Juiz federal manda citar Weverton em ação sobre irregularidades no Projovem

Por Luís Pablo Política
 

Atual7

Senador Weverton Rocha

Senador Weverton Rocha

O juiz federal Lino Osvaldo Segundo, da 6ª Vara de São Luís, mandou citar o líder do PDT no Senado, Weverton Rocha (MA), em ação de improbidade em que ele é réu por supostas irregularidades no Programa Nacional de Inclusão de Jovens, o Projovem Urbano. O mandado foi expedido no último dia 17, para cumprimento por oficial de Justiça.

Movida pelo Ministério Público Federal, a ação é baseada em investigação do próprio órgão e em relatório de auditoria da CGU (Controladoria Geral da União) que aponta para malversação de recursos públicos federais destinados pelo FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação) ao Estado do Maranhão, por intermédio do Projovem, no exercício financeiro de 2008. À época, o senador maranhense era titular da extinta SEJUV (Secretaria de Estado de Esporte e Juventude), no então governo de Jackson Lago.

A denúncia foi recebida em novembro de 2018, tendo Weverton apresentado embargos e agravo, alegando nulidade das provas-relatório da CGE/CGE (Auditoria Geral Adjunta da Controladoria-Geral do Estado) pelo Tribunal de Justiça do Maranhão, e de haver sido absolvido em ação penal no STF (Supremo Tribunal Federal) sobre os mesmos fatos —o que confirmaria, segundo a tese da defesa do pedetista, a inexistência de improbidade administrativa.

Os recursos, porém, foram rejeitados ao longo de 2019, e a decisão de aceitação da denúncia mantida.

Também são réus Cléber Viegas, ex-chefe da Assessoria Jurídica da pasta, e Zeli Raquel da Rocha, que coordenava o programa federal. A citação a eles foi feita por edital e carta precatória, respectivamente.

De acordo com a ação do MPF, em 2008, o FNDE transferiu para a SEJUV exatos R$ 6.930.900,00 destinados ao ProJovem Urbano. Weverton Rocha, então secretário, contratou por meio de dispensa indevida de licitação a Fundação Darcy Ribeiro e o Instituto Maranhense de Administração Municipal.

Para justificar a contratação direta, o então assessor jurídico Cléber Viegas elaborou parecer, alegando inexigibilidade de licitação. Porém, em análise do documento, a investigação apontou que o parecer foi montado com o nítido propósito de conferir um aspecto de legalidade ao processo de contratação direta.

A CGU diz que Weverton, com a participação de Zeli Rocha, autorizou a liberação indevida de pagamentos de despesas fictícias, que totalizaram R$ 6.098.010,00.

Na ação, o MPF pede à Justiça Federal que os três sejam condenados nas penas previstas na Lei de Improbidade Administrativa: perda do cargo público, suspensão dos direitos políticos e multa. Também que devolvam ao erário todo o dinheiro público gasto indevidamente.

CONSTRANGIMENTO! Empresário cobra dívida de deputado dentro de banco

Por Luís Pablo Política
 
Deputado Wellington do Curso

Deputado Wellington do Curso

Não é mais novidade para ninguém que o deputado estadual Wellington do Curso está devendo “Deus e o mundo”. É muito crítica a situação financeira do político.

Na quinta-feira o parlamentar passou por um grande constrangimento dentro do Banco Itaú, no bairro Renascença, em São Luis-MA.

Um empresário conhecido como Sapo chamou Wellington só de pilantra ao cobrar uma dívida que seria de R$ 100 mil. O empresário chegou a querer bater no deputado dentro do banco. Foi uma verdadeira confusão.

Antes de se tornar deputado, Wellington do Curso vivia uma vida tranquila e financeiramente equilibrada. O seu curso, que já foi um dos melhores do Nordeste, foi o primeiro a se afundar.

De empresário bem sucedido, Wellington passou a ser visto como caloteiro, devendo milhões para empresários e agiotas. A quebradeira começou desde quando rompeu com o governo.

O rompimento ocorreu no início do seu primeiro mandato, em 2014. De lá para cá, o deputado nunca conseguiu nada do governo, que nunca pagou nenhuma de suas emendas parlamentares.

A entrada de Wellington do Curso na política não só afundou seu maior empreendimento – que é seu curso preparatório, como também fez colocar todos os seus bens a venda para poder pagar suas dívidas, entre elas os débitos de campanha.

Homem assassinado junto com a mulher de PM era evangélico e noivo

Por Luís Pablo Polícia
 
William Santos

William Santos

William Santos trabalhava junto com Bruna Lícia na Equipar, empresa da área de eventos, e ontem, sábado (25), foram assassinados pelo policial militar Carlos Eduardo, marido de Bruna.

Os corpos foram encontrados no quarto do apartamento do pai dela, sem roupas.

Carlos Eduardo havia pedido ao seu superior para ser liberado mais cedo por causa do aniversário do pai dele.

No entanto, o militar decidiu passar primeiro na sua casa, na Vila Fialho e lá deparou com os dois no quarto, puxou da pistola e deu 12 tiros, matando os dois, que seriam supostamente amantes. Mais detalhes aqui.

(Com informações do Blog do Luís Cardoso)

PM encontra esposa com outro na cama e mata os dois em São Luís

Por Luís Pablo Política
 

Blog do Luís Cardoso

O fato aconteceu hoje, sábado, 25, no bairro da Vila Vicente Fialho, em São Luís-MA.

O PM, barra 17, pediu para sair mais cedo do serviço para comemorar o aniversário do pai. Porém, passou antes em sua casa.

Ao chegar ao local, deparou a esposa com outro no quarto. Tomado de raiva, o militar sacou da pistola e matou os dois com 12 tiros.

Foram horas de negociações com policiais que chegaram na casa e ele se entregou e foi levado para a Superintendência de Homicídios.

Gusttavo Lima acaba de anunciar que vai gerenciar Jonas Esticado

Por Luís Pablo Diversão
 
Yuri do Paredão, Gusttavo Lima e Jonas Esticado

Yuri do Paredão, Gusttavo Lima e Jonas Esticado

O cantor número 1° do Brasil acabou de anunciar mais um novo produto para sua empresa Balada Music. Pelo Instagram, Gusttavo Lima informou que o cantor Jonas Esticado entrou no casting do ‘Embaixador’.

O maior cantor da música sertaneja na atualidade divulgou uma foto no feed ao lado de Jonas e do empresário Yuri do Paredão, responsável pela agenda de Esticado.

Além de Jonas Esticado, Gusttavo Lima passou a empresariar Felipe Araújo e Wallas Arrais, que firmaram contrato com a Balada Music no ano passado.

O dono do hit “Ai bebê” deixa de ser apenas cantor para virar também ser grande nos bastidores.

Josimar de Maranhãozinho sumiu após operação que Astro de Ogum foi alvo

Por Luís Pablo Política
 
Deputado federal Josimar Maranhãozinho

Deputado federal Josimar Maranhãozinho

Tem chamado à atenção o sumiço do deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PR) da cena política. Não se ouve mais falar em Josimar, que sempre foi presente atuando fortemente nas articulações políticas, principalmente em ano eleitoral.

O parlamentar deu uma sumida logo após a operação que a Polícia Civil deflagrou na residência do vice-presidente da Câmara de São Luis-MA, Astro de Ogum.

A principio, Astro não era alvo da operação. Mas acabou sendo conduzido pela polícia porque foi encontrado uma arma na sua casa que pertencia a um dos seus funcionários que faz segurança no local. A operação teve como alvo seus dois assessores, que foram presos crimes de estupro e extorsão.

O que aconteceu com o vereador deixou a classe política em alerta, principalmente quem é visto como uma ameaça aos planos do governo.

E não é segredo para ninguém e o próprio site do Luís Pablo já divulgou (Reveja AQUI, AQUI, AQUI e AQUI), que a Secretaria de Segurança Pública do Estado tem um dossiê com acusações contra Josimar de Maranhão.

Os Leões estão prontos para agarrar a próxima presa. É só aguardar e conferir!

Em três anos, Edivaldo não cumpriu nem 50% das promessas de campanha

Por Luís Pablo Política
 
Prefeito Edivaldo Holanda Júnior

Prefeito Edivaldo Holanda Júnior

O prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), vai encerrar seu segundo mandato neste ano e deve sair de cabeça baixa do cargo. Isso porque ele não honrou sua palavra sobre as promessas de campanha que fez durante seus discursos para população.

Edivaldo é tão incompetente que nem sequer conseguiu cumprir metade do que prometeu. Para se ter ideia, das 37 promessas apenas 10 foram cumpridas.

Foi prometido a ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário (SES) do Bacanga e a desculpa, segundo a prefeitura, é que a execução da obra requer o cumprimento de trâmites burocráticos que estão sendo finalizados para, em seguida, ser licitado.

Pura balela!

Também foi prometido a criação do lar para idosos e unidades de acolhimento para morador de rua. Nada foi feito.

Holandinha caminha para deixar o cargo como o prefeito mais rejeitado do Brasil.

ROMPIMENTO NO MUNDO DO FORRÓ! Empresário larga filho de Toca do Vale para trabalhar com Safadão

Por Luís Pablo Diversão
 
Mazinho do Vale, Wesley Safadão e Júlio César

Mazinho do Vale, Wesley Safadão e Júlio César

No mundo do forró está dando o que falar o rompimento dos empresários Júlio César e Mazinho do Vale, donos da Solomusic – empresa que produz as bandas Taty Girl, Sacode e Toca do Vale.

Júlio César deu um voo mais alto e foi chamado para trabalhar com o cantor Wesley Safadão. Ele já acertou tudo com o escritório do WS.

Foi o próprio Wesley que teria chamado o produtor, que vem se destacando pelo seu desempenho com outras bandas.

Por conta disso, Júlio decidiu romper a sociedade com Mazinho, que é filho do cantor Toca do Vale.

Nos grupos de WhatsApp o comentário rola solto sobre a nova contratação de Safadão.

CHAMEM A POLÍCIA! Vereadores revelam que prefeito de Barra do Corda contratou empresa do seu motorista

Por Luís Pablo Política
 
Prefeito Eric Costa

Prefeito Eric Costa

É caso de polícia o que foi descoberto pelos vereadores do município de Barra do Corda-MA sobre a administração do prefeito Wellryk Oliveira Costa, mais conhecido como Eric Costa.

Os parlamentares revelaram um escândalo de corrupção envolvendo o prefeito e o seu motorista, Marcones dos Anjos Gonçalves. Foi descoberto que o gestor contratou, em 2013, a empresa I. F. Construtora LTDA que aparece como dono Marcones dos Anjos.

A empresa do motorista de Eric Costa foi contratada naquele ano por R$ 2.857.300,00. Em 2014, o contrato foi de R$ 3.571.625,00. No ano seguinte, por R$ 3.328.760,00. Em 2016, mais um contrato de R$ 1.714.380,00. Foram R$ 11 milhões e meio só de contratos.

Após descobrirem a contratação do prefeito, os vereadores foram no endereço da empresa e constataram um escândalo ainda maior: a construtora não funcionava no local e é uma residência de uma senhora que mora há mais de vinte anos.

O endereço da empresa é no município de Tuntum-MA, cidade vizinha de Barra do Corda. A dona da casa informou aos parlamentares que nunca existiu empresa no local.

“Uma empresa laranja, uma empresa fantasma e triste ainda que usa uma senhora de bem e que tem o seu nome a zelar”, disse o vereador Eteldo.

Os vereadores gravam tudo e protocolaram a denúncia no Ministério Público.

CLIQUE E VEJA:

Prefeito de Bela Vista é empossado no Maranhão

Por Luís Pablo Política
 
Prefeito Augusto Filho

Prefeito Augusto Filho

A Prefeitura de Bela Vista do Maranhão já está sob o comando do novo prefeito, Augusto Filho (PSDB). A Justiça Eleitoral tinha até o dia 31 deste mês para empossá-lo, mas a diplomação aconteceu bem antes do previsto.

Augusto se reuniu ontem, dia 22, com sua equipe de secretariado e já traçou metas e relacionou as medidas emergências nas principais áreas, como infraestrutura, saúde e saneamento básico.

“A gente sabe da dificuldade que a cidade enfrenta. Temos pouco tempo, enquanto outros prefeitos vêm há três anos tentando mostrar serviço para uma reeleição e a gente vai ter um pouco mais de seis meses para mostrar para que viemos. Mas tenho fé em Deus e acredito que ele não me daria um fardo que eu não pudesse carregar,” disse o novo prefeito.