Permanência de João Alberto no comando do PMDB gera crise no grupo

Por Luís Pablo Política
 

Exclusivo:

Cúpula do grupo Sarney durante encontro do PMDB em São Luís

Cúpula do grupo Sarney durante encontro do PMDB em São Luís

Podem até negar, mas é fato. A permanência do senador João Alberto no comando do PMDB do Maranhão gerou crise dentro do grupo Sarney.

A decisão de permanecer o senador partiu da Executiva Nacional do partido. A princípio – era o que se comentava nos bastidores, a ex-governadora Roseana Sarney que ia ser a presidente estadual da legenda.

A reviravolta aconteceu em razão da declaração do senador Edison Lobão, que falou para imprensa que vai tentar renovar o mandato.

A declaração de Lobão despertou interesse em João Alberto de também tentar à reeleição ao Senado. Na presidência do PMDB, é ele quem vai comandar o processo eleitoral das próximos eleições.

E justamente isso deixou o deputado federal licenciado e ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, com uma ‘pulga atrás da orelha’.

Sarney Filho já lançou sua pré-candidatura ao Senado. Aos próximos, ele tem dito que não abre mão. Ocorre que João Alberto pode atrapalhar seus planos e seu sonho de anos em ser senador.

Vai sobrar para o ex-presidente José Sarney resolver essa situação para que a chapa do grupo em 2018 seja logo definida: Roseana Sarney (Governo), Edison Lobão (Senado) e Sarney Filho ou João Alberto (Senado).

IMAGEM DO DIA! A cara da falsidade

Por Luís Pablo Política
 

Quem acompanha o noticiário político e conhece o que acontece nos bastidores sabe muito bem que o registro abaixo não passa de um teatro.

O autor da cena foi o 1° vice-presidente da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto (PCdoB). Ele fez questão de publicar a foto em seu Twitter, com objetivo de mostrar que está ‘tudo tranquilo’ entre os secretários Márcio Jerry (Articulação Política) e Jefferson Portela (Segurança Pública).

Todos sabem que Jerry e Portela estão em pé de guerra e não escondem isso de ninguém. Portanto, só uma frase define isso: “a cara da falsidade”.

Márcio Jerry, Jefferson Portela e Othelino Neto

Márcio Jerry, Jefferson Portela e Othelino Neto

Roseana faz gozação em encontro do PMDB: “quando vejo a imagem de Flávio Dino me lembro do boneco Pinóquio”

Por Luís Pablo Política
 

Ex-governadora Roseana Sarney

Ex-governadora Roseana Sarney

A reunião do PMDB realizada nesta sexta-feira (04) serviu não somente para Roseana Sarney revelar publicamente seu interesse em participar da disputa ao governo em 2018 , mas, também, para alfinetar seu adversário, Flávio Dino.

Durante discurso, a peemedebista disse que sempre que vê o chefe do Palácio dos Leões, em foto ou na TV, se lembra do boneco Pinóquio. Para quem não lembra, segundo a história do boneco que é feito de madeira, sempre que ele contava uma mentira o nariz aumentava.

A gozação feita pela ex-governadora é justamente devido as inverdades, que de acordo com ela, Flávio Dino conta e que também as fizeram repensar sua aposentadoria política.

“Há poucos dias, ele disse que inaugurou a APA Itapiracó, que eu deixei inaugurada em 2014; trouxe a ex-presidente Dilma para inaugurar o Tegram (Terminal de Grãos do Maranhão), que foi construído na minha gestão; diz que inaugura hospitais, mas esquece que eu os deixei prontos,” afirmou.

Para Roseana, é preciso fazer alguma coisa para que a população maranhense volte a ter esperança e o Estado volte a crescer como vinha ocorrendo anteriormente.

Pelas declarações feitas pela ex-governadora já é possível prever que teremos uma eleição bem acirrada e com direito a muitas críticas e alfinetadas no ano que vem.

Festa “De Volta à Tucanos” é a pedida de hoje na Kathedral

Por Luís Pablo Cidade / Diversão
 

Hoje (5) São Luís vai tremer com a festa de Volta à Tucanos. É dia de relembrar a energia da melhor casa dos anos 90 na Kathedral.

Sob comandos dos top DJs Claudinho Polary, Flávio Pastel, Marinho e Lucio Farah, a festa promete agitar o sábado com muita música boa para recordar o auge das boates na capital maranhense.

Os ingressos estão sendo vendidos na loja IPhone Center (em frente ao Tropical Shopping), no Rio Poty Hotel, Bilheteria Digital e nos Shoppings da Ilha e Rio Anil.

A casadinha tá rolando por R$ 70 e o ingresso individual R$40.

É IMPERDÍVEL!!!

ATENÇÃO, PRODUTORES! Janot questiona lei que regula licenciamento e fiscalização de casas de show no MA

Por Luís Pablo Judiciário
 

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, ajuizou no Supremo Tribunal Federal (STF) a Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 473, com pedido de medida liminar, contra o Decreto 5.068/1973, do Maranhão, que regula o licenciamento, a fiscalização e o funcionamento de casas de diversões e praças desportivas e as atividades comerciais exercidas no interior delas.

