Governo usa imagem de Fernando Sarney como turista em divulgação do São João

Por Luís Pablo Política
 

Uma situação, no mínimo, inusitada ocorreu, nesta quarta-feira (14), no perfil oficial do governo do Estado no twitter.

Entre as imagens postadas para divulgar como está sendo realizada a recepção de turistas no Aeroporto Marechal Hugo da Cunha Machado para o São João do Maranhão, aparece o empresário Fernando Sarney, irmão de Roseana e presidente do Sistema Mirante.

A bola fora da equipe do governo, que destacou justamente o empresário de oposição ao grupo, repercutiu bastante e gerou muitos comentários e piadas.

No Maranhão, filho de prefeito exibe arma e maços de dinheiro em rede social

Por Luís Pablo Política
 
Israel Borges, filho do prefeito de Pedro do Rosário

Israel Borges, filho do prefeito de Pedro do Rosário

Parece que a vida de Israel Borges mudou para melhor, após ter o pai eleito prefeito de Pedro Rosário-MA.

Raimundo Antonio foi eleito com larga vantagem no município, porém vem sendo hostilizado por conta da péssima gestão.

Não bastasse o desgaste dentro do município, o filho do gestor teve fotos veiculadas onde mostra a vida que vem levando. Com maços de dinheiro nas mãos e deitado ao lado de uma arma de fogo, Israel demonstra tranquilidade.

As fotos circulam em vários grupos de WhatsApp no município e tem gerado revolta na população, que tem repreendido o comportamento do filho do prefeito.

Mais um Instituto gera problema para o governo Flávio Dino

 
Funcionários protestam em avenida

Funcionários protestam em avenida

Se não bastasse o lamaçal de corrupção que o IDAC (Instituto de Desenvolvimento e Apoio ao Cidadão) colocou o governo, agora é a vez do Instituto Vida e Saúde – INVISA, causar mais um problema para o governador Flávio Dino (PCdoB).

Ontem, dia 13, funcionários lotados no Hospital Nina Rodrigues, que é administrado pelo INVISA, realizaram um protesto em frente a unidade de saúde que funciona no bairro do Monte Castelo em São Luís.

O trânsito ficou parado durante horas e justamente no horário de grande fluxo na avenida.

Os funcionários contratados pelo INVISA, cobram o recebimento de seus salários que até agora não foram pagos.

O Instituto venceu concurso de projetos do governo Flávio Dino em abril de 2015, e frequentemente é alvo de denúncias por atraso salarial. Em janeiro de 2016, funcionários até ameaçaram paralisar por conta da falta de pagamento.

Em março deste ano, o Blog do Luis Pablo voltou a noticiar situação dos servidores que novamente estavam sem receber seus proventos.

Na época, o INVISA alegava que o repasse ainda não teria sido feito pelo governo. Ocorre que no Portal da Transparência do Estado constava um repasse de R$ 20.876.421,72 da Secretaria de Estado da Saúde (SES). (Reveja aqui)

O atraso no pagamento já repercutiu na Assembleia Legislativa do Maranhão. A deputada estadual Andrea Murad denunciou o INVISA na tribuna da Casa.

Aluísio Mendes fez R$ 314 mil de depósito em espécie na campanha eleitoral

Por Luís Pablo Política
 
Antonio Aragão do IDAC e Aluísio Mendes em reunião

Antonio Aragão do IDAC e Aluísio Mendes em reunião

O ex-secretário de Segurança do governo Roseana Sarney e deputado federal Aluisio Mendes (Podemos) realizou vários depósitos em espécie na sua campanha eleitoral de 2014.

Consta no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), na prestação de contas eleitorais, que Aluísio fez cinco depósitos num total de R$ 314.030,00.

Aluísio Mendes foi eleito pelo PSDC, legenda que era comandada por Antônio Augusto Silva Aragão, que deixou de comandar o partido depois que foi alvo de uma recente operação da Polícia Federal.

Antônio Aragão está no presídio de Pedrinhas desde o dia 2 deste mês. Ele é acusado de desviar milhões de recursos da saúde pública do Maranhão, através do Instituto de Desenvolvimento e Apoio ao Cidadão (IDAC).

A PF encontrou uma grande quantia de dinheiro público na sede do PSDC. Por conta disso, os federais trabalham na linha de que Aragão usou o recurso para beneficiar várias políticos em suas campanhas eleitorais.

Aluísio Mendes nunca se pronunciou sobre a prisão de Antonio Aragão e muito menos falou sobre como conseguiu tanto dinheiro para fazer esses depósitos em especie.

R$ 52.000,00 – Depósito em espécie – 23/10/14

R$ 119.000,00 – Depósito em espécie – 20/10/14

R$ 25.780,00 – Depósito em espécie – 15/10/14

R$ 17.250,00 – Depósito em espécie – 14/10/14

R$ 100.000,00 – Depósito em espécie – 15/09/14

Bomba, Bomba e Bomba! Weverton visita advogado da JBS preso na Lava Jato

Por Luís Pablo Política
 
Deputado Weverton Rocha e o seu amigo advogado Willer Tomaz

Deputado Weverton Rocha e o seu amigo advogado Willer Tomaz

O deputado federal e líder do PDT na Câmara dos Deputados, Weverton Rocha (MA), visitou o advogado Willer Tomaz, que está preso há quase um mês após a deflagração da Operação Patmos, da Polícia Federal.

A revelação foi feita pela Coluna Expresso, no site da Revista Época.

Weverton confirmou à reportagem que visitou Willer Tomaz. O pedetista fez quatro visitas depois que o advogado foi preso em São Luís-MA.

O parlamentar afirmou ser amigo de Tomaz há quase dez anos. “Amigo é para bons e maus momentos”, disse Weverton.

Na semana passada, o Blog do Luís Pablo revelou que o suplente de senador Edinho Lobão recebeu a primeira parcela do acordo de compra e venda da Difusora, que foi vendida para Weverton Rocha e o advogado Willer Tomaz. Reveja.

Aos mais próximos, Edinho tem dito que não está nem aí para a prisão do advogado e que quer receber o que ficou acordado.

A pergunta que fica é: será que o deputado foi tratar sobre isso com o advogado?

Funcionários do Idac presos na Operação Rêmora são ouvidos pela Polícia Federal

 

Presos na Operação Rêmora, deflagada no último dia 02 de junho, os cinco funcionários do Instituto de Desenvolvimento e Apoio ao Cidadão (IDAC) foram ouvidos por agentes da Polícia Federal, na sede do órgão, em São Luís.

Na ocasião, o presidente estadual do PSDC e dono do IDAC, Antonio Aragão; Valterleno Silva Reis, funcionário do IDAC e responsável pelos saques na boca do caixa; Paulo Rogério, motorista de Aragão; e os diretores do instituto Mauro Serra Santos e Bruno Balby, relataram aos investigadores como funcionava a rotina de trabalho na organização social.

De acordo a Polícia Federal, o dinheiro destinado para gerir as seis unidades hospitalares estava sendo desviado pelos responsáveis do Idac. Com o esquema, a quadrilha desviou milhões da saúde pública do Maranhão.

Durante as investigações, que contou com monitoramento das transações do Instituto durante 70 dias, foram flagrados diversos saques feitos por um funcionário que entregava os valores ao presidente e diretores da organização.

Um deles, no valor de R$ 71 mil, foi feito no dia da deflagração da operação pela PF e seria entregue por Valterleno para Aragão.

De acordo com o superintendente da Polícia Federal, Alexandre Saraiva, o dinheiro desviado poderia ter salvado a vida de vários pacientes no Estado.

“Pessoas que poderiam ter sido tratadas, pessoas que poderiam ter sobrevivido estão morrendo antes do tempo. Porque esse dinheiro está indo para o bolso de corruptos”, disse.

A Polícia Federal e a Controladoria Geral da União (CGU) seguem as investigações após os depoimentos dos envolvidos no esquema. O governo do Estado decidiu, três dias após a operação da PF, cancelar o contrato que mantinha com o Instituto.

Durante entrevista, o atual secretário de Saúde, Carlos Lula, disse que, antes da operação, não havia nada que desabonasse a conduta do Instituto de Desenvolvimento e Apoio à Cidadania (IDAC) Lula também afirmou que não havia nenhuma suspeita de irregularidade.

“A gente não tinha como detectar nenhuma irregularidade, mesmo com nosso sistema de prestação de contas, porque a fraude era sofisticada. As notas fiscais eram emitidas como se o serviço tivesse sido prestado para o IDAC e não dentro das nossas unidades hospitalares”,explicou.

Homem que agrediu a própria mãe é denunciado por tortura e maus tratos

Por Luís Pablo Polícia
 

Roberto Elísio Coutinho em Pedrinhas

Roberto Elísio Coutinho em Pedrinhas

O Ministério Público, por meio do titular da Promotoria de Justiça do Idoso, José Augusto Cutrim, ofereceu denúncia contra Roberto Elísio Coutinho de Freitas, 51 anos, flagrado agredindo a própria mãe em vídeo que viralizou nas redes sociais. (Relembre aqui)

Roberto Elísio foi denunciado pelos crimes de tortura, maus tratos, retardamento de prestação de assistência a pessoa idosa e apropriação indébita. Caberá a juíza Oriana Gomes, da 8ª Vara Criminal de São Luís, o julgamento do caso.

Segundo a denúncia, as agressões físicas e verbais feitas pelo filho ocorreram durante anos e prejudicaram o bem-estar e a saúde da idosa.

“Roberto Elísio Coutinho de Freitas, durante anos, expôs a integridade física e psíquica da vítima, submetendo-a a condições desumanas e degradantes, ao privá-la de cuidados indispensáveis, quando tinha o dever de fazê-lo, pois, além de filho, morava com a idosa, tratando-a de forma prejudicial ao seu bem-estar e à saúde, mediante agressões físicas e verbais, de modo que, ainda, retardou e deixou de prestar assistência à saúde da vítima”, relata o promotor Augusto Cutrim.

Promotor Augusto Cutrim

Promotor Augusto Cutrim

Ainda de acordo com o promotor, o agressor vinha se aproveitando da pensão da mãe, que é professora aposentada da UFMA, e do dinheiro do falecido pai. Roberto fez diversos empréstimos e o valor recebido pela idosa, em razão disso, era bastante comprometido.

“Desde quando seu genitor faleceu, no ano de 1999, o denunciado Roberto Elísio Coutinho de Freitas, aproveitando-se inicialmente da confiança, depois do estado de saúde fragilizado de sua mãe e do fato de ser filho único, deixou de trabalhar e passou a apropriar-se dos proventos da idosa, dando-lhes aplicação diversa, ao não os destinar aos cuidados necessários à vítima”, pontuou Cutrim.

Vale lembrar que o agressor está preso, desde o último dia 26 de maio, na Penitenciária Regional de São Luís (PRSLZ), antigo PSL III, onde permanece em uma cela isolada dos demais detento.

Raimundo Cutrim ataca o Blog do Luís Pablo para defender Aragão do IDAC

Por Luís Pablo Política
 
Deputado Raimundo Cutrim

Deputado Raimundo Cutrim

O deputado estadual Raimundo Cutrim (PCdoB) ocupou a tribuna ontem, dia 12, para atacar o Blog do Luís Pablo em defesa do dono do IDAC, Antonio Aragão, que foi preso pela Polícia Federal por acusação de roubar dinheiro público da Saúde do Maranhão.

Cutrim não gostou da reportagem sobre o que ele disse ser “falta de respeito” em divulgar a foto de um empresário-político com roupa de detento (No Maranhão, deputado acha falta de “respeito” mostrar político preso por corrupção com uniforme de detento).

Para tentar desqualificar o Blog, o parlamentar falou sobre a operação em que o titular desta página foi alvo. Vale ressaltar que não foi por furtar dinheiro público. E ainda mais: nenhum momento o editor do Blog foi levado para presídio ou algemado. Prestou depoimento e o próprio delegado que pediu a prisão solicitou ao juiz que revogasse o decreto.

Agora é estranho o posicionamento do deputado Raimundo Cutrim em defender Aragão do IDAC.

Caso Décio Sá

Cutrim tem “mágoa” do titular do Blog do Luís Pablo por conta do caso Décio Sá. Em 2012, ano em que Décio foi brutalmente assassinado, este Blog divulgou com exclusividade o depoimento do assassino confesso do jornalista.

O assassino Jhonatan de Sousa Silva citou o nome do deputado em seu depoimento: “Ao ser questionado acerca de quem seriam os mandantes, o interrogado cita nomes de Júnior Bolinha, Capitão, Buchecha e o Cutrim.” RELEMBRE AQUI.

Na época, Raimundo Cutrim estava na casa do seu primo, conselheiro do TCE, e editor do Blog se fazia presente. O deputado perguntou ao titular desta página se tinha alguma novidade sobre o caso de Décio. E ouviu: “não tem nenhuma”. No dia seguinte o depoimento do assassino do jornalista foi divulgado neste Blog.

Após anos, ao que parece, ainda há uma “mágoa”.

Em Bom Jardim, prefeito governa sob pressão e ameaça de vereador

Por Luís Pablo Política
 
Vereador Marcony Mendes

Vereador Marcony Mendes

O município de Bom Jardim, interior do Maranhão, segue sem sorte. Palco de noticiário nacional por conta dos últimos governantes, a cidade vive numa situação de instabilidade por causa de um único vereador.

Trata-se do vereador Markony Mendes, mais conhecido como professor Markony, que vem ameaçando e dando pressão no prefeito Dr. Francisco Araújo.

O parlamentar tem feito um papel de oposição do ‘quanto pior melhor’, o que tem atrapalhando a atual administração de tentar tirar a cidade do lamaçal de corrupção do qual o vereador fez parte da aliança no passado.

Na administração passada, em que a corrupção era desenfreada, o vereador permanecia em silêncio e nada enxergava. Agora tenta desestabilizar o atual prefeito com único objetivo de obter vantagem política, sem pensar nos benefícios para a população.

Denúncia

Em 2016, setores da imprensa divulgaram que o irmão de vereador, Marlon Mendes de Sousa, usou ‘laranjas’ em negócios com Prefeitura de Bom Jardim.

Na época, uma denúncia foi apresentada ao Ministério Público Estadual (MPE) contra a então prefeita em exercício Malrinete Gralhada (PMDB), aliada do vereador Markony Mendes.

Secretaria de Esportes vai gastar quase R$ 1 milhão com aluguel de veículos

Por Luís Pablo Política
 

Secretário Márcio Jardim

R$ 926.940,00. Esse é o valor que será gasto pelo governo do Estado, por meio da Secretaria de Esportes e Lazer (Sedel), para alugar veículos.

Segundo informações do Diário Oficial do Estado, a pasta, que é comandada pelo petista Márcio Jardim, firmou contrato com a empresa Aguiar Locação e Turismo para prestação do serviço.

Assinado no último dia 5 por Jardim e a representante da empresa, Kênnia Aguiar, o contrato possui vigência de doze meses.

Veja abaixo: