Olinda Nova vai gastar R$ 2,7 milhões com serviço de apoio administrativo

Por Luís Pablo Política
 

Prefeito Edson Barros Costa

O prefeito de Olinda Nova, Edson Barros Costa Junior (PCdoB), mais conhecido como Costinha, quer reforçar o setor administrativo do município. Para isso, ele fechou contrato milionário com uma empresa que irá realizar serviços diversos de apoio à administração.

De acordo com o informações publicadas no Diário Oficial do dia 31 de março, o contrato celebrado com a Diversa Cooperativa de Trabalho e Serviços Múltiplos irá custar R$R$ 2.710.680,83(dois milhões, setecentos e dez mil, seiscentos e oitenta reais e oitenta e três centavos) dos cofres da cidade.

Aberta em 2013, a Diversa Cooperativa de Trabalho e Serviços Múltiplos está localizada no bairro do Vinhais, na capital maranhense, e possui, de acordo com dados da Receita Federal, apenas R$ 14 mil de capital social.

Assinado no dia 6 de março pelo prefeito e por Adriana Gomes, que é representante da empresa, o contrato é válido por apenas dez meses. Veja abaixo detalhes do contrato.

Em tempo: Na semana passada, o Blog publicou sobre um contrato de R$ 8 milhões celebrado também pela diversa, mas com a Prefeitura de Peritoró para fornecimento de mão de obra terceirizada em secretarias. (Reveja aqui)

Bomba! Secretário emprega lideranças que vão apoiar sua candidatura em 2018

Por Luís Pablo Política
 
Secretário Márcio Jerry

Secretário Márcio Jerry

É claro. Está mais do que claro.

O secretário de Articulação Política e de Comunicação do governo, Márcio Jerry (PCdoB), está empregando várias lideranças que vão apoiar sua candidatura a deputado federal em 2018.

Esses políticos que foram nomeados no Estado são candidatos derrotados nas eleições do ano passado. Todos foram nomeados na pasta de Articulação comandada por Jerry.

Márcio pode estar usando a máquina pública para se beneficiar eleitoralmente. Aos mais próximos, o comunista tem dito que será o deputado mais votado no Maranhão.

O Blog do Luís Pablo apurou que essas lideranças nem comparecem na secretaria para bater ponto diariamente. Na verdade, são “funcionários” que ficam em suas bases eleitorais esperando o dinheiro todo mês cair na conta.

O Ministério Público precisa tomar as medidas cabíveis. O caso é grave.

Escândalo: promotor faz grave insinuação contra desembargador Froz Sobrinho

 

Promotor Paulo Roberto e o desembargador Froz Sobrinho

Promotor Paulo Roberto e o desembargador Froz Sobrinho

A decisão do desembargador José de Ribamar Froz Sobrinho determinando o desbloqueio das contas da ex-governadora Roseana Sarney (PMDB), fez o promotor Paulo Roberto Barbosa Ramos, titular da 2ª Promotoria de Justiça de Defesa da Ordem Tributária e Econômica de São Luís, cometer uma grave insinuação contra o magistrado.

Paulo Roberto, que é o autor da denúncia no chamado “Caso Sefaz”, insinuou que Froz Sobrinho deu a decisão favorável à Roseana por ter sido nomeado desembargador por ela, em 2009.

“Muito estranho que um desembargador nomeado com a anuência da ré durante um dos seus governos tenha tomado esse tipo de medida. Por que decidiu dessa maneira tão rápida? É de se desconfiar de qualquer amparo jurídico para essa decisão”, disse o titular da 2ª Promotoria, em entrevista ao jornalista Felipe Klamt.

O promotor não tomou o cuidado em saber que quem nomeou Froz Sobrinho, que na época também era promotor de justiça, foi o então governador em exercício, João Alberto de Souza, hoje senador da República. Reveja aqui.

Flávio Dino pode sofrer um duro golpe em 2018

Por Luís Pablo Política
 
Governador Flávio Dino

Governador Flávio Dino

O editor do Blog do Luis Pablo tem ouvido de muitos políticos – com mandato e sem, que não vão apoiar o governador Flávio Dino (PCdoB) em 2018.

São políticos que estão ao lado de Flávio e acompanhando algumas de suas ações. Na frente de secretários defendem o governo, mas por trás falam mal e demostram insatisfação com o governador.

Flávio teria que fazer um governo flexível este ano porque no próximo já é eleição. Mas acontece que está entrando para o segundo semestre e o comunista tem demonstrado que irá continuar fazendo política com o ‘fígado’.

Esse modelo de fazer política de Flávio Dino é que vai resultar em um duro golpe no próximo ano, principalmente de quem ele acha que vai estar junto no seu projeto de reeleição.

Eleição do PT: Honorato é acusado de compra de votos e abandona debate

Por Luís Pablo Política
 
Clima tenso no debate para as eleições internas do Partido dos Trabalhadores (PT)

Clima tenso no debate para as eleições internas do Partido dos Trabalhadores (PT)

Aconteceu há pouco em um hotel de São Luís um debate para as eleições internas do Partido dos Trabalhadores (PT).

Participavam os três candidatos que disputam a presidência do diretório do partido na capital: Fernando Magalhães, Carlito Reis e Honorato Fernandes.

Logo quando começaram as intervenções dos filiados que estavam na plenária, Honorato foi colocado na parede.

Os petistas acusaram o vereador de dar dinheiro a filiados em troca de votos e oferecer cargos na Câmara de São Luís para fechar acordos com lideranças da sigla.

Após as acusações, um grande tumulto tomou conta do debate e Honorato decidiu se retirar do evento sob vaiais.

A eleição do PT acontece neste domingo (09) e vai decidir as novas direções municipal e estadual do partido.

Fernando Magalhães, apoiado pelo deputado Zé Inácio e pelo atual presidente Monteiro é apontado como o favorito na disputa.

Márcio Jerry é desprestigiado e passa vergonha em Governador Nunes Freire

Por Luís Pablo Política
 

Márcio Jerry durante entrega de Cras em Nunes Freire

O secretário de Estado de Comunicação e Assuntos Políticos, Márcio Jerry, passou vergonha, nesta terça-feira (04), durante inauguração do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) no município de Governador Nunes Freire-MA.

Ao chegar no local, o prefeito Idalécio Vieira, mais conhecido como Gago, que é aliado do governo, sequer apareceu para receber Jerry e muito menos para a inauguração. No evento, que foi considerado um fracasso, estavam apenas a esposa do gestor, Josedalva Sousa Silva, e o vice-prefeito da cidade.

O Blog do Luis Pablo apurou que enquanto Jerry inaugurava o Cras, Idalécio estava aproveitando e se divertindo fora da cidade. A situação foi bem constrangedora já que ninguém soube dizer para Márcio Jerry por onde andava o prefeito.

O pior é que quem deveria inaugurar o CRAS é o secretário de Desenvolvimento Social, Neto Evangelista, responsável pela obra. Mas Jerry resolveu fazer as honras por ser candidato a deputado federal e ter o apoio do prefeito ‘sumido’ nas eleições do ano que vem.

Alunos de Pio XII denunciam falta de merenda escolar e de professores

Por Luís Pablo Política
 

Prefeito Carlos Alberto

Prefeito Carlos Alberto

Os alunos da rede pública da cidade de Pio XII não estão nada satisfeitos com a atual situação das escolas administradas pelo município.

Desde o começo do ano letivo, não há merenda escolar disponível e o quadro de professores está incompleto. Por isso, os estudantes estão sendo prejudicados já que são obrigados a sair mais cedo da escola.

Segundo os pais, que a precisam comprar lanche para que seus filhos possam comer na escola, ninguém até o momento sabe o que de fato está acontecendo porque nenhuma explicação sobre a situação foi dada pelos gestores.

A Prefeitura passou a ser comandada em janeiro pelo prefeito Carlos Alberto, que, nesta segunda-feira (03), com menos de quatro meses de gestão, já foi alvo de Ação Civil Pública do Ministério Público do Maranhão devido a um contrato milionário de fornecimento de combustíveis com fortes indícios de irregularidades. (saiba mais aqui)

Em nota, a secretária de Educação de Pio XII, Márcia de Moura Costa, se manifestou sobre a denúncia. De acordo com ela, o processo de licitação para compra de merenda está na fase final e que no mês passado não recebeu o repasse para a merenda porque em 2015, ainda na gestão anterior, a cidade foi incluída na lista de inadimplentes por não ter comprovado como foi gasto o dinheiro enviado pelo Governo Federal.

Assaltantes que tocavam o terror no Araçagy são presos; veja os criminosos

Por Luís Pablo Polícia
 

A Polícia finalmente conseguiu prender, na noite de ontem (04), os criminosos que estavam amedrontando moradores do bairro do Araçagy com inúmeros arrombamentos a residências na localidade.

Em algumas das ações dos criminosas, moradores chegaram a ser acorrentados e viveram momentos de terror dentro de sua própria casa.

O bando, que foi identificado como Ítalo Constantino, Jerry Adriano e Jardel Costa, foram identificados após trabalho de monitoramento realizado pela Polícia e reconhecidos pelos moradores que foram vítimas da ação criminosa.

Os assaltantes foram apresentados, nesta quarta-feira (05), no auditório da Secretaria de Segurança Pública. Foram recuperados diversos equipamentos eletrônicos, incluindo 07 televisores, 02 vídeo games e diversos computadores.

Waldir Maranhão e Luciano Genésio se reúnem com secretário-geral do PTB

Por Luís Pablo Política
 
Waldir Maranhão, Campos Machado e Luciano Genésio

Waldir Maranhão, Campos Machado e Luciano Genésio

O deputado federal Waldir Maranhão (PP) e o prefeito de Pinheiro-MA, Luciano Genésio (PP), estão em São Paulo articulando alianças importantes para o projeto de 2018.

Waldir e Genésio se reuniram com o deputado estadual de SP e secretário-geral do PTB, Campos Machado. A pauta da conversa foi a candidatura ao Senado de Maranhão.

O pepista está sendo assediado por vários partidos. Os convites têm partido de dirigentes da nacional, que acreditam na campanha de senador de Waldir.

Ao lado do seu fiel aliado político Luciano Genésio, o deputado Waldir tem percorrido por vários estados costurando grandes alianças partidárias a nível nacional.

Ontem, dia 5, a imprensa nacional informou que Maranhão já tinha aceito o convite do Partido Trabalhista Brasileiro para se filiar. Ocorre que o deputado ainda está analisando.

Waldir Maranhão não pretende tomar, ainda, a decisão de sair do PP. Ele estuda com calma a possibilidade de deixar um partido que engrandeceu no Estado, ajudando a eleger vários prefeitos, vice-prefeitos e vereadores.

Ex-prefeita Suely é acionada por improbidade administrativa em Matões

Por Luís Pablo Política
 

Ex-prefeita Suely Torres

Ex-prefeita Suely Torres

O Ministério Público do Maranhão ajuizou, no dia 29 de março, Ação Civil Pública (ACP) por atos de improbidade administrativa contra a ex-prefeita de Matões, Suely Torres e Silva. A suspensão dos repasses mensais dos recursos destinados ao pagamento de precatórios, referentes ao exercício financeiro de 2016, motivou a ação.

Assina a manifestação a promotora de justiça Patrícia Fernandes Gomes Costa Ferreira.

Segundo o MPMA, o Tribunal de Justiça do Maranhão determinou a cobrança de débito de precatórios do Município de Matões, que ficou obrigado a depositar mensalmente o valor de R$ 51.517,47 , pois o saldo devedor corresponde a mais de R$ 5,6 milhões.

Mesmo com a obrigação legal, enquanto chefe do Poder Executivo, Suely Torres não fez os repasses referentes aos meses de agosto a dezembro de 2016, objeto de sequestro no valor de R$ 257.587,35 dos cofres municipais, conforme decisão judicial.

“Trata-se de atitude omissiva grave e desrespeitosa do Poder Público municipal, especialmente, da sua agente gestora, procastinando a efetivação do pagamento devido, sem qualquer preocupação com a obrigação constitucional de alocação de recursos que poderiam equacionar a dívida de precatórios judiciais”, questionou, na ACP, a promotora de justiça.

A representante do Ministério Público destacou, ainda, que, ao deixar de saldar os débitos de precatórios vencidos, houve violação aos princípios da Administração Pública de legalidade e eficiência.

O Ministério Público requereu ao Poder Judiciário a condenação da ex-gestora por atos de improbidade administrativa, ressarcimento integral do dano, perda da função pública, suspensão dos direitos políticos, pagamento de multa de até cem vezes o valor da remuneração percebida pelo agente e proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de três anos.

(As informações são da Assessoria do MP-MA)