Para Janot, a norma estadual viola o regime de repartição de competências legislativas ao dispor sobre peculiaridades locais, matéria reservada à competência dos municípios, conforme o artigo 30, inciso I, da Constituição Federal. “É competência dos municípios a regulação do funcionamento de estabelecimentos comerciais e o regramento do divertimento público, matérias de interesse local”, afirma.

Além disso, o procurador-geral esclarece que requisitos para concessão de alvarás de funcionamento devem ser definidos em cada município, conforme as peculiaridades locais, não por secretário de segurança pública estadual. “Municípios são entes federados com autonomia para regular esse gênero de atividades”, diz.

O autor da ação alega ainda que o decreto maranhense atribui à polícia criminal atividades de licenciamento e fiscalização de casas de diversões públicas, atividades típicas do exercício do poder de polícia administrativa.

Para Janot, nos termos do artigo 144, parágrafo 4º, da Constituição Federal, às polícias civis cabem apenas as funções de polícia de investigação criminal. “Autorizações e licenciamentos são atos não passíveis de delegação à polícia criminal não apenas por falta de amparo constitucional, mas por integridade do sistema: o parâmetro de atuação da polícia administrativa não é o Direito Processual Penal, mas o Direito Administrativo. Acumulação de ambas as funções em um mesmo órgão traria disfuncionalidades ao sistema, tanto no nível material, quanto em aspectos formais, como o relativo à repartição de competências”, explica.

Dessa forma, o procurador-geral pede a concessão da medida cautelar para suspender a eficácia do Decreto 5.068/1973, do Maranhão. No mérito, requer que o pedido seja julgado procedente para declarar incompatibilidade da norma com a Constituição da República. A ministra Rosa Weber é a relatora da ADPF 473.

O voto que Sarney virou do seu ex-segurança a favor de Michel Temer

Por Luís Pablo Política
 

Aluísio Mendes na época que fazia a segurança de Sarney

Aluísio Mendes na época que fazia a segurança de Sarney

A imprensa nacional destacou o voto do deputado federal Aluísio Mendes (Pode-MA) na votação sobre a denúncia contra o presidente Michel Temer.

O texto abaixo é da Coluna Expresso, da Época:

O deputado federal Aluísio Mendes (Pode-MA) estava convencido a votar contra o presidente Michel Temer na votação que poderia autorizar o STF a investigar o peemedebista.

Mas Mendes mudou de ideia graças à intervenção do ex-presidente José Sarney, seu ex-chefe.

Aluísio Mendes foi segurança pessoal de Sarney e secretário de Segurança no governo de Roseana Sarney no Maranhão.

Baile do Gerrard será a festa mais badalada desta sexta-feira

Por Luís Pablo Diversão
 

Hoje é dia do bar Tô Trabalhando, na Lagoa da Jansen, receber mais uma edição do Baile do Gerrard.

Com o repertório atualizado, o cantor Gerrard Lima promete fazer a sexta-feira mais animada da capital maranhense.

Além do cantor, participarão da festa a dupla Stanley e Crystian, o cantor Andinho Xavecada e o DJ Flávio Durans.

Até a meia-noite a entrada é liberada e rodadas garantidas de tequila a noite toda para as mulheres.

É imperdível!!!

Portela comunicou pessoalmente a exoneração de Lawrence Melo

Por Luís Pablo Política
 

Delegado Lawrence Melo

Delegado Lawrence Melo

O editor do Blog do Luís Pablo falou com o delegado Lawrence Melo sobre sua exoneração do comando da Delegacia Geral da Polícia Civil do Maranhão.

Lawrence disse que foi comunicado da sua demissão pessoalmente por Portela. “Fui informado pessoalmente pelo Secretario Jefferson”.

Sobre o motivo da sua saída, o delegado falou que o secretário não deu nenhuma explicação. “Ele não disse o motivo”,.

Desde 2015 quando assumiu a Delegacia Geral, Lawrence Melo vem mostrando resultados no combate ao crime. Mas, infelizmente, tudo isso não foi levado em conta e o que prevaleceu foi, mais uma vez, a questão política e a briga pelo poder.

Jefferson Portela exonera Lawrence Melo do comando da Delegacia Geral de Polícia

Por Luís Pablo Política
 
Ddelegado Lawrence Melo

Ddelegado Lawrence Melo

O delegado Lawrence Melo foi exonerado do comando da Delegacia-Geral da Polícia Civil do Maranhão.

A demissão foi assinada hoje, dia 4, pelo secretário de Segurança Pública, delegado Jefferson Portela.

Lawrence será substituído pelo delegado Leonardo Diniz, que está no comando da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP).

Até o momento não há informações sobre o motivo da exoneração de Lawrence Melo.