxísteles Martins, da Delegacia de Homicídios de Imperatriz, a motivação da morte de Ivanildo Paiva foram promessas não cumpridas a José Rubem, como o pagamento de R$ 300 mil após a reeleição da chapa, além de Ivanildo não ter entregue ao vice o controle político da Secretaria de Educação do município. Esses acordos teriam sido feitos a época da campanha quando ambos buscavam a reeleição.

Após a prisão do vice-prefeito, o presidente da Câmara de Vereadores de Davinópolis, Raimundo Nonato Martins (PRB), assumiu a prefeitura da cidade.

O corpo de Ivanildo Paiva foi sepultado na manhã do dia 13 de novembro, no Cemitério Campo da Saudade, em Imperatriz, a 626 km de São Luís.

(Com informações do G1MA)

André Fufuca defenderá municípios maranhenses em Brasília

Por Luís Pablo Política
 
Deputado André Fufuca

Deputado André Fufuca

O deputado federal André Fufuca (PP) reagiu à proposta do governo federal de extinção de 769 municípios. Segundo o parlamentar, a medida inserida na PEC do novo Pacto Federativo deve ter como meta a viabilidade financeira dos municípios e não as suas extinções.

“Acredito que a proposta é boa desde que não sejam sacrificadas as cidades. Dessa forma, vou me colocar contra qualquer tipo de extinção dos municípios brasileiros”, afirmou o deputado.

Para André Fufuca, a extinção de cidades é um retrocesso político e cultural. “Existem cidades que apesar da pouca população, já têm toda uma identidade de município. Extinguir esses municípios significaria um atentado a identidade dessas pessoas, por isso sou contra a proposta”, explicou o parlamentar.

As mudanças no pacto federativo propostas em uma das três PECs enviadas nesta terça-feira (05) pelo governo ao Congresso preveem a incorporação a municípios vizinhos das cidades com menos de 5 mil habitantes e arrecadação própria menor que 10% da receita total.

A partir da semana que vem, André Fufuca deverá iniciar os trabalhos contra a proposta de extinção dos municípios sensibilizando a bancada maranhense e posteriormente os demais membros do Congresso Nacional.

Honorato Fernandes e Beto Castro são os alvos principais da investigação de esquema de emendas na Câmara

Por Luís Pablo Política
 
Vereadores Honorato Fernandes e Beto Castro

Vereadores Honorato Fernandes e Beto Castro

Os vereadores Honorato Fernandes (PT) e Beto Castro (Pros) se mantêm em silêncio sobre a Operação “Faz de Conta”, deflagrada ontem, dia 5, pelo Gaeco que desmontou um esquema de emendas na Câmara de São Luís-MA.

Honorato e Beto são os principais alvos da investigação, porque a operação só teve inicio por causa de um bate-boca entre os dois no plenário da Casa da Legislativa durante a sessão, em julho de 2017.

Na época, ambos trocaram acusações. Beto chamou Honorato de bandido e disse que o mesmo lavava dinheiro com emenda. “Tu é bandido, rapá. Lava dinheiro com emenda e vem com conversa pra cá rapá […] Aqui não tem santo, não”, disse.

No dia seguinte após o bate-boca entre os vereadores, o procurador-geral de Justiça do Maranhão, Luiz Gonzaga Martins Coelho, determinou a investigação para apurar se estava tendo ou não a “venda” de emendas parlamentares na Câmara.

A suspeita de desvios de recursos de emendas pode ter envolvimento de mais vereadores. O material que o Gaego apreendeu pode revelar a participação de mais pessoas no esquema.

É aguardar e conferir!

Bolsonaro nomeia Natalino Salgado para reitor da UFMA

Por Luís Pablo Política
 
Natalino Salgado

Natalino Salgado

O professor doutor Natalino Salgado foi nomeado reitor da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) pelo presidente Jair Bolsonaro, na manhã desta quarta-feira (6).

O vice-reitor é o professor doutor Alan Kardec Barros. Assim, Natalino Salgado reassume o cargo a partir do dia 11 de novembro.

Com a nomeação, Bolsonaro manteve o resultado das eleições promovidas em junho pela universidade, que rendeu a Natalino 60% dos votos entre professores, técnico e alunos. Esta foi a terceira vez que Natalino venceu a eleição para reitor da UFMA. Ele assumiu o cargo de 2007 e 2015.

(Com informações do G1MA)

OPERAÇÃO FAZ DE CONTA! Vereadores se movimentam para barrar investigação

Por Luís Pablo Política
 
Câmara de São Luís-MA

Câmara de São Luís-MA

É grande o corre-corre na Câmara de Municipal de São Luís depois da deflagração da Operação “Faz de Conta”, que desmontou esquema de emendas parlamentares.

Os vereadores preocupados com o desfecho da operação se movimentam para tentar barrar o avanço da investigação do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas).

Muitos parlamentares não têm como justificar o patrimônio que tem só com o recebimento do salário de vereador.

Se o Gaeco fizer essa comparação de patrimônio com o salário vai descobrir uma evolução patrimonial estrondosa por parte de alguns vereadores.

É nitroglicerina pura!

Atenção, GAECO! Vereadores com receio de operação foram dormir fora de casa

Por Luís Pablo Política
 

Gaeco

O site do Luís Pablo foi informado que alguns vereadores foram dormir fora de casa com receio da Polícia e do Gaeco.

A “Operação Faz de Conta”, deflagrada nesta terça-feira (5) contra suspeitas de desvios de recursos de emendas parlamentares, deixou todos os vereadores de orelha em pé.

Há informações de que tem muitos parlamentares envolvidos no esquema. É uma verdadeira lava jato na Câmara de São Luis-MA.

PÉSSIMO EXEMPLO! Município do presidente da FAMEM na relação de prefeituras investigadas pela PF

Por Luís Pablo Política
 
Prefeito Erlânio Xavier

Prefeito Erlânio Xavier

O município de Igarapé Grande-MA, comandado por Erlânio Xavier (PDT), configura na relação de prefeituras maranhenses que estão sendo investigadas pela Polícia Federal e pelo Ministério Público Federal sob suspeita de usar “alunos fantasmas” para inchar os dados do censo escolar e conseguir mais recursos do Governo Federal.

Erlânio, que é presidente da FAMEM (Federação dos Municípios do Estado do Maranhão), já é conhecido da PF. Em 2012, ele foi preso pela federal na Operação Alien.

Na época, o pedetista era vice-prefeito de Igarapé Grande e acusado de atuar diretamente no desvio de recursos públicos no município de Paço do Lumiar-MA, na então gestão de Bia Venâncio.

OUTRO LADO

Em resposta a reportagem do Fantástico, que revelou que mais da metade dos municípios do Maranhão está sob suspeita de usar “alunos fantasmas” e sobre a divulgação da relação das prefeituras, o prefeito negou e disse que houve uma “diminuição do número de alunos da rede municipal nos últimos dois anos”.

ABAIXO A NOTA NA ÍNTEGRA:

Tendo em vista que o município de Igarapé Grande consta em lista divulgada pela imprensa, onde se aponta 137 municípios investigados por irregularidades no FUNDEB, a gestão municipal, por meio de nota conjunta do prefeito municipal e do secretário de educação, informa que:

01 – Sempre prestou informações fidedignas da real situação do quadro educacional de nosso município, tendo inclusive havido diminuição do número de alunos da rede municipal nos últimos dois anos, não havendo, nesta gestão, inclusão de qualquer aluno que não esteja efetivamente em sala de aula.

02 – Em relação a aplicação dos valores repassados ao Fundo da Educação, tem cumprido integralmente com as determinações legais, tanto no que se refere ao pagamento de professores e valorização do magistério, como na ampliação, reforma e melhorias das condições das salas e do ambiente escolar, proporcionando condições dignas para todos os alunos da rede municipal, além de oferecer merenda escolar de alta qualidade.

03 – Quanto às investigações em andamento, estas se dão exclusivamente sobre fatos e acontecimentos de gestões passadas, cujas as quais estão sob a exclusiva responsabilidade daqueles.

Por fim, o prefeito municpal e seu quadro técnico , se coloca, como sempre se colocou, à disposição de toda a comunidade e demais autoridades constituídas para prestar todo e qualquer esclarecimento necessário.

Erlânio Xavier – Prefeito Municipal.

Wabster Pereira Krause – Secretário Municipal de Educação